conecte-se conosco


Esportes

Em jogo fraco, Vasco e Corinthians empatam na Arena Amazônia

Publicado

Terra

Vasco e Corinthians empataram por 1 a 1, neste sábado à noite, na Arena Amazônia, pela 3ª rodada do Campeonato Brasileiro. Mateus Vital e Maxi López, ambos no primeiro tempo, marcaram os gols do jogo. O time carioca chegou ao empate através de uma cobrança de pênalti que teve a participação do árbitro de vídeo

Com o empate, o Corinthians chega aos quatro pontos, somando uma vitória, um empate e uma derrota. O Vasco, que vinha de duas derrotas, soma seu primeiro ponto na competição.

Na quarta rodada, o Corinthians receberá o Grêmio, sábado, 19h, em Itaquera. No domingo, o Vasco vai a São Paulo encarar o Santos, às 16h, no Pacaembu.

O JOGO – O confronto começou com o Vasco melhor em campo, com posse de bola superior, mas sem conseguir levar perigo ao gol de Cássio. Preocupado excessivamente com o setor defensivo, o Corinthians não fez um bom primeiro tempo, mas foi reflexo de outros jogos do time nesta temporada: se defende bem e, nas poucas chances em que chega ao ataque, consegue a vantagem. Em Manaus, não foi diferente. Na primeira vez em que chegou ao gol de Sidão, foi preciso, objetivo e abriu o placar.

Veja Também:  São Paulo volta a jogar bem, vence Ituano de novo e garante vaga na semifinal

Aos 16 minutos, após uma saída de bola errada de Luis Gustavo, Mateus Vital dominou no peito, avançou até a área, driblou Raul e Winck e chutou rasteiro, no canto esquerdo de Sidão, para colocar o time paulista em vantagem.

O Vasco, que trocava bola com confiança e personalidade, caiu de rendimento após sofrer o gol. Em desvantagem, se mostrou ansioso e com dificuldades de penetrar na forte marcação corintiana.

Restaram, então, os chutes de fora da área e dois deles levaram perigo ao gol de Cássio. Aos 31, com Pikachu. Três minutos depois, foi a vez de Luiz Gustavo levar perigo ao goleiro.

Em vantagem, o Corinthians não soube controlar a partida. Optou por uma postura muito defensiva, o que é característica do time, deu a bola para o adversário e permitiu que o Vasco voltasse a ter controle do jogo.

“Ficamos um pouco mais atrás. Não é desculpa para recuar tanto, mas o calor está muito forte, e isso cansa. Feliz em poder ajudar a equipe, mas infelizmente tomamos um gol”, lamentou Mateus Vital, que marcou seu quarto gol pelo Corinthians, dois deles contra o Vasco, clube que o revelou.

Veja Também:  Em ‘rodada dos ingleses’ na Champions, Liverpool e Tottenham levam a melhor

E quando o primeiro tempo se encaminhava para a vantagem do Corinthians, o Vasco chegou ao empate com a ajuda do VAR. Após uma disputa com Carlos Augusto, Rossi caiu na área. O árbitro de campo, Rodrigo D’Alonso Ferreira, marcou apenas escanteio para o time carioca. Porém, foi chamado pelo árbitro de vídeo e, após rever o lance através do monitor na lateral do gramado, marcou pênalti para o Vasco.

Na cobrança, Maxi López bateu no canto direito do goleiro Cássio e empatou o confronto. “Chegamos ao empate pela disposição que mostramos no primeiro tempo. Para jogar no Vasco tem que ter disposição, a camisa pesa. Em uma jogada individual, o Mateus foi feliz, mas tivemos disposição para achar o gol”, analisou Rossi.

No início do segundo tempo, Cássio salvou o Corinthians duas vezes no mesmo lance, após um chute de Rossi e o rebote de Pikachu. O time carioca continuou melhor em campo na etapa final, mas já não teve mais forças para chegar à virada. Bem postado defensivamente, o Corinthians não deu espaços e não sofreu mais sustos.

Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Sub-20: Nacional vence Currupira no Raimundão em Barra do Bugres

Publicado

No estádio Raimundão, o Nacional venceu o Currupira por 3 a 2. Com gols de Junior Reis (13), Mateus Silva (11), Nícolas Soares (09). O Currupira, apesar de jogar muito bem não conseguiu a vitória, com Alexandre Felício (10) convertendo dois gols. “Jogamos pra frente, conseguimos dois gols, mas o preparo dos jogadores não contribuiu, acho também que o frio não colaborou, porém fizemos a nossa parte”, disse Moisés Marinho, técnico do Currupira. “Foi uma partida difícil, mas andei estudando as falhas da defesa do adversário e conseguimos explorar, conseguindo a vitória”, afirmou o técnico do Nacional, João dos Reis.

A arbitragem ficou por conta de Alexandre Rodrigues com os seus auxiliares Josiel Lima, Amancio Viegas e Pedro Santana. Elessandra Pereira foi responsável pela mesa.

Autor: Marcos Parada-Assecom

Comentários Facebook
Veja Também:  Brasileirão é a 10ª liga esportiva com maior faturamento em dias de jogo
Continue lendo

Esportes

Luís Roberto é substituído às pressas em transmissão da Globo

Publicado

Terra

Luís Roberto e Globo

Luís Roberto precisou ser trocado em transmissão da Globo após ficar sem voz (Imagem: Reprodução/ TV Globo)

A Globo precisou substituir Luís Roberto de última hora na transmissão de Athletico x Flamengo nesta quarta-feira (10). O duelo aconteceu na Arena da Baixada pelas quartas de final da Copa do Brasil 2019.

O narrador estava escalado para comandar a partida, mas acabou perdendo a voz durante a tarde e, por isso, foi substituído às pressas por Gustavo Villani. Segundo o Gazeta do Povo, ele acabou narrando a partida dos estúdios da Globo em São Paulo.

Luís Roberto estava preparado para narrar a partida direto do estádio. O UOL informou também que, em solidariedade ao veterano, os comentaristas Caio Ribeiro e Júnior, que estavam em Curitiba para o trabalho, não quiseram entrar na transmissão sem o colega debilitado.

A Globo aceitou a decisão da dupla e escalou Roger Flores para comentar a partida junto com Villani em São Paulo.

A publicação afirmou ainda que Luís Roberto fazia trabalhos com a fonoaudióloga Cida Stier momentos antes da partida para tentar se recuperar, mas teve que ficar de fora dela.

Veja Também:  Cristiane sofre lesão na Copa e deve desfalcar o São Paulo por 4 semanas

Comentários Facebook
Continue lendo

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Esportes

Mais Lidas da Semana