conecte-se conosco


Esportes

Hamilton supera Schumacher como piloto mais bem pago da história da Fórmula 1

Publicado


lewis hamilton comemora título
Divulgação

Lewis Hamilton é pentacampeão da Fórmula 1

O pentacampeão mundial de Fórmula 1 Lewis Hamilton superou simplesmente o heptacampeão Michael Schumacher como o piloto mais bem pago da história da categoria, de acordo com lista feita pela Forbes.

Segundo a revista, Hamilton
já recebeu 489 milhões de dólares (R$ 1,88 bilhão) em sua carreira, enquanto Schumacher
, que liderava a lista desde 1999, faturou 464 milhões de dólares (R$ 1,78 bilhão).

Leia também: Cinco anos após acidente, o que se sabe sobre o estado de saúde de Schumacher?

Dentro do top 10 da Forbes
estão dois pilotos brasileiros, Felipe Massa
e Rubens Barrichello
, que estão empatados na 9ª posição, com um acumulado de 110 milhões de dólares (R$ 424 milhões) cada.

Confira a lista

  1. Lewis Hamilton 
    – US$ 489 milhões (R$ 1,88 bilhão)
  2.  Michael Schumacher  – US$ 464 milhões (R$1,78 bilhão)
  3.  Fernando Alonso – US$ 458 milhões (1,76 bilhão)
  4.  Sebastian Vettel  – US$ 358 milhões (R$1,37 bilhão)
  5.  Kimi Raikkonen – US$ 331 milhões (R$ 1,27 bilhão)
  6.  Jenson Button – US$ 147 milhões (R$ 566 milhões)
  7.  Ralf Schumacher – US$ 121 milhões (R$ 466 milhões)
  8.  Jacques Villeneuve – US$ 115 milhões (R$ 443 milhões)
  9. Felipe Massa e Rubens Barrichello – US$ 110 milhões (R$ 424 milhões)
Veja Também:  Confira a agenda do futebol desta quinta-feira, 11 de abril de 2019

Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Federação não descarta possibilidade de realizar reunião on-line com presidentes

Publicado

Apesar de considerar a possibilidade de adotar o meio virtual, a federação ponderou que ainda está sob “orientação do poder público”. Além disso, lembrou também que há “decretos que ainda estão em vigor”, dificultando a realização de um debate mais consistente sobre o futuro da competição e das equipes.

A competição foi paralisada nas quartas de final. Cuiabá, Operário Várzea-grandense, União de Rondonópolis, Sinop, Nova Mutum, Poconé, Dom Bosco e Luverdense estavam classificados e disputariam em jogos de ida e volta vaga para a semifinal do certame.

Conforme Só Notícias já informou, na última semana a FMF chegou a anunciar que realizaria a reunião de maneira presencial em Cuiabá, porém logo recuou e optou pelo cancelamento, explicando que “junto com o poder público”, decidiu remarcar a reunião para outra data, que ainda será confirmada, “evitando assim o trânsito dos representantes das equipes para municípios diferentes”.

Veja Também:  Sergio Ramos e presidente do Real têm discussão ríspida no vestiário após queda

Estava previsto que a reunião debateria sobre o futuro do Mato-grossense e de acordo com a assessoria, também seriam definidas as adequações do atual calendário com os clubes.

Só Notícias/Luan Cordeiro (foto: assessoria/arquivo)

Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Chamusca e volante do Cuiabá lamentam morte do técnico Vadão

Publicado

A morte do treinador Vadão, que ontem não resistiu ao tratamento de um câncer no fígado e faleceu em São Paulo aos 63 anos, abalou parte do elenco do Cuiabá que trabalhou com o consagrado técnico, que, entre outros, dirigiu o Corinthians, São Paulo e Seleção Brasileira feminina. O treinador do Dourado, Marcelo Chamusca e o volante Auremir manifestaram pesar pela perda do amigo.

Chamusca foi auxiliar técnico de Vadão no Bahia durante o primeiro semestre de 2004, pouco antes de o treinador do Cuiabá passar a dirigir o São Caetano. “Trabalhar com Vadão no Bahia foi um período de muito aprendizado. Vadão era muito humilde, tinha uma humildade absurda, incrível. A sua gestão de grupo também era excelente e conseguia deixar o ambiente sempre com muita harmonia, especialmente, no vestiário. Deus abençoe à família e aos amigos mais próximos neste momento de dor. Que você esteja em paz, Vadão!”, escreveu.

O volante Auremir trabalhou com Vadão no Guarani em parte da campanha da Série B do Campeonato Brasileiro de 2017 até se transferir para o futebol da Turquia. O atleta também destacou o espírito agregador do amigo.

Veja Também:  Inter vira, vence Atlético-MG e passa Corinthians na despedida do Brasileiro

“O professor Vadão era um daqueles caras que fazia valer a pena jogar futebol. Um cara de bom coração e que deixava o ambiente de qualquer lugar ficar agradável para se trabalhar. Descanse em paz, professor. Deixo aqui meus sentimentos aos familiares”

Vadão também recebeu reconhecimento da Confederação Brasileira de Futebol, de fãs e de diversos clubes pelo qual trabalhou.

Só Notícias (foto: arquivo/assessoria)

Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres MT

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

O QUE VOCÊ ESTÁ ACHANDO DA GESTÃO DO GOVERNADOR MAURO MENDES ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Esportes

Mais Lidas da Semana