conecte-se conosco


Esportes

Jonathan Ventura, sobrevivente do incêndio no CT do Flamengo, é transferido

Publicado


Jhonata Ventura foi um dos feridos no incêndio do CT do Flamengo, que matou 10 jovens atletas da base
Arquivo pessoal

Jhonata Ventura foi um dos feridos no incêndio do CT do Flamengo, que matou 10 jovens atletas da base

Neste domingo (03) o único jogador sobrevivente do incêndio no Centro de Treinamentos do Flamengo, que aconteceu no início de fevereiro, Jonathan Ventura, foi transferido de hospital.

Leia também:  Luxemburgo critica Eduardo Bolsonaro: “um ser humano não pensa assim”

De acordo com o diretor de comunicação do time carioca, Bernardo Monteiro, o jovem de 15 anos saiu do Centro de Tratamento de Queimados (CTQ) do Hospital Municipal Pedro II e foi transferido para o Hospital Vitória, na Barra da Tijuca, onde duas outras vítimas do incêndio
tinham sido internadas.

Jonathan teve 30% do corpo queimado durante o acidente que vitimou 10 atletas da categoria de base. Além dele, Cauan Emanuel e Francisco Diogo também ficaram internados no Vitória, mas receberam alta na primeira quinzena de fevereiro e estão em casa.

As queimaduras do jogador ficaram concentradas na região do ombro, pescoço e dorso. Desde o dia 08 de fevereiro internado, Jonathan
já se alimenta sozinho, não precisa de ajuda para respirar e está fazendo fisioterapia, com caminhadas pelo hospital.

Veja Também:  48h após confusão em motel e dispensa do CSA, lateral Régis já tem novo clube

Leia também: IFAB anuncia mudanças em algumas regras no futebol mundial; saiba quais

No comunicado divulgado pelo Pedro II na alta do jogador, está especificado que ele passou por uma antibióticoterapia durante 14 dias e apresenta ‘bom estado clínico’. Algumas queimaduras na mão e membro superior estão com cicatrização mais lenta. Leia o texto publicado:


Vítima do incêndio no Ninho do Urubu, Jonathan Ventura entre os médicos do Hospital Pedro II
Divulgação

Vítima do incêndio no Ninho do Urubu, Jonathan Ventura entre os médicos do Hospital Pedro II

“O paciente Jhonata Cruz Ventura encontra-se em bom estado clínico. Com previsão de uso antibióticoterapia por 14 dias. Apresenta lesões cicatrizadas em face, região cervical, dorso, membro superior esquerdo.

Deverá permanecer a realização de curativos em membro superior e na mão direita que tem a região mais acometida e apresenta lenta cicatrização. Encontra-se fora de perigo, e de alta do CTI Queimados para a UI Queimados. Como não possuímos vaga neste momento na UI Queimados, a familia e o Flamengo optaram pela transferência para o Hospital Vitória para manutenção do curativos em membro superior direito e na mão”.

Desde o dia do incêndio no Ninho do Urubu, o Flamengo
tenta acertar com as famílias um valor de indenização. De acordo com informações do GloboEsporte.com, uma das famílias aceitou um valor (que não foi divulgado), as outras nove seguem em negociação.

Veja Também:  Sem Neymar, Lucas Paquetá será o camisa 10 da seleção brasileira em amistosos

No último dia 27 de fevereiro,  a prefeitura do Rio de Janeiro interditou o Ninho do Urubu
e o Flamengo está treinando na sede social da Gávea. Na terça-feira (05), 27 dias após o incêndio
, o time rubro-negro estreia na Libertadores contra o San José.

Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Santos emplaca sua maior série de vitórias no Brasileirão desde 2005

Publicado

Peixe assumiu a liderança do campeonato ao vencer o Avaí

Terra – André Schmidt

Felipe Jonathan marcou seu segundo gol pelo Santos (Divulgação Twitter Santos)

Foto: Lance!

Depois do Palmeiras emplacar uma longa série de invencibilidade no Campeonato Brasileiro – 33 jogos – e abrir vantagem na liderança da competição, chegou a vez do Santos colher os frutos do bom momento vivido em campo. Com seis vitórias consecutivas, o Peixe assumiu a ponta da disputa, superando o rival neste fim de semana, após vencer o Avaí por 3 a 1.

A série de triunfos é o maior da equipe desde 2004/2005, quando o Peixe também conseguiu uma sequência de seis partidas saindo com os três pontos. Porém, foram três jogos num ano e três no outro, começando com uma goleada de 5 a 1 sobre o Grêmio, sob o comando de Ricardinho e Deivid, e fechando com um 2 a 1 sobre o Athletico Paranaense, gols de Robinho e Halisson, já na temporada seguinte.

Ainda em 2004, ano da última conquista do clube no Brasileirão, o Santos chegou a conseguir uma série de sete vitórias. Na ocasião, a equipe venceu Vitória (2 a 1), Internacional (3 a 0), Guarani (2 a 1), Corinthians (3 a 2), Ponte Preta (4 a 0), São Paulo (2 a 1) e Flamengo (2 a 0). Uma derrota para o Fluminense, no Maracanã, encerrou a invencibilidade, mas não impediu a conquista santista no fim do campeonato.

Veja Também:  Majestoso agora vale o Campeonato Paulista

Os comandados de Sampaoli terão pela frente, na próxima rodada, o Goiás, em casa. Além de igualar a marca do time campeão em 2004, um novo triunfo pode dar a esta equipe uma boa vantagem na tabela, buscando ter o mesmo sucesso de 15 anos atrás.

ATUAL SÉRIE INVICTA DO SANTOS

02/06/2019 – Ceará 0x1 Santos

09/06/2019 – Santos 3×1 Atlético-MG

12/06/2019 – Santos 1×0 Corinthians

13/07/2019 – Bahia 0x1 Santos

21/07/2019 – Botafogo 0x1 Santos

28/07/2019 – Santos 3×1 Avaí

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Pendurado, trio do Timão não leva cartão e poderá enfrentar o Palmeiras

Publicado

Terra

O técnico Fábio Carille teve tudo, menos cautela ao escalar três pendurados na partida contra o Fortaleza, neste domingo, na Arena Castelão. Cássio, Danilo Avelar e Júnior Urso, três jogadores considerados titulares, foram a campo mesmo com o riso de ficarem de fora do clássico contra o Palmeiras, na próxima rodada, mas conseguiram passar os 90 minutos sem serem advertidos com cartão amarelo pela arbitragem.

Com um time misto, sem cinco titulares, o Corinthians sofreu no primeiro tempo e foi para o intervalo em desvantagem no placar. Para parte da torcida, a presença em campo do trio que estava pendurado era muito arriscada, mas Cássio, Avelar e Urso mostraram o porquê de Carille ter apostado neles no duelo válido pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Danilo Avelar, inclusive, não só esbanjou disciplina ao longo do confronto para não perder o clássico contra o Palmeiras como também fechou os trabalhos do Timão em Fortaleza com um lindo gol de fora da área, mandando no ângulo do goleiro Felipe Alves e assegurando a importante vitória por 3 a 1 para o Corinthians.

Veja Também:  Everton Ribeiro dá sequência ao tratamento de fortalecimento no CT

Com o resultado, o Timão pulou para a oitava colocação, com 19 pontos, mas ainda possui um jogo a menos que os demais adversários e, por isso, pode subir ainda mais na tabela. Nesta segunda-feira, o elenco do Corinthians fará um trabalho regenerativo na academia do hotel em que está hospedado em Fortaleza e, na sequência, retorna à capital paulista.

Antes do clássico contra o Palmeiras, no próximo domingo, em Itaquera, o Timão terá outro compromisso importante na temporada. Na quinta-feira, o elenco alvinegro viaja para o Uruguai, onde terá a missão de confirmar a vaga para as quartas de final da Copa Sul-Americana após vencer o Montevideo Wanderers, na ida, por 2 a 0.

Comentários Facebook
Continue lendo

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Esportes

Mais Lidas da Semana