conecte-se conosco


Geral

Fecomércio-MT apoia a medida nacional do Sesc e Senac que definiram plano de ação de R$ 1 bilhão para combate ao coronavírus

Publicado

A Confederação Nacional de Bens de Comércio, Serviços e Turismo (CNC) enviou ontem ao presidente da República, Jair Bolsonaro, um plano de ações do Sesc e Senac, no valor de R$ 1 bilhão, para conscientização, combate ao coronavírus e prestação de serviços à sociedade nos próximos três meses. Desse modo, a capilaridade das duas instituições, presentes em municípios carentes de estrutura para o enfrentamento do problema, será utilizada para reduzir os impactos da epidemia.

A proposta da CNC, encaminhada também aos ministros da Economia, Paulo Guedes e da Saúde, Luiz Mandetta; ao presidente do Senado Federal, David Alcolumbre e ao presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, é que as ações sugeridas sejam implementadas em substituição ao corte de 50%, por três meses, nas contribuições do Sesc e do Senac, conforme definido em plano emergencial divulgado pelo governo no início desta semana e cujo efeito financeiro também equivale a R$ 1 bilhão.

“A Confederação, através do Sesc e do Senac, está preparada para ajudar o governo na conscientização para reduzir os impactos do coronavírus na sociedade brasileira, assim como no combate à epidemia. Temos estrutura, capilaridade e pessoal, assim como canais de comunicação já abertos com as comunidades. Nossas propostas poderão ser, inclusive, adaptadas a mudanças que venham a ser sugeridas pelo Ministério da Saúde”, esclareceu o presidente da CNC, José Roberto Tadros.

O plano a ser executado nos próximos três meses (abril, maio e junho) pelo Sistema Comércio, por meio do Sesc e Senac, visa a mobilização e disseminação de conhecimento; aperfeiçoamento de competências dos profissionais da área de saúde que atuarão no contexto da pandemia, além de apoio e instrumentalização à política pública de combate ao vírus e de segurança alimentar.

Veja Também:  Edital de Incentivo a Ações Culturais nos Municípios sugere diversas áreas temáticas

Atualmente, o Sesc e o Senac estão presentes em mais de 2.400 municípios, prestando atendimentos nas áreas de educação, saúde, esporte, lazer, cultura, assistência, programa de distribuição de alimentos, atuando, muitas vezes, onde o poder público não consegue chegar.

A CNC alerta, no documento, que o corte de 50% da contribuição compulsória, definido pelo governo, poderá levar, ao contrário, ao fechamento de unidades do Sesc e do Senac, levando à diminuição de atendimentos, redução do quadro de empregados e suspensão de investimentos programados.

A proposta do governo como benefício para o empresariado em nada amenizará os impactos da crise, pois, para as empresas contribuintes (cerca de 600 mil de médio e grande portes), a economia média mensal será em torno de 350 reais por empresa, não representando, assim, uma economia expressiva que justifique a desconstrução do sistema.

Seguem as propostas de ações apresentadas:

1 – Colaborar na identificação da abrangência do número de infectados no Brasil e no apoio à instrumentalização dos profissionais de saúde, por meio da aquisição e distribuição de materiais necessários à prevenção e ao combate à pandemia, em conformidade com as orientações dos órgãos governamentais de saúde.

2 – Em caráter emergencial, mobilizar as redes de supermercados, restaurantes, bares e outros doadores para a coleta e distribuição de alimentos para instituições sociais, por meio do Projeto MESA BRASIL [1], de abrangência nacional.

Veja Também:  MEDO INVISÍVEL 2: incoerência

3 – Disponibilizar as unidades do Sesc e do Senac, incluindo 50 Unidades Móveis, para ampliação e interiorização das ações de atenção primária à saúde, tais como: vacinação, coleta de sangue, ações gerais de prevenção, dentre outras.

4 – Desenvolver e ofertar programações, gratuitamente, para mobilização da sociedade em geral e/ou para capacitação de profissionais da área de saúde, em consonância com as demandas e prioridades do Sistema Único de Saúde, por meio das plataformas digitais de ambas as instituições (Sesc e Senac).

5 – Aquisição e disponibilização de respiradores e outros equipamentos necessários para o tratamento de infectados.

O Sistema S do Comércio, composto pela Fecomércio, Sesc e Senac em Mato Grosso, é presidido por José Wenceslau de Souza Júnior. A entidade é filiada à Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), que está sob o comando de José Roberto Tadros.

[1] O Mesa Brasil SESC é uma rede nacional de bancos de alimentos contra a fome o desperdício. Seu objetivo é contribuir para a promoção da cidadania e a melhoria da qualidade de vida de pessoas em situação de pobreza, em uma perspectiva de inclusão social. Trata-se essencialmente de um programa de Segurança Alimentar e Nutricional, baseado em ações educativas e de distribuição de alimentos excedentes ou fora dos padrões de comercialização, mas que ainda podem ser consumidos. Hoje o programa atende diariamente a uma rede de aproximadamente 6.000 instituições em todos os estados brasileiros.

Comentários Facebook
publicidade

Economia

IPVA de placas com finais 4, 5, 6 e 7 têm nova data de vencimento

Publicado

Prorrogação do vencimento é uma das medidas adotadas em função da pandemia de coronavírus

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre)

As datas de vencimentos do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) dos veículos com finais de placa 4, 5, 6 e 7 foram alteradas. A nova data foi estabelecida depois que o governo prorrogou a cobrança do imposto nos meses de maio e abril.

A prorrogação do vencimento é uma das medidas adotadas pelo Estado em função da pandemia de coronavírus.

Com a medida, o IPVA dos veículos com placas finais 4 e 5, com vencimento em 31 de março, foi transferido para o mês de maio.

Já o IPVA dos veículos com finais 6 e 7, que teria que ser pago até 30 de abril, foi postergado para o mês de junho.

Nos casos dos parcelamentos já realizados e impressos, será necessário acessar novamente o sistema para fazer a reimpressão dos boletos.

O vencimento dos boletos dos meses anteriores e que ainda devem ser pagos também foram prorrogados. Dessa forma, as parcelas referente aos meses março e abril serão cobradas em maio e junho.

Veja Também:  Implantes dentários sem cortes: entenda a cirurgia guiada

Para imprimir os novos boletos, o contribuinte precisa acessar o Sistema IPVA , informar o chassi ou renavan do veículo e escolher a forma de pagamento.

Comentários Facebook
Continue lendo

Geral

CNN brasileira estréia brigando por audiência

Publicado

Grande novidade no cenário televisivo do país, a franquia da maior emissora jornalística do mundo, a CNN, foi lançada com festa e barulho na mídia nacional. Após cooptar grandes nomes de emissoras da TV aberta, a CNN Brasil foi ao ar pela primeira vez no último dia 15 e já começou relevante e atraindo audiência.

A entrevista exclusiva que realizou com o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, no dia das manifestações que aconteceram em diversas cidades de todas as regiões do país, repercutiu devido ao fato do mandatário ter participado daquela realizada em Brasília, capital federal. Sua concorrente direta, a GloboNews, modificou toda a sua programação para enfrentá-la.

Bolsonaro afirmou que não fez parte de fato do movimento nas ruas, apenas cumprimentou alguns membros do evento que foram vê-o em frente ao Palácio do Planalto, sede oficial do governo brasileiro. Além de entrevistar excepcionalmente o chefe do executivo nacional, a emissora estreou programas que permanecerão diariamente na grade da emissora.

Veja Também:  Conheça algumas dicas para ganhar na Lotofácil

Nomes como William Waack, Evaristo Costa, Phelipe Siani, Mari Palma, Monalisa Perrone, Cristiane Dias e Daniela Lima são apenas alguns dos inúmeros profissionais que já estão no ar pela emissora. Há programas similares àqueles existentes em outros canais, abertos ou não, a emissora inovou com algumas novidades interessantes.

Gabriela Prioli e Caio Coppola costumam duelar sobre temas polêmicos, geralmente ligados às notícias recentes ou à política nacional e prometem chamar ainda mais a atenção dos telespectadores. Em breve assuntos como a liberação dos cassinos como o  Brasilvegas, o casamento de pessoas do mesmo sexo e outros temas relevantes atuais também devem ser abordados.

Fonte: O Livre

 

Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres MT

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

O QUE VOCÊ ESTÁ ACHANDO DA GESTÃO DO GOVERNADOR MAURO MENDES ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Esportes

Mais Lidas da Semana