conecte-se conosco


Mato Grosso

Área de serviços essenciais segue líder de reclamações no Procon-MT

Publicado

O Procon do Estado de Mato Grosso registrou em fevereiro deste ano 2.510 reclamações, sendo 1.549 via Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor (Sindec) e outras 994 pelo atendimento on-line –  www.consumidor.gov.br. O primeiro lugar do ranking segue com a área de “Serviços Essenciais”, com 920 reclamações.

Nessa área, o setor de “Energia Elétrica” é o mais reclamado, com 455 atendimentos. Em seguida aparecem “Água e Esgoto”, com 231 registros, e “Telefonia Celular”, com 145 reclamações.

O segundo lugar do ranking é ocupado pelo setor de “Assuntos Financeiros”, com 241 reclamações. As três categorias mais reclamadas são: “Banco comercial”, com 72 procedimentos; 54 para “Cartão de crédito” e 23 para “Cartão de Loja” .

Já a área de “Serviços Privados” ocupa o terceiro lugar, com 186 atendimentos: 34 para “TV por assinatura (cabo, satélite, etc)”, 33 para “Estabelecimento comercial (supermercado, loja, etc)” e 30 para “Escola (pré, 1º, 2° graus e superior)”.

Ocupando a quarta posição, a área de “produtos” atingiu 164 reclamações, estando a categoria “combustível automotivo” com 23 atendimentos no total. Em seguida aparecem “telefone (convencional, celular, interfone etc)”, com 14 procedimentos, e “Material de Escritório / Escola (Arquivo, Borracha, Clipes, Grampeador, Sulfite, Caderno, Caneta, Apontador, Etc.)”, com 11.

Veja Também:  Escola de Rosário Oeste recebe reparos e adequações na estrutura

“Saúde” ficou na quinta posição do ranking de reclamações com 21 procedimentos, sendo o primeiro assunto o de “Plano de saúde regulamentado”, que teve 11 registros, e o “Convênio de assistência médica/odontológica” com um registro.

Na sexta posição está a área de “Habitação” com 14 procedimentos, sendo os mais reclamados: “Incorporação” com 11 reclamações; “Loteamento” com duas reclamações, e uma para “Condomínio”.

A área de “Alimentos” aparece com o menor montante de reclamações, na sétima posição:  dois procedimentos em “doces prontos” e um para “refrigerante”.

Postos de atendimento do Procon-MT

Procon sede – Rua Baltazar Navarros, nº 567, Bairro Bandeirantes, Cuiabá, das 08h às 18h (a partir do dia 15 de março)

Ganha Tempo da Praça Ipiranga – Trav. Bento Lobo, Centro – das 08h às 18h;

Ganha Tempo CPA – Rua Alenquer, CPA I – 08h às 18h;

Procon da Assembleia Legislativa (AL/MT) – Centro Político Administrativo – 07h às 18h;

Ganha Tempo Várzea Grande Shopping – Av. Filinto Muller, Centro Sul – 10h às 19h.

Veja Também:  Mato-grossense ganha R$ 120 mil na Lotomania após apostar em 50 números e errar todos

Para registro de reclamação pela internet

Acesse a plataforma www.consumidor.gov.br. Por este canal o consumidor pode registrar sua reclamação sem a necessidade de ir ao Procon, basta ter um e-mail válido. O prazo para resolução é de até dez dias corridos. Caso o problema persista, é recomendado que procure o Procon mais próximo ou Poder Judiciário para atendimento presencial.

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Tangará da Serra está cada vez mais perto de ganhar uma escola militar

Publicado

Escola militar possui disciplina diferenciada (Imagem: Internet)

Tangará em Foco –  Alexandre Rolim

Uma equipe técnica da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) visitará Tangará da Serra nos próximos dias com o objetivo de analisar as escolas estaduais da cidade e emitir um documento indicando qual delas é mais viável para receber uma escola de disciplina cívico-militar.

O anúncio foi feito pelo tenente-coronel Wendel Soares Sodré, comandante do 7º Comando Regional de Tangará da Serra, nesta terça-feira, 18.

Segundo ele é um passo importante para a consolidação do projeto, que é um anseio da comunidade tangaraense.

“Foi autorizado o estudo de viabilidade para a transformação de uma das escolas estaduais já existentes na cidade em uma Escola Tiradentes”, disse.

O coronel está confiante e sua expectativa é de que tudo se efetive ainda no primeiro semestre de 2020 e que as matrículas na escola cívico-militar comecem já em julho.

“Isso foi prometido pelo secretário adjunto, o Allan [Porto], essa equipe vai vir estudar qual a escola mais viável, o recurso que vai ser necessário e aportado na escola para poder iniciar o processo seletivo de profisisonais e tudo se efetivando, começar as matrículas até o mês de julho”, falou.

Veja Também:  Mato Grosso e Rondônia discutem plano para retirada de vacinação contra a aftosa

O coordenador da Assessoria Pedagógica da Seduc em Tangará da Serra, Saulo Scariot, confirmou a informação ao Tangará em Foco. Ele disse que está tudo acertado para a equipe técnica do Estado vir a cidade nos próximos dias, mas a data precisa ainda não foi definida. “Eles ficaram de agendar, mas ainda não obtive resposta. Estou no aguardo”, disse.

Ele não soube adiantar quais escolas serão vistoriadas.

O Tangará em Foco apurou que os prédios das escolas estaduais Pedro Alberto Tayano (Vila Esmeralda) e Bento Muniz (Jardim Santiago), e a nova escola do Altos do Tarumã são alguns dos focos do projeto.

O vereador Claudinho Frare comemorou a notícia. “Desde que assumi como vereador tenho defendido isso, a escola militar tem sido uma das minhas bandeiras. A gente torcia para que fosse construída uma nova escola, para também ampliar as vagas para os alunos, mas fazendo a instalação em um prédio já existente também é de grande importância, é um avanço para nosso município”, destacou.

Veja Também:  PM isola área e recolhe artefato no centro de Cuiabá

Fonte: Tangará em Foco –  Alexandre Rolim

 

Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres MT.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Justiça determina o afastamento de vereador

Publicado

Rodrigo Lemes de Paula (Pros) foi afastado e está proibido de acessar as dependências do Legislativo e do Executivo

Política

G1 MT 

A Justiça determinou na segunda-feira (17) o afastamento do Vereador presidente da Câmara de Campos de Júlio, a 692 km de Cuiabá, Rodrigo Lemes de Paula (Pros), do cargo. Ele é acusado de improbidade administrativa por irregularidades na reforma do prédio da Câmara. A reportagem não conseguiu contato com o parlamentar.

O parlamentar também está proibido de acessar as dependências do Legislativo e do Executivo.

O afastamento foi pedido em janeiro deste ano pelo Ministério Público do Estado de Mato Grosso (MPMT), que ingressou com uma ação civil pública contra o vereador.

A medida, de acordo com o MP, é necessário porque há indícios de que Rodrigo estivesse tentando atrapalhar as investigações contra ele. O auditor nomeado para apurar os atos de improbidade administrativa denunciou perseguição, retaliação e outras formas de abuso de autoridade por parte do vereador.

No pedido de afastamento, o MP afirma que “Rodrigo Lemes de Paula promove medidas retaliatórias desta estirpe, constrangendo frontalmente e usurpando ilegalmente as atribuições do servidor público que é a principal testemunha a ser ouvida acerca da conduta irregular dele”.

Veja Também:  Mato-grossense ganha R$ 120 mil na Lotomania após apostar em 50 números e errar todos

Fonte: G1 MT

Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres MT.

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

O QUE VOCÊ ESTÁ ACHANDO DA GESTÃO DO GOVERNADOR MAURO MENDES ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Esportes

Mais Lidas da Semana