conecte-se conosco


Esportes

“Cabeça erguida”, diz Carille após eliminação do Corinthians

Publicado

Terra

Técnico lamenta eliminação na Copa do Brasil para o Flamengo, mas elogia postura da equipe

LANCE!

O Corinthians pode sair de cabeça erguida, mesmo com a eliminação da Copa do Brasil. Foi o que disse o técnico do time alvinegro, Fábio Carille após a derrota para o Flamengo por 1 a 0 no Maracanã, nesta terça-feira (4), pelas oitavas de final da competição nacional. O treinador elogiou a atuação da equipe.

Carille aprovou o rendimento do Corinthians (Foto: DELMIRO JUNIOR/PHOTO PREMIUM)

Foto: LANCE!

“São jogos grandes. Nos detalhes, muitas vezes, acaba acontecendo a passagem de um time. Infelizmente não foi o Corinthians. Um detalhe importante, o jogo de lá, o gol que tomamos do Arão, estávamos muito bem posicionados. Acontece, futebol, um cruzamento, volante entrando no meio da nossa linha e acertando a cabeçada. A gente sai de cabeça erguida, muito triste pelo resultado, mas sabendo que podemos crescer mais ainda”, disse.

“A gente vem de uma sequência legal de jogos, falando de rendimento, não de resultados. Com entendimento, marcação forte, rodar a bola, hoje conseguimos fazer isso várias vezes. Acredito que temos espaço para crescer mais ainda nessa temporada. O importante é que o grupo está assimilando bem, e a gente segue firme em duas competições”, complementou.

Veja Também:  Futebol é patrimônio imaterial do povo brasileiro, diz especialista

O Corinthians agora visita o Cruzeiro, no sábado, às 19h, no Mineirão, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro.

Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Mulheres organizam protesto contra vinda do goleiro Bruno para Mato Grosso

Publicado

Esportes

Olhar Direto

Um grupo de mulheres organiza um protesto contra a vinda de Bruno Fernandes para o Operário Futebol Clube de Várzea Grande. O ato está previsto para acontecer na terça-feira (21), às 19h, na Arena Pantanal, em Cuiabá. O goleiro já foi condenado a mais de 20 anos de prisão pelo sequestro, assassinato e ocultação do cadáver de Eliza Samudio, em 2010.

No ato organizado pelo Bloco das Mulheres também haverá manifestação contra feminicídio, crime de ódio baseado no gênero, amplamente definido como o assassinato de mulheres, e outras violências sofridas. Pelo Facebook circulam as informações do protesto. Acesse AQUI.

Bruno Fernandes ficou nove anos preso pela morte de Eliza Samudio e deixou a prisão em julho de 2019, após conseguir na Justiça a progressão de regime para o semiaberto. Em agosto de 2019 ele assinou contrato com o Poços de Caldas F.C., porém deixou o clube dois meses depois.

Em nota, o Conselho Estadual dos Direitos da Mulher de Mato Grosso (CEDM/MT) repudiou a possibilidade de contratação. “Trata-se de alguém que demonstrou profundo ódio e total desrespeito às mulheres ao tratar dessa forma cruel e bárbara aquela que seria a mãe do seu filho”, afirma o conselho.

Veja Também:  Confira a agenda do futebol desta sexta-feira, 12 de abril de 2019

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Ciclista e palestrante, mato-grossense se reinventa após perder perna e braço

Publicado

WhatsApp Image 2020-01-14 at 14.26.53 (6).jpeg

Vivian Nunes/ Especial para O Bom da Notícia

Foto: perfil pessoal

O mato-grossense Luan Paresi, 25, teve a sua vida mudada há 7 anos, quando sofreu um grave acidente de trabalho. Ele era eletricista e sofreu uma descarga elétrica de 34 mil volts, enquanto atendia um chamado de transformador queimado na zona rural, de Tangará da Serra (240 km de Cuiabá).

Na épocaquele momento ele foi levado às pressas para o hospital, mas, como o estado era gravíssimo, acabou tendo o braço direito amputado.

Desde o dia 29 de setembro de 2013 começou sua a luta pela vida. Após perder o braço direito devido uma infecção generalizada, ele entrou em quadro depressivo. “Não sabia onde tirar forças para viver. Era muito sofrimento naquele hospital”, disse.

Luan sempre gostou de praticar esporte e, segundo os médicos, foi um dos pontos que ajudou na recuperação já que ele era um rapaz forte e não sedentário.

Após 53 dias na UTI e 19 dias na enfermaria do hospital, ele recebeu alta. Porém, teve que ficar 2 meses internado em casa sob uso de home care. Mas a superação não acabou por aí. Depois de 3 anos e meio, Luan acabou perdendo sua perna esquerda devido a uma doença de saúde. “Fiz a cirurgia eletiva, sofri muito, mas superei”, contou.

Veja Também:  Ao lado de Tite, Pelé será homenageado em evento na universidade de Harvard

Durante sua recuperação, o tangaraense encontrou um vídeo no Facebook em que uma ciclista da Colômbia tinha apenas uma perna e ainda sim pedalava. Isso fez com que despertasse o interesse. “Ela só tinha uma perna, mas tinha ainda tinha os dois braços […] busquei saber como fazia para conseguir pedalar e fiz o investimento sem mesmo saber se iria conseguir”, relata.

A partir de então Luan foi treinando sem parar e buscando independência. Hoje o ciclista continua superando seus limites e além disso inicia também sua carreira como palestrante motivacional.

“Quero contar minha história para o Brasil à fora e quero motivar pessoas a nunca desistir”, declara.

Para ele, a interação ao esporte muda enormemente a condição psicológica de uma pessoa. “Tive que me reinventar. Isso me fez crescer e ter a minha independência”.

Veja o vídeo de Luan pedalando

Comentários Facebook
Continue lendo

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Esportes

Mais Lidas da Semana