conecte-se conosco


Esportes

Corinthians promove ação de conscientização sobre a epilepsia na Arena

Publicado


Corinthians promoverá as ações em seu estádio antes da partida contra a Ferroviária
Reprodução

Corinthians promoverá as ações em seu estádio antes da partida contra a Ferroviária

Dia 26 de março é celebrado o Dia Mundial da Epilepsia, o Purple Day (Dia Roxo), como é mais conhecido. A UCB Biopharma, laboratório farmacêutico cuja missão é desenvolver soluções para aumentar o bem-estar e a qualidade de vida de pacientes com doenças graves, em parceria com o Corinthians e a Associação Brasileira de Epilepsia (ABE)
, vai levar essa conscientização para o palco de uma das maiores paixões dos brasileiros: o jogo de futebol.

Leia também: Taça do Mundial de Clubes do Corinthians volta a ser penhorada pela Justiça

Durante a partida entre Corinthians
e Ferroviária, que acontece nesta quarta-feira (27), pelas quartas de final do Campeonato Paulista, na Arena Corinthians
, os torcedores receberão informações sobre epilepsia
através de inserções nos telões e anéis de led do estádio.

Criada no Canadá há dez anos, a data tem o objetivo de conscientizar a respeito da epilepsia e educar as pessoas sobre seu controle, seus tratamentos e, sobretudo, diminuir os estigmas que a cercam. 

Veja Também:  Manchester City ajudará financeiramente vítimas de abuso sexual

“Como uma partida decisiva recebe toda a atenção, é o ambiente perfeito para levar entendimento sobre essa condição que atinge tantas pessoas”, afirma Rodrigo Motta, gerente médico da UCB.

Ele explica que o objetivo da ação “Detalhes que Contam, um Movimento de Conscientização sobre a Epilepsia” é sensibilizar, sem vitimizar, diminuindo os estigmas que rondam a doença há tantos anos. “Queremos passar a compreensão de que uma pessoa com epilepsia estuda, trabalha, se diverte e pode ter uma vida normal”, destaca. 

De acordo com a OMS – Organização Mundial da Saúde – aproximadamente 50 milhões de pessoas têm epilepsia ativa em todo o mundo, ou seja, estão em tratamento ou tiveram crises no último ano.

Leia também: Promessa do Corinthians, Lulinha está “escondido” na  Europa

No Brasil, estima-se que este número chegue a três milhões. Cerca de 70% das pessoas conseguem ter uma vida normal fazendo uso do medicamento adequado. No entanto, ainda existe muito preconceito.

Quem tem epilepsia enfrenta o descrédito e o prejulgamento das outras pessoas diariamente. Apesar de ser uma anormalidade elétrica do cérebro, a epilepsia não é uma doença mental, como é confundida muitas vezes por conta da falta de conhecimento da população. 

Veja Também:  COI anuncia prazo de 4 semanas para decidir sobre adiamento das Olimpíadas

Na Arena Corinthians, haverá uma volta olímpica de crianças com epilepsia no intervalo do jogo e antes da escalação dos times. Uma narração, acompanhada de ilustrações no telão, vai “escalar” os primeiros socorros a uma vítima de crise convulsiva. Além disso, 20 crianças com epilepsia entrarão em campo junto aos jogadores do Corinthians, com camisetas roxas para marcar a data. 

Leia também: Presidente do Corinthians minimiza Palmeiras e coloca Flamengo como rival

“Está no DNA do clube ajudar a conscientizar as pessoas sobre uma série de causas. Hoje em dia se fala muito em diversidade, mas, infelizmente, algumas enfermidades, como a epilepsia, ainda enfrentam muito preconceito e desinformação. O Time do Povo não pactua com nenhum tipo de preconceito e no Purple Day vamos ajudar a acabar com o estigma sobre a epilepsia”, diz Andrés Sanchez, presidente do  Corinthians
.

Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Presidente do Mixto anuncia renúncia do cargo “não dá mais” 

Publicado

Dizendo-se sem apoio a frente do clube e desestimulado, Hudson garante que entregará o Mixto em ‘boas condições’. “Fizemos os últimos pagamentos pendentes referente ao Estadual desse ano”, afirmou.

Questionado sobre a possibilidade de o clube ser arrendado ou terceirizado por um grupo de investidores, supostamente interessado, Hudson se mostrou cético: “Um investidor que pretende fechar um negócio não precisa de 60 dias para dar a resposta”, destacou, referindo-se ao prazo solicitado por um emissário enviado à reunião, realizada na noite de quarta-feira na Capital.

Veja Também:  Messi lidera ranking dos jogadores mais bem pagos do mundo; Neymar é o 3°

Hudson não participou do encontro, mas A Gazeta apurou que o tal emissário é um cidadão cuiabano que reside no Rio e se apresentou como representante dos ‘investidores’.

A proposta consiste em o clube ceder todos os direitos ao grupo, incluindo a negociação de atletas revelados nas categorias de base. O mesmo emissário teria citado um investimento de R$ 5 milhões e até a quitação de todas as dívidas do clube. O conselho preferiu não revelar o nome do representante.

A Gazeta (foto: assessoria/arquivo)

Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Secretário-geral da CBF cita Alemanha e cogita volta do futebol em junho

Publicado

“Parar foi necessário e voltar é possível. Esse é o grande aprendizado com o retorno do Alemão… a Alemanha é uma ótima sinalização”, disse o dirigente em entrevista à Agência Reuters.

No último final de semana, a bola voltou a rolar no Campeonato Alemão, com jogos sem torcida. Além disso, como medida para evitar a contaminação, os atletas passaram por testagem e havia restrições na quantidade de pessoas que poderiam entrar nos estádios. Feldman sinalizou que o Brasil pode passar por algo semelhante. “Podemos ter sim só jogos com portões fechados… em países a epidemia vai e volta, tem novas ondas. Aglomerações mesmo só com vacina e controle absoluto”, disse.

Para poder voltar com as atividades do futebol, a Alemanha passou por uma rígida política de isolamento social, que resultou na diminuição do contágio. No Brasil, mesmo com sucessivos recordes de casos em 24 horas, já há movimentações de alguns dirigentes para que os clubes voltem aos treinos. O secretário geral da CBF espera um abrandamento nos meses seguintes para o retorno do futebol por aqui.

Veja Também:  Manchester City ajudará financeiramente vítimas de abuso sexual

“Maio é o período mais dramático da doença e vamos ver as portas que vão se abrir em junho… o aprofundamento da crise, agora, significa que logo em seguida deve vir o abrandamento”, analisou.

Gazeta Esportiva (foto: Alexandre Vidal/assessoria/arquivo)

Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres MT

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

O QUE VOCÊ ESTÁ ACHANDO DA GESTÃO DO GOVERNADOR MAURO MENDES ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Esportes

Mais Lidas da Semana