conecte-se conosco


Esportes

Governo do Estado finaliza COT UFMT e entrega complexo para universidade no dia 28

Publicado

Após quatro anos de paralisação, obra do Centro Olímpico de Treinamento foi retomada e concluída em 2019; espaço abriga campo de futebol e pista padrão internacional

Ivana Maranhão | Secom-MT

Investimentos na construção da estrutura esportiva ultrapassam R$ 17 milhões – Foto por: Rodolfo Perdigão Secom-MT

Investimentos na construção da estrutura esportiva ultrapassam R$ 17 milhões

Considerada uma das principais obras esperadas para a Copa do Mundo de 2014, o Centro Olímpico de Treinamento da Universidade Federal de Mato Grosso (COT UFMT) foi totalmente concluído e será entregue oficialmente à universidade no final de janeiro (dia 28) pelo Governo do Estado.

O complexo, que contou com investimentos de R$ 17,1 milhões, tem em sua estrutura um campo de futebol, uma pista de atletismo padrão internacional, que vem sendo utilizada desde 2018 para eventos esportivos, e arquibancada com capacidade para receber até 1,5 mil pessoas.

Segundo informações da equipe técnica da Secretaria Adjunta de Obras Especiais, da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), que coordenou os trabalhos na gestão atual do governo estadual, o término da obra foi possível após uma série de tratativas com a empresa responsável pela obra e a quitação de pagamentos (multas, glosas, retenções judiciais, entre outros), que não vinham sendo feitos desde 2014, bem como a resolução de pendências técnicas realizadas em parceria com a UFMT, responsável pelo projeto do COT.

O secretário Marcelo de Oliveira, titular da Sinfra, afirmou que a finalização de obras remanescentes da Copa do Mundo foi uma solicitação governador Mauro Mendes ainda no início da gestão e vem sendo cumprida.

Veja Também:  PM ampliará cursos de capacitação e aprimoramento técnico para tropa

“No início da sua gestão o governador nos pediu para que fizéssemos um trabalho muito sério para que pudéssemos retomar essas obras e dar uma conclusão. É inadmissível que um Estado espere sete a oito anos para entregar uma obra como a implantação e duplicação da Avenida Parque do Barbado e o COT UFMT, que eram para estar finalizadas em 2014. E agora as duas estão finalizadas”, salientou.

Complementando o tema, o titular da Infraestrutura citou que a Sinfra atuou ainda em 2019 para retomada dos trabalhos de revitalização do Córrego Mané Pinto, na Avenida 8 de Abril.

“Nossa previsão é de entregar essa obra em dezembro de 2020”, destacou ele, revelando que a equipe da Sinfra trabalha agora para reiniciar este ano as obras de revitalização e duplicação da Avenida Arquimedes Pereira Lima (Estrada do Moinho), cujas tratativas com a construtora tiveram início no primeiro ano da atual gestão da pasta.

Reiterando a fala, o secretário adjunto de Obras Especiais, Isaac Nascimento Filho, afirmou que toda as metas traçadas para 2019 foram executadas pela Adjunta. “Conseguimos vencer diversos imbróglios técnicos e jurídicos referentes a contratos remanescentes da Copa. Estamos bastante satisfeitos com o trabalho da equipe e em 2020 vamos continuar atuando para destravar outras obras importantes”, pontuou.

Obra do COT

O Centro Olímpico de Treinamento da UFMT (COT UFMT) conta com uma área construída de 5,4 mil metros quadrados e uma arquitetura moderna. Os vários espaços do complexo estão divididos em três pisos e a área externa engloba arquibancada para o público, pista de atletismo e campo de futebol.

Veja Também:  Ex-Juve ataca reação de Bonucci: “É tão violenta quanto os gritos de macaco”

De acordo com a equipe de engenharia da Sinfra, a estrutura do COT é completa, composta por dois vestiários climatizados (com uso de placas solares) com espaço destinado a aquecimento dos atletas, uma sala para comissão técnica e uma segunda para apoio médico.

O local possui ainda oito banheiros, sendo quatro para Portadores de Deficiência (PCDs). Quatro deles estão no primeiro piso e outros quatro no segundo. A estrutura comporta também seis salas de aula, quatro camarotes, um local para lanchonete, sala antidoping, auditório, elevador com acessibilidade, duas salas de apoio, uma sala técnica, dois depósitos e um mirante.

Na parte de fora, ficam a pista de atletismo, construída seguindo padrão internacional estabelecido pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAT), e o campo de futebol, que possui quatro torres de iluminação, com refletores.

Conforme informações da área de engenharia e fiscalização da obra, desde o primeiro semestre de 2019, quando foram retomados os trabalhos para conclusão do COT UFMT uma série de serviços foram concluídos. Entre eles, a finalização das instalações de prevenção e combate a incêndio; conclusão das instalações hidrossanitárias (água fria e água quente), além de loucas e metais; fixação de esquadrias; instalação de ar condicionado; comunicação visual do empreendimento; colocação do elevador, sistema de catracas; instalação dos armários dos vestiários, além da implantação do piso monolítico (que proporcionam unidade); rampa e calçamento, bem como, pintura, iluminação e paisagismo.

Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Mixto, Araguaia e Luverdense ainda correm risco de ser rebaixados para Série B

Publicado

Faltando três rodadas para o encerramento da primeira fase do Campeonato Mato-grossense, três clubes ainda lutam para escapar do rebaixamento porque, de acordo com o regulamento da competição, os dois últimos colocados da fase já estarão automaticamente rebaixados para a Segunda Divisão. Se o Estadual terminasse hoje estariam nesta condição o lanterna Araguaia, que em seis jogos não obteve nenhuma vitória, e o Mixto Esporte Clube, que somou apenas 4 pontos na competição.

Com a vitória do Luverdense sobre o Araguaia, na tarde de sábado de Carnaval, o alvinegro foi empurrado para o Z2, o que obriga o alvinegro a somar pontos nas últimas rodadas para evitar a queda e ainda torcer contra o Luverdense.

E o primeiro duelo decisivo do Tigre será no próximo domingo, 1º de maço, em Cuiabá, diante do Dom Bosco, na reedição do tradicional ‘Clássico Vovô’. Com 8 pontos – quatro a mais que o alvinegro, o Dom Bosco está numa posição confortável. Estaria classificado ao lado do líder Cuiabá (16), o vice-líder União (14), o terceiro colocado, Operário (11), o quarto (Sinop, com 10), o quinto (Nova Mutum, com 8 pontos), Poconé (7) e Luverdense (5).

Veja Também:  Corpo de Bombeiros orienta sobre cuidados ao frequentar rios, lagos e cachoeiras

Na rodada seguinte o desafio será contra o Poconé, também na Arena, e, por fim, encara o Luverdense, fora de casa, no jogo que simplesmente poderá apontar o rebaixado, uma verdadeira decisão. Em caso de empate entre os dois ameaçados, a vaga por ser decidida nos critérios que incluem por exemplo, maior número de gols marcados.

O Araguaia, de Barra do Garças, que faz a pior campanha dos 10 clubes, enfrentará o Nova Mutum, no próximo domingo, em Mutum; o Dom Bosco, no Zeca Costa e na última rodada o Poconé, no Neco Falcão, na cidade Pantaneira. A julgar pelas campanhas dos adversários, dificilmente o time treinado por Kiko Araújo terá condições de escapar da degola.

Na segunda fase, os 8 classificados serão divididos em quatro grupos e se enfrentarão em jogos de ida e volta; classificando-se para a Terceira Fase (Semifinal) os que obtiveram a maior quantidade de pontos. De acordo com o regulamento, em caso de empate ao final dos dois jogos, os classificados serão conhecidos através do maior saldo de gols nas duas partidas.

Veja Também:  Ex-Juve ataca reação de Bonucci: “É tão violenta quanto os gritos de macaco”

Se o empate persistir as vagas serão decididas nas cobranças de tiros livros diretos da marca penal. Os clubes com melhores campanhas na Primeira Fase decidirão em casa.

A Gazeta (foto: arquivo/assessoria)

Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres MT.

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Presidente diz que Sinop está bem e quer estádio lotado contra Luverdense

Publicado

Os ingressos para o clássico entre Sinop e Luverdense começam ser vendidos, hoje à tarde, na portaria do estádio Gigante do Norte, com valor de R$ 10. O jogo será domingo, às 17h e a expectativa da diretoria do Galo é ter o estádio lotado, “Queremos bater recorde de público, colocar muitos torcedores no estádio. O Sinop está bem no Campeonato Mato-grossense e é um dos clássicos mais tradicionais do nosso futebol. Precisamos do apoio dos torcedores nesse momento, que compareçam ao estádio e apoiem o clube”, destacou, ao Só Notícias, o presidente do time, Agnaldo Turra.

As duas equipes vivem momentos diferentes no certame. Faltando três rodadas, o Luverdense, que ainda tem chances de ser rebaixado, precisa vencer as três para não depender de combinação. Tem 5 pontos e está em 8º na tabela, sendo a primeira equipe fora do Z2 (mas o Mixto está na cola com 1 ponto atrás). Venceu apenas um jogo, tem dois empates e três derrotas. Um revés pode colocar a equipe na degola novamente.

Veja Também:  Obras paradas em MT consumiram R$ 3,3 bilhões dos cofres públicos e não foram entregues à população

Já o Sinop vai em busca do triunfo para garantir de vez a vaga à próxima fase pois está em 4º, com 10 pontos, a menos que o 3º colocado Operário. O Sinop tem três vitórias, um empate e duas derrotas, venceu todas as partidas que disputou no Gigantão.

Historicamente quando se encontram os times proporcionam grandes embates. O confronto mais marcante aconteceu em 2016, pela final do Estadual. O resultado é lamentado até hoje pelos torcedores do Galo, que viram o time perder o título dentro de casa. No Passo das Emas o duelo acabou empatado, em 0 a 0, e na volta, o Luverdense foi superior e garantiu o triunfo pelo placar de 1 a 0.

Classificação
1 Cuiabá – 16 pontos
2 União de Rondonópolis – 14
3 Operário Várzea-grandense – 11
4 Sinop – 10
5 Nova Mutum – 8
6 Dom Bosco – 8
7 Poconé – 7
8 Luverdense – 5
9 Mixto – 4
10 Araguaia – 0

Só Notícias/Luan Cordeiro (foto: Valcir Pereira/arquivo)

Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres MT.

Veja Também:  Greve na Educação “Lider” Governo não tem caixa e não pode olhar só uma categoria

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

O QUE VOCÊ ESTÁ ACHANDO DA GESTÃO DO GOVERNADOR MAURO MENDES ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Esportes

Mais Lidas da Semana