conecte-se conosco


Nacional

Dilma Rousseff depõe como testemunha de Lula em ação da Operação Zelotes

Publicado


Ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff: o primeiro é réu na Zelotes, e a segunda será testemunha
José Cruz/ Agência Brasil – 17.12.15

Ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff: o primeiro é réu na Zelotes, e a segunda será testemunha

A ex-presidente Dilma Rousseff (PT) presta depoimento na tarde desta quinta-feira (14) no âmbito de ação penal da Operação Zelotes que apura suposto esquema envolvendo o então presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e a venda de medidas provisórias que favoreciam montadoras , em 2009.

Dilma Rousseff é ouvida por videoconferência, de Porto Alegre, pelo juiz Vallisney de Souza Oliveira, da 10ª Vara Federal de Brasília. O magistrado toma o depoimento de mais três testemunhas nesta tarde: os ex-ministros Jaques Wagner e Nelson Barbosa (ambos presencialmente na sede do tribunal no DF) e também o lobista Hallyson Carvalho Silva.

Inicialmente, estava previsto também audiência com a ex-ministra Ideli Salvatti, mas a defesa de Lula desistiu da inquirição de Ideli.

Nessa ação penal, Lula é acusado de ter cometido crimes de corrupção passiva ao supostamente atuar em esquema que envolveu irregularidades na edição de medida provisória que beneficiou montadoras (a MP 471 ). Também são réus nesse processo o ex-chefe de gabinete Gilberto Carvalho, além dos empresários Carlos Alberto de Oliveira Andrade (Grupo Caoa) e Paulo Ferraz Arantes (MMC – Mitsubishi).

Veja Também:  Agressores de mulheres não poderão tirar carteira de advogado, decide OAB

Essa MP estendeu o desconto no IPI de carros produzidos no Brasil e, antes de ser assinada, passou pelo crivo da então ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff .

Leia também: STF retoma hoje julgamento que pode entregar Lava Jato à Justiça Eleitoral

Mais informações a qualquer momento

Fonte: IG Nacional
Comentários Facebook
publicidade

Nacional

Sítio de Lula é reformado em SP para eventual prisão domiciliar do ex-presidente

Publicado


Sítio de Lula está sendo reformado para uma eventual decisão a favor da prisão domiciliar do ex-presidente
Reprodução/Facebook

Sítio de Lula está sendo reformado para uma eventual decisão a favor da prisão domiciliar do ex-presidente

A prefeitura de São Bernardo do Campo, região do ABC Paulista, autorizou, segundo informações reveladas nesta segunda-feira (25), que fossem iniciadas obras em uma propriedade da família do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na cidade. Tal reforma teria o objetivo de modernizar o local, principalmente para prepará-lo para receber Lula em uma eventual prisão temporária.

As informações são do jornal O Estado de S.Paulo . O sítio de Lula é localizado às margens da represa Billings, e tem cerca de 20 mil metros quadrados, com área de lazer completa e campo de futebol.

De acordo com o jornal, a licença para as obras foi assinada pelo prefeito de São Bernardo do Campo, Orlando Morando (PSDB), na semana passada. Não se sabe, porém, quais serão as obras realizadas no sítio e nem quanto custará tal reforma, dado que será bancada pela família do ex-mandatário.

Veja Também:  Defesa de Lula cria “teoria da conspiração” aocontestar sentença, diz Lava Jato

O ex-presidente petista está preso na Superintendência da Polícia Federal de Curitiba desde o dia 7 de abril do ano passado, condenado a 12 anos e um mês de detenção por corrupção passiva e lavagem de dinheiro para beneficiar empreiteiras em negócios da Petrobras, na Operação Lava Jato .

Desde o dia em que foi detido, o ex-presidente tentou sair duas vezes da sede da PF para participar de um velório. Na terceira vez, conseguiu a permissão e foi velar o neto, também em São Bernardo.

Em novembro de 2018, o ex-presidente tentou prestar suas homenagens ao ex-deputado Sigmaringa Seixas, que era amigo pessoal de Lula. Na decisão, a Justiça afirmou que não poderia liberar o petista, uma vez que não se tratava de um cônjuge ou de um parente de primeiro grau.

Mais tarde, em janeiro, a defesa do ex-presidente recorreu ao Supremo Tribunal Federal (STF) para que o petista pudesse comparecer ao velório do seu irmão, Genival Inácio da Silva. A decisão veio tarde e o petista não saiu da cadeia naquele dia.

Veja Também:  Jean Wyllys é alvo de protestos e de tentativa de ovada em Portugal; veja vídeos

Em paralelo a tais acontecimentos, a defesa de Lula busca convencer o Supremo de conceder prisão domiciliar ao expresidente.

Fonte: IG Nacional
Comentários Facebook
Continue lendo

Nacional

Ministro da ala militar critica Olavo de Carvalho: “Desequilíbrio é evidente”

Publicado


General Santos Cruz  chamou Olavo de Carvalho de
Flickr Monusco

General Santos Cruz chamou Olavo de Carvalho de “inconsequente”

O ministro da Secretaria de Governo, o general Carlos Alberto dos Santos Cruz, criticou o escritor Olavo de Carvalho, considerado o ‘guru intelectual do governo Bolsonaro’. Em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo  publicada nesta segunda-feira (25), o ministro afirmou que Olavo é “desequilibrado”. 

Leia também: Olavo de Carvalho e Malafaia travam guerra conservadora nas redes sociais

“Eu nunca me interessei pelas ideias desse sr. Olavo de Carvalho . Por suas últimas colocações na mídia, com linguajar chulo, com palavrões, inconsequente, o desequilíbrio fica evidente”, opinou Santos Cruz.

O ministro reagiu às críticas de Olavo sobre os militares que hoje fazem parte do governo, principalmente o vice-presidente, general Hamilton Mourão (PRTB). Recentemente, o escritor afirmou que Mourão é “um cara idiota, um estúpido”. “Não o critico, eu o desprezo”, disparou Olavo, atacando também toda a cúpula militar do governo. 

“Ele (Bolsonaro) não reage porque aquele bando de milico que o cerca é tudo um bando de cagão, que tem medo da mídia. Por que eles têm medo da mídia? Porque quando terminou a ditadura militar, eles viram que estavam todos queimados com a mídia, foram para casa e decidiram agora fazer o papel de bonzinho. O que o Bolsonaro tem a ver com isso? Nada. É um homem sozinho, não pode confiar nos que o cercam, não pode confiar na mídia”, completou.

Veja Também:  Agressores de mulheres não poderão tirar carteira de advogado, decide OAB

Leia também: “Ministério é do Vélez. Que o enfie no c*”, diz Olavo de Carvalho

No dia seguinte, o escritor participou de um jantar de recepção ao presidente em uma viagem aos Estados Unidos e, mesmo após as críticas, foi elogiado por ele no discurso. “Um dos grandes inspiradores meus está aqui à minha direita, o professor Olavo de Carvalho, inspirador de muitos jovens no Brasil. Em grande parte, devemos a ele a revolução que estamos vivendo”, ressaltou Bolsonaro. 

Eduardo Bolsonaro, um dos filhos do presidente, afirmou que o escritor “é uma das pessoas mais importantes da história do Brasil” e que, sem ele, ” Bolsonaro não existiria”. O ministro da Economia, Paulo Guedes, ainda disse a Olavo que ele é “o líder da revolução”. 

A ala militar do governo, no entanto, não parece concordar. Além das críticas de Santos Cruz , Mourão também mostrou-se incomodado com as ofensas vindas do escritor e afirmou que Olavo não o conhece e não conhece suas ideias. 

Na semana passada, Olavo de Carvalho reuniu-se com uma plateia de cerca de 100 pessoas nos EUA e afirmou que, até hoje, não sabe quais são as ideias políticas de Bolsonaro. “Conversei com ele quatro vezes na vida, porra”, disse. Ele ainda apontou que, se o governo “continuar como está”, pode acabar em seis meses . “Mesmo se o Bolsonaro fosse dono de um bordel ele seria menos perigoso que o Fernando Haddad, por isso o povo votou nele, não por causa de suas ideias políticas”, completou o escritor. 

Veja Também:  França impedirá atos de coletes amarelos se grupos violentos participarem




Fonte: IG Nacional
Comentários Facebook
Continue lendo

Barra do Bugres e Região

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana