conecte-se conosco


Esportes

Flamengo vence Corinthians e avança na Copa do Brasil

Publicado

Terra

Rodrigo Caio marcou e garantiu nova vitória rubro-negra por 1 a 0 nas oitavas de final do torneio

Com auxílio do VAR, o Flamengo repetiu o placar do jogo de ida, venceu o Corinthians por 1 a 0 nesta terça-feira, no Maracanã, e garantiu vaga para as quartas de final da Copa do Brasil. Rodrigo Caio fez o gol que inicialmente foi anulado pelo auxiliar. Mas o árbitro de vídeo foi consultado e validou o gol, pois o zagueiro estava em condição legal.

O sorteio dos confrontos da próxima fase acontecerá na segunda-feira, às 15h, na sede da CBF. As equipes agora voltam a campo pelo Campeonato Brasileiro. O Corinthians no sábado visitará o Cruzeiro. O Flamengo tem o clássico com o Fluminense, domingo, no Maracanã.

Diego, jogador do Flamengo, durante a segunda partida contra o Corinthians, válida pelas oitavas de final da Copa do Brasil 2019. Foto: Cesar Sales/Am Press & Images/Gazeta Press / Gazeta Press

O técnico Fábio Carille apostou na mesma escalação da partida contra o Deportivo Lara, com Jadson e Sornoza responsáveis pela armação das jogadas – somente Fagner, machucado, ficou de fora e deu lugar a Michel Macedo. Os dois meias davam velocidade na saída de bola dos visitantes e o Corinthians era superior em campo.

Veja Também:  Atacante brasileiro abandona partida na Bolívia após ser alvo de racismo

Clayson aproveitou uma saída errada da zaga do Flamengo e mandou de fora da área com perigo. Ralf, destaque por anular o meio-campo rubro-negro, mandou uma bomba, de primeira, da intermediária, no travessão. O VAR precisou ser acionado para ver se a bola havia entrado.

O time alvinegro não dava espaço ao adversário, que não conseguia chegar ao gol de Cássio. O Flamengo só equilibrou a partida nos minutos finais do primeiro tempo, quando Everton Ribeiro apareceu nas costas de Danilo Avelar e cabeceou para grande defesa do goleiro corintiano.

Na etapa final, Vagner Love obrigou Diego Alves a fazer grande defesa e amadurecia o gol dos visitantes. O Flamengo tentava chegar pela esquerda em cima de Michel Macedo, o pior jogador do Corinthians. Bruno Henrique cabeceou na trave e acordou os torcedores rubro-negros.

Carille tentou colocar o time mais à frente com a entrada de Gustagol na vaga de Sornoza e pouco depois Boselli no lugar de Junior Urso. Mas o meio-campo do Corinthians parecia ter cansado e o Flamengo ganhava espaço.

Veja Também:  Caso Daniel: “Extremamente bêbado”, jogador se envolveu em confusão na balada

O Flamengo chegou a mandar a bola para as redes com Rodrigo Caio, mas o zagueiro cometeu falta em Clayson no início do lance e o árbitro anulou. Rodrigo Caio, no entanto, aos 41 minutos, aproveitou cruzamento da esquerda e mandou para as redes. O auxiliar anulou e assinalou impedimento, mas o VAR validou.

Boselli quase surpreendeu na saída de bola e mandou do meio-campo no travessão. Jadson também acertou a trave, mas o Flamengo segurou o resultado e avançou na Copa do Brasil.

FICHA TÉCNICA:

FLAMENGO 1 X 0 CORINTHIANS

FLAMENGO: Diego Alves; Pará, Léo Duarte, Rodrigo Caio e Renê; Piris da Motta, Willian Arão (Ronaldo), Everton Ribeiro, Diego e Gabigol; Bruno Henrique (Vitinho). Técnico: Marcelo Salles (interino).

CORINTHIANS: Cássio; Michel Macedo, Manoel, Henrique e Danilo Avelar; Ralf (Regis), Junior Urso (Boselli) e Sornoza (Gustagol); Jadson, Vagner Love e Clayson. Técnico: Fábio Carille.

GOLS: Rodrigo Caio, aos 41 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO: Leandro Pedro Vuaden (RS).

CARTÕES AMARELOS: Léo Duarte e Gabigol (Flamengo) e Michel Macedo e Clayson (Corinthians).

PÚBLICO: 60.171 torcedores.

RENDA: R$ 3.571.041,25.

LOCAL: Maracanã, no Rio.

Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Mulheres organizam protesto contra vinda do goleiro Bruno para Mato Grosso

Publicado

Esportes

Olhar Direto

Um grupo de mulheres organiza um protesto contra a vinda de Bruno Fernandes para o Operário Futebol Clube de Várzea Grande. O ato está previsto para acontecer na terça-feira (21), às 19h, na Arena Pantanal, em Cuiabá. O goleiro já foi condenado a mais de 20 anos de prisão pelo sequestro, assassinato e ocultação do cadáver de Eliza Samudio, em 2010.

No ato organizado pelo Bloco das Mulheres também haverá manifestação contra feminicídio, crime de ódio baseado no gênero, amplamente definido como o assassinato de mulheres, e outras violências sofridas. Pelo Facebook circulam as informações do protesto. Acesse AQUI.

Bruno Fernandes ficou nove anos preso pela morte de Eliza Samudio e deixou a prisão em julho de 2019, após conseguir na Justiça a progressão de regime para o semiaberto. Em agosto de 2019 ele assinou contrato com o Poços de Caldas F.C., porém deixou o clube dois meses depois.

Em nota, o Conselho Estadual dos Direitos da Mulher de Mato Grosso (CEDM/MT) repudiou a possibilidade de contratação. “Trata-se de alguém que demonstrou profundo ódio e total desrespeito às mulheres ao tratar dessa forma cruel e bárbara aquela que seria a mãe do seu filho”, afirma o conselho.

Veja Também:  Manchester City entra na briga pela contratação de Everton, segundo jornal

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Ciclista e palestrante, mato-grossense se reinventa após perder perna e braço

Publicado

WhatsApp Image 2020-01-14 at 14.26.53 (6).jpeg

Vivian Nunes/ Especial para O Bom da Notícia

Foto: perfil pessoal

O mato-grossense Luan Paresi, 25, teve a sua vida mudada há 7 anos, quando sofreu um grave acidente de trabalho. Ele era eletricista e sofreu uma descarga elétrica de 34 mil volts, enquanto atendia um chamado de transformador queimado na zona rural, de Tangará da Serra (240 km de Cuiabá).

Na épocaquele momento ele foi levado às pressas para o hospital, mas, como o estado era gravíssimo, acabou tendo o braço direito amputado.

Desde o dia 29 de setembro de 2013 começou sua a luta pela vida. Após perder o braço direito devido uma infecção generalizada, ele entrou em quadro depressivo. “Não sabia onde tirar forças para viver. Era muito sofrimento naquele hospital”, disse.

Luan sempre gostou de praticar esporte e, segundo os médicos, foi um dos pontos que ajudou na recuperação já que ele era um rapaz forte e não sedentário.

Após 53 dias na UTI e 19 dias na enfermaria do hospital, ele recebeu alta. Porém, teve que ficar 2 meses internado em casa sob uso de home care. Mas a superação não acabou por aí. Depois de 3 anos e meio, Luan acabou perdendo sua perna esquerda devido a uma doença de saúde. “Fiz a cirurgia eletiva, sofri muito, mas superei”, contou.

Veja Também:  Raikkonen está próximo de se tornar piloto com mais corridas na F1

Durante sua recuperação, o tangaraense encontrou um vídeo no Facebook em que uma ciclista da Colômbia tinha apenas uma perna e ainda sim pedalava. Isso fez com que despertasse o interesse. “Ela só tinha uma perna, mas tinha ainda tinha os dois braços […] busquei saber como fazia para conseguir pedalar e fiz o investimento sem mesmo saber se iria conseguir”, relata.

A partir de então Luan foi treinando sem parar e buscando independência. Hoje o ciclista continua superando seus limites e além disso inicia também sua carreira como palestrante motivacional.

“Quero contar minha história para o Brasil à fora e quero motivar pessoas a nunca desistir”, declara.

Para ele, a interação ao esporte muda enormemente a condição psicológica de uma pessoa. “Tive que me reinventar. Isso me fez crescer e ter a minha independência”.

Veja o vídeo de Luan pedalando

Comentários Facebook
Continue lendo

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Esportes

Mais Lidas da Semana