conecte-se conosco


Últimas Noticias

Energia não pode ser cortada antes de 60 dias da notificação

Publicado

Lei Estadual rege prazo para corte de luz

Embora a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e as legislações municipais determinem que os cortes nos fornecimentos de energia elétrica e de água por falta de pagamento possam ser efetuados, respectivamente, em 15 e 30 dias após a notificação do usuário, em Mato Grosso existe uma Lei Estadual que rege o assunto, estabelecendo que este prazo é de 60 dias.

Nessa semana, o Diário da Serra foi procurado por um leitor que relatou ter sido alertado a respeito da possibilidade de corte antes do vencimento dos 60 dias. “Por conta de alguns imprevistos que surgiram, atrasei a conta de luz e fiquei assustado com uma ligação da Energisa. Me falaram que a luz poderia ser cortada no dia seguinte, e só tinham 15 dias da notificação”, relatou o leitor, que preferiu não se identificar.

De acordo com o coordenador do Procon de Tangará da Serra, Rossano Ferrari, apesar dessa situação apresentada pelo Diário da Serra, a unidade não costuma receber reclamações do tipo. “Nunca vieram nos apresentar dúvidas sobre isso. Tem reclamações relacionadas a energia, mas de corte, não”, afirmou o coordenador.

Veja Também:  Tangará da Serra abre seleção para contratar 182 estagiários

A reportagem do Diário da Serra tentou entrar em contato com a assessoria de comunicação da Energisa, mas até o fechamento dessa edição não obteve sucesso.

ÁGUA – Em contato com o Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae), o diretor da autarquia, Wesley Torres, afirmou que o Município possui o ‘corte solidário’, onde é colocado um adesivo no registro que concede o prazo de mais dez dias após o vencimento para o consumidor efetuar o pagamento. “Inclusive, 2/3 de nossos consumidores pagam dentro desse aviso prévio. Hoje, o nosso corte solidário é modelo em todo o Estado”, informou Torres.

Rodrigo Soares / Redação DS 

Comentários Facebook
publicidade

Últimas Noticias

Mulher bate carro em para-choque de caminhonete ao estacionar e deixa bilhete para dono em MT

Publicado

No recado, ela assumiu a responsabilidade pelo acidente e deixou o telefone dela para que o proprietário entrasse em contato.

Bilhete foi deixado depois de ficar 1 hora esperando do dono aparecer.


Mulher deixou bilhete em carro após batida — Foto: Arquivo pessoal

Mulher deixou bilhete em carro após batida — Foto: Arquivo pessoal/ G1MT

Uma motorista teve um gesto que chamou atenção dos moradores de Comodoro, a 677 km de Cuiabá. Ao fazer uma baliza, a servidora pública Leila Staut Romera Ribeiro bateu no para-choque de uma caminhonete que estava estacionada. Ficou esperando o dono do carro aparecer por 1 hora.

Como ele não voltou para pegar o carro, a motorista decidiu deixar um bilhete, assumindo a responsabilidade do acidente e anotou o número de telefone dela para que ele entrasse em contato.

“Se fosse com o meu carro, eu ia querer ser avisada, então eu decidi fazer o que gostaria que fizesse comigo”, disse ela.

O acidente ocorreu na sexta-feira (17), quando Leila, acompanhada da irmã, tinha ido ao laboratório buscar resultados de exames da mãe. Ao manobrar o carro, ela escutou um barulho forte e percebeu que havia encostado em uma caminhonete que estava estacionada atrás.

Veja Também:  Polícia Militar de Barra do Bugres prende suspeito de tráfico de Drogas

Ela relatou que desceu para ver o que havia ocorrido e percebeu que tinha riscado o veículo. “Fiquei desesperada. Aí comecei a procurar quem era o dono. Fui nos estabelecimentos próximos e não o encontrei”, contou.

Depois de procurar, ela ainda ficou esperando perto do carro por 1 hora. Como o proprietário da caminhonete não apareceu, ela deixou um bilhete informando sobre o acidente, assumindo a responsabilidade sobre a batida.

“Fui para casa e chorei. Mais tarde, uma mulher me ligou. Fiquei aliviada porque, antes, tive receio que o dono do carro fosse alguém agressivo”, lembrou.

A mulher do outro lado da linha era casada com o dono do carro, um oftalmologista que, de tempos em tempos, faz atendimentos na cidade.

“Fui me encontrar com eles e me propus a pagar o danos. Mas, ele disse que, havia ficado surpreso com meu gesto e, por isso, não precisaria pagar. Fiquei muito feliz. Na verdade, acho que ele foi muito generoso comigo”, relatou a servidora.

Comentários Facebook
Continue lendo

Últimas Noticias

Com força e eficiência, Secretaria de Obras está com equipes de manutenção em todo município de Barra do Bugres

Publicado

Marcos Parada – Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos
Assecom

Equipes da Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos do Município de Barra do Bugres estão espalhadas em vários pontos da extensão do município, realizando manutenções e viabilizando estruturas que facilitarão o trânsito, tanto na cidade, como na área rural.

Na cidade de Barra do Bugres, equipes estão realizando manutenção em vias públicas, entre elas, na Rua Voluntários da Pátria, onde uma avaria ocorrida durante a chuva, fez com que um manilhamento fosse comprometido com o desbarranque da encosta. Enquanto isso, próximo ao Senai, outro grande buraco que originou pelo mesmo motivo, está sendo tapado para não oferecer riscos aos transeuntes. Outra equipe, se encontra na Emanuel Pinheiro, onde uma grande poda de árvores e grama está sendo realizado, juntamente com uma limpeza radical às margens da avenida.

Na área rural, especificamente na região do Assentamento Cabaças outra equipe está trabalhando na manutenção de estradas. Já na estrada do “Santana”, outra equipe de construção de pontes está providenciando madeira para que seja reconstruída uma ponte daquela estrada. Na estrada do Santana, também está ocorrendo patrolamento em locais críticos.

Veja Também:  Construção de campo society é realizada na Escola Alfredo José da Silva em Barra do Bugres

A operação ‘Tapa-buracos’ continua nas ruas e avenidas da cidade.

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

O QUE VOCÊ ESTÁ ACHANDO DA GESTÃO DO GOVERNADOR MAURO MENDES ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Esportes

Mais Lidas da Semana