conecte-se conosco


Mato Grosso

Família de médico que faleceu em acidente de carro realiza campanha de doação de sangue

Publicado

Os familiares do médico Jony Soares Ramos, que faleceu após um acidente de moto, em junho de 2018, decidiram prestar uma homenagem e realizaram uma campanha de doação de sangue, que teve início no sábado (23.02), e mobilizou amigos  e parentes para a coleta.

O ato foi organizado pela irmã, Gian Soares Ramos, que é enfermeira e convocou os amigos pelas redes sociais para doar sangue durante a semana do aniversário do médico, que completaria 50 anos nesta quinta-feira (28).  “A gente pensou numa forma de homenagear, então pensamos em fazer a doação de sangue e pedimos para as pessoas divulgarem nas redes sociais”, explicou.

A campanha organizada pela família já motivou a solidariedade de vários doadores, que têm comparecido ao MT Hemocentro. Faltando apenas um dia para o encerramento da campanha, a unidade já coletou 21 bolsas de sangue, que vão contribuir para reforçar o estoque e atender a todos que necessitarem de transfusão.

Um dos amigos motivados pela campanha, Carlos Cezar Moreira, disse que nunca tinha realizado uma doação de sangue. “Fiquei muito feliz, é uma forma de ajudar, então, estamos fazendo essa campanha do Dr. Joni e agora serei um doador permanente”, argumentou.

Veja Também:  Batalhão de Trânsito comemora 9 anos de trabalho com programação em Cuiabá

Dados da unidade mostram que, em 2018 – apenas no período de carnaval, foram utilizadas 396 bolsas de sangue em pacientes que necessitaram de transfusão de sangue.

A diretora do MT Hemocentro, Silvana Salomão, disse que as doações de sangue podem ser realizadas até sexta-feira (01.03), na unidade sede. “Aqueles que têm essa vontade de ser doador pela primeira vez vai ser atendidos das 7h30 às 17h30, vamos esperá-lo para esta boa ação”.

Critérios para doação

·  Ter idade entre 16 e 69 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos
(Menores de 18 anos devem possuir consentimento formal do responsável;
· Pesar no mínimo 50 kg;
· Estar alimentado;
· Evitar alimentos gordurosos nas 3 horas que antecedem a doação. Caso seja após o almoço, o doador deve aguardar 2 horas;
· Ter dormido 6 horas nas últimas 24 horas;
·  Apresentar documento de identificação com foto emitido por órgão oficial (Carteira de Identidade, Carteira Nacional de Habilitação, Carteira de Trabalho, Passaporte, Registro Nacional de Estrangeiro, Certificado de Reservistas e carteira Profissional emitida por classe).

Veja Também:  Primeira data de pagamento quitará salário de 83% dos servidores

Calendário de doação para o mês de março:

Serviço

O MT Hemocentro é coordenador e referência em hematologia e hemoterapia em Mato Grosso e atende à demanda sanguínea dos prontos-socorros de Cuiabá e de Várzea Grande, do Hospital Universitário Júlio Müller, do Hospital Municipal São Benedito e do Hospital Metropolitano de Várzea Grande. A unidade também é suporte para as 16 unidades de Coleta e Transfusão distribuídas na Hemorrede Estadual. Para mais informações ou para o agendamento de campanha para a coleta de doação, entre em contato pelo número: (65) 3623-0044.

Leia mais

MT Hemocentro intensifica coletas de sangue para reforço do estoque durante carnaval

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Intermat reforma estrutura física em parceria com o Programa Terra a Limpo

Publicado

Será investido o total de R$ 1,9 milhão na reestruturação da autarquia

Lorena Bruschi | Secom-MT

Projeto de reforma da recepção do Intermat – Foto por: Divulgação

Projeto de reforma da recepção do Intermat

O Instituto de Terras de Mato Grosso (Intermat) está reformando a sua estrutura física para melhorar as condições de trabalho, e a prestação de serviços. O investimento previsto é de cerca de R$1,9 milhão, sendo R$ 900 mil, com recursos do Programa Terra a Limpo, por meio de contrato firmado junto ao Fundo Amazônia do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), e o restante, financiado pelo Executivo estadual.

A reforma prioriza a área comum de atendimento, e o conforto do cidadão. A obra prevê a instalação de um elevador no prédio, com o objetivo de atender às normas de acessibilidade, será renovda a parte lógica de Tecnologia da Informação e elétrica, uma nova pintura, e mobiliário para a criação de um ambiente corporativo institucional.

A melhoria da estrutura física faz parte de plano de trabalho do Terra a Limpo, que prevê, além de outras ações, a renovação da infraestrutura física, tecnologia da informação (TI), equipamentos e mobiliários do Instituto.

Veja Também:  "Bombeiros do Futuro" abre inscrições em quatro municípios do Vale do São Lourenço

A intenção é que a modernização da autarquia promova melhorias na gestão, e nos resultados da regularização fundiária em Glebas e Assentamentos localizados em Mato Grosso. O Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) é um dos órgão parceiros na execução das atividades.

“Um ambiente funcional é importantíssimo para melhorar nossas rotinas de trabalho e o atendimento ao cidadão, que necessita dos serviços de regularização fundiária em nosso Estado. Uma estrutura mais moderna será um legado para esta instituição que funciona há mais de 30 anos neste local, e que necessitava de adequações às novas demandas de modernização”, afirma o presidente da autarquia, Francisco Serafim.

Terra a Limpo

O programa prevê um investimento de R$72,9 milhões em Mato Grosso, com o objetivo central de promover a resolução de conflitos e a segurança jurídica pela posse da terra, beneficiando famílias de agricultores de 87 municípios.

O programa foi instituído pelo Decreto nº 1.560, de 29 de junho de 2018, sob a coordenação central da Casa Civil, com a implementação da política fundiária no estado realizada pelo Intermat, e parceria de diversos órgãos estaduais.

Veja Também:  Parceria para uso de mão de obra de presos e investimentos são temas de reuniões

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Prazo para cadastramento das entidades junto a Setasc é prorrogado para até dezembro deste ano

Publicado

A prorrogação do cadastro ocorreu em função da continuidade do programa Nota MT dando oportunidade para que mais instituições se cadastrem na Secretaria

Vívian Lessa | Setasc/MT

– Foto por: Jana Pessôa/Setasc-MT

O prazo para cadastramento das entidades sociais junto a Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc) foi prorrogado para o dia 31 de dezembro de 2020. O aviso de prorrogação foi devidamente publicado no Diário Oficial do dia 7 de janeiro deste ano.

O prazo anterior, que terminava em 2019, foi prorrogado principalmente em virtude da Nota MT, programa do Governo de Mato Grosso que incentiva os contribuintes a pedirem CPF na nota fiscal. O programa já distribuiu mais de R$ 750 mil para 125 entidades sociais que atuam em Mato Grosso. Quando se cadastra no programa, o contribuinte indica uma instituição que será beneficiada caso ele ganha o sorteio.

Para participar do programa, as entidades precisam estar cadastradas no banco de dados da Setasc. Este cadastro também permitirá as entidades acesso a outros projetos, programas do governo, doação de produtos, entre outros. No cadastro, as entidades precisam informar os nomes dos presidentes ou responsáveis, telefones, e-mails e público-alvo, como instituições que atendam majoritariamente pessoas em vulnerabilidade social, indígenas e quilombolas, por exemplo.

Veja Também:  Batalhão de Trânsito comemora 9 anos de trabalho com programação em Cuiabá

As instituições e/ou associações interessadas em fazer parte do banco de dados, ou atualizar informações, devem mandar um e-mail para o endereço: gabinetesac@setasc.mt.gov.br/ colocar no título “Atualização Cadastral – Nome da entidade” ou acessar a página virtual da Setasc.

Outras duas opções: ligar no telefone (65) 3613-4705 ou ainda procurar a Secretaria, no setor Cidadania e Inclusão Socioprodutiva, e atualizar pessoalmente.

Endereço da Setasc : Rua Júlio Domingos de Campos, nº 100, Centro Político Administrativo (CPA) – Cuiabá.

Comentários Facebook
Continue lendo

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Esportes

Mais Lidas da Semana