conecte-se conosco


Barra do Bugres

Diagnósticos de tuberculose em Tangará da Serra são preocupantes

Publicado

Técnica de enfermagem e Enfermeira do setor de tuberculose

Apesar de ser uma doença considerada milenar, a tuberculose ainda é motivo de preocupação na saúde pública por se confundir com outras doenças mais comuns, como gripes e resfriados, o que pode tornar letal o diagnóstico tardio da patologia. Em Tangará da Serra o número é preocupante, sendo que somente neste ano dez pessoas estão em tratamento.

De acordo com enfermeira do setor de Tuberculose e Hanseníase do Município, Cristina Pereira, a estatística é considerada alta e serve como um alerta para população. “Considerando que cada caso pode contaminar de 10 a 15 pessoas por ano, a gente considera que é sim um índice alto”, afirmou a responsável, ao destacar que uma das barreiras em torno do assunto é o preconceito instalado na sociedade. “Pode ser que algumas pessoas não procurem o nosso setor para avaliação, mesmo com os sintomas, por medo das pessoas já acharem que ela está com tuberculose. A pulmonar, de 15 a 30 dias passados após o paciente iniciar o tratamento, a doença não é mais transmitida. Tem pacientes que não contam nem para a própria família e isso é ruim, porque a gente já poderia ir e fazer o bloqueio junto com os familiares e pessoas próximas”, alertou.

Veja Também:  Vereador Jamil sugere projeto de lei que prevê estacionamento gratuito de forma diagonal

Segundo a técnica de enfermagem do setor de Tuberculose, Edna Maria, é importante que a população fique atenta a qualquer um dos sintomas para que possa promover o diagnóstico precoce através do exame de baciloscopia de escarro ou raio-x. “A tuberculose se pega por meio das secreções respiratórias. Doentes não tratados costumam eliminar grande quantidade de bactérias ao tossir, falar ou respirar. Os sintomas são tosse por mais de três semanas, febre, suores noturnos, falta de apetite, emagrecimento, cansaço e mal estar”, alertou a profissional.

Por Rodrigo Soares / Redação DS 

Comentários Facebook
publicidade

Barra do Bugres

Através de tentativa de homicídio PM descobre rede de tráfico de droga em Barra do Bugres

Publicado

Foto: PM/MT

Policiais militares da 12ª Companhia de Barra do Bugres prenderam na última terça-feira (15.09) dois homens por associação ao tráfico de droga, no bairro Maracanã.

Os policiais foram informados que dois homens em uma motocicleta atiraram na direção de pessoas que estavam na Orla do Rio Paraguai.

Em diligência e com as características dos suspeitos, eles foram reconhecidos. Durante o procedimento, um deles conseguiu fugir e não foi localizado.

O homem detido carregava 13 porções de cocaína. Ele alegou ter recebido a ordem de uma organização criminosa para matar duas pessoas,  devido uma dívida de droga. Não houve registro de pessoas feriadas à bala, na ocasião.

Ele apontou a casa do mandante do crime que foi detido logo em seguida. O suspeito seria o responsável pelo tráfico de droga em toda cidade. Na residência, os policiais encontraram mais 10 porções entre cocaína e maconha, uma balança e um revólver calibre 32, com munições intactas e deflagradas. O homem é cadeirante e  monitorado por tornozeleira eletrônica que estava desligada.

Veja Também:  Vereador Jamil sugere projeto de lei que prevê estacionamento gratuito de forma diagonal

Fonte: Assessoria

 

Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Barra do Bugres

Mestre indígena confirma candidatura para representar seu povo

Publicado

Lennon Corezomaé foi escolhido pela comunidade para disputar Câmara Municipal

Por: Matheus Maurício / Muvuca Popular

Lennon.jpeg

Representatividade é a palavra que define algumas candidaturas existentes nas eleições deste ano de 2020. Esse é o caso do indígena e professor da rede pública, Lennon Ferreira Corezomaé, que confirmou sua candidatura a vereador pelo Podemos, na tarde da última segunda-feira (14). Lennon é pertencente ao povo Umutina-Balatiponé, da Aldeia Central do Território Umutina, que fica próximo ao município de Barra do Bugres (166 quilômetros de Cuiabá).

O professor contou a reportagem que ele e seus apoiadores estão com uma expectativa muito grande e otimistas para a sua candidatura, que agora está confirmada, pois caso venha a ganhar é uma chance dos povos indígenas terem um representante e, de certa forma, “voz” na política da região.

“Nós temos a dificuldade de fazer com que os nossos direitos sejam realmente alcançados. E nós acreditamos então que com uma figura, uma pessoa da aldeia, dentro da Câmara Municipal, seria o momento de nós realmente avançarmos nas políticas públicas em favor do povo Umutima”, destaca.

Veja Também:  Boletim informativo do Covid-19 em Barra do Bugres em 10 de agosto 2020

Mesmo sendo uma pessoa jovem e com uma candidatura ainda recente, Lennon relata que já tem algumas propostas que serão estudadas e levadas a seu povo. Uma delas será a de tentar a destinação de 100% do ICMS ecológico para o território Umutina, além de outros projetos já pré-levantados.

“Também há a necessidade de brigar e apoiar pela brigada dentro do território como prevenção às queimadas que tem também. E estamos trabalhando para apoiar a lavoura dentro do nosso território, uma lavoura que possa dar autonomia para o nosso povo e dignidade”, cita o professor ao falar sobre as propostas.

A escolha de seu nome para representar o povo Umutina-Balatiponé foi feita de uma forma democrática, isso porque todas as aldeias foram reunidas e houve até um pleito interno onde ele acabou recebendo a maioria dos votos, após apresentação de algumas de suas propostas, mas Lennon relata que outras áreas têm lhe ajudado.

“Como eu sou professor, a área da educação também tem me dado um bom apoio, professores, secretários, o pessoal de educação de uma forma geral. Junto com os amigos e conhecidos que tem trabalhado para conseguir alavancar mais pessoas que acreditem em uma pessoa jovem que consiga fazer a diferença para toda Barra do Bugres”, finalizou.

Veja Também:  Conheça um pouco da história de Martinho Lemes de Moraes

Lennon Ferreira Corezomaé é formado em educação física desde 2014 pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), mestre em Educação pela UFSCar e desde 2018 foi aprovado no concurso do Governo o Estado, sendo docente no município de Barra do Bugres.

Fonte: Muvuca Popular

Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres MT

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

O QUE VOCÊ ESTÁ ACHANDO DA GESTÃO DO GOVERNADOR MAURO MENDES ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Esportes

Mais Lidas da Semana