conecte-se conosco


Esportes

Brasil vence China na final do vôlei feminino e conquista tri nos JMM

Publicado

País conta com jogadoras da seleção principal para derrotar anfitriãs

DA AGÊNCIA BRASIL

O Brasil faturou mais uma medalha de ouro na manhã de hoje (22) – já são ao todo sete – com a vitória da seleção feminina de vôlei sobre as donas da casa por 3 sets a 1, nos Jogos Mundiais Militares (JMM), na cidade de Wuhan, na China.

Esta é a terceira vez que o Brasil conquista o título dos JMM: a primeira foi em 2011, no Rio de Janeiro, e depois em 2015, na Coréia do Sul, nesta edição com vitória também sobre as chinesas. Derrotada hoje (22), a China ficou com a prata, e a Coreia do Norte com o bronze.

A equipe brasileira abriu o placar ao vencer o primeiro set por 25 a 23. Em quadra, destaque para quatro jogadoras com passagens pela seleção principal, como as ponteiras Amanda Juliana Francisco,  Elen Braga, Sonaly Cidrão e a líbero Sassá.

No segundo set, as chinesas reagiram e devolveram o placar de 25/23, igualando o placar. A partida seguiu acirrada, e o Brasil voltou a vencer no terceiro set, novamente por 25/23 e depois manteve do domínio do jogo no quarto set: ganhou 25/19, selando a vitória em 3 sets a 1, resultado que garantiu o tricampeonato verde e amarelo.

Veja Também:  Estudo aponta CR7 ‘imune’ à pressão durante os jogos e Neymar muito afetado

As maiores pontuadoras foram Elen Braga (20 pontos), Amanda Juliana Francisco (19) e Sonaly Cidão (17).Também fentraram em quadra hoje Mayahara Silva (nove pontos), Valquíria Dullius (sete), Mariana Casemiro, Priscila Heldes, Angélica Malvinegro,  e Welissa Gonzaga.

Apenas nesta terça-feira (22) o Brasil conquistou 15 medalhas (sete ouros, três pratas e cinco bronzes). Ocupa  a terceira posição no quadro geral de medalhas com um 41 (dez ouros, 13 pratas e 18 bronzes), atrás da líder China com 94 (54 ouros, 25 pratas e 15 bronzes) e da Rússia, segunda colocada, com 76 medalhas (27 ouros, 24 pratas e 25 bronzes).

Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Palmeiras apresenta proposta para contratar técnico Jorge Sampaoli

Publicado

O Palmeiras se reuniu na tarde desta quinta-feira com Jorge Sampaoli, no Rio de Janeiro, e fez uma proposta oficial pelo treinador. A diretoria alviverde espera resposta do argentino, que se desligou do Santos na última terça-feira.

No primeiro contato, feito ainda por intermediários de Sampaoli, os salários pedidos pelo técnico para ele e sua comissão não agradaram o Verdão. Em encontro nesta quinta, a diretoria alviverde conversou mais a fundo com o argentino e aguarda sinal positivo para definir sua comissão técnica.

Jorge Sampaoli conduziu o Santos ao vice-campeonato brasileiro e tinha contrato até o final de 2020, mas resolveu deixar o clube alvinegro em meio a desentendimentos com a diretoria em um episódio que pode terminar na Justiça. No time praiano, foram 35 vitórias, 15 empates e 15 derrotas.

No Palmeiras, se aceitar a proposta, Sampaoli terá poder financeiro para montar um elenco em condições de ser protagonista e brigar por títulos, algo que sentia falta no Santos. Por outro lado, enfrentará um ambiente de maior cobrança e sem a mesma estabilidade que desfrutava no litoral.

Veja Também:  Campeão em 78 critica Messi na Argentina: “Serve pra seleção ganhar dinheiro”

No técnico argentino, o Palmeiras vê a solução para proporcionar a mudança de estilo idealizada por Galiotte após as recentes passagens dos pragmáticos Luiz Felipe Scolari e Mano Menezes. A chegada de Sampaoli, conhecido por atuar de forma ofensiva, deve acalmar torcedores e conselheiros.

Além da negociação com o treinador argentino, o Palmeiras já anunciou a contratação do diretor de futebol Anderson Barros, ex-Botafogo.

Gazeta Esportiva (foto: assessoria/arquivo)

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Definidos adversários do Luverdense, União e Operário na Copa do Brasil de 2020

Publicado

Luverdense, União de Rondonópolis e Operário Várzea-grandense, conheceram, há pouco, seus adversários da primeira fase da Copa do Brasil de 2020. O sorteio foi realizado na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), no Rio de Janeiro. Dois representantes de Mato Grosso terão a obrigação de ganhar para avançar a próxima fase, enquanto o outro já se classificará com um empate.

O Luverdense foi o primeiro time mato-grossense a ser sorteado e jogará a primeira fase fora de casa contra o Bahia de Feira (BA), pela chave dois. O LEC conta com a vantagem do empate. Caso avance para a segunda fase, encara o vencedor do confronto entre Palmas (TO) x Paraná (PR), também fora de casa.

Os duelos que ainda compõe a chave dois, são Caxias (RS) x Botafogo (RJ) e Toledo (PR) x Náutico (PE). Essas quatro equipes são possíveis adversárias do Luverdense em um avanço para a terceira fase da competição.

Já o União de Rondonópolis e o Operário Várzea-grandense ficaram no grupo seis, ambos com a obrigação de ganhar já que jogam em casa. O Colorado receberá o Atlético (GO), enquanto o Operário recebe o Santa Cruz (PE). Caso os clubes mato-grossenses vençam os confrontos, eles se enfrentaram na segunda fase.

Veja Também:  Marcelo Melo e Lukasz Kubot são vice-campeões do Masters 1000 de Indian Wells

Os outros jogos que completam a chave e definem os possíveis adversários dos times de Mato Grosso na terceira fase são, Boa Vista (RJ) x Chapecoense (SC) e Caucaia (CE) x São José (RS).

Apenas a primeira fase da competição nacional contará com a vantagem do empate para o time que joga fora de casa. Nas demais fases, caso o confronto não tenha um vencedor durante o tempo regulamentar, o jogo será decidido nos pênaltis.

Conforme Só Notícias já informou, o início da competição está marcado para fevereiro, e as finais foram antecipadas para setembro, com objetivo de não atrapalhar a fase decisiva do Campeonato Brasileiro. O Cuiabá, que também representará Mato Grosso, não participará do sorteio por ter conseguido vaga direta as oitavas de finais da competição, após garantir o título da Copa Verde 2019.

Redação Só Notícias (fotos: reprodução)

Comentários Facebook
Continue lendo

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Esportes

Mais Lidas da Semana