conecte-se conosco


Barra do Bugres e Região

Maluf será o relator das contas das prefeituras de Campo Novo e Denise

Publicado

Política

O novo conselheiro do Tribunal de Contas Estado (TCE-MT), Guilherme Maluf, será o relator das contas do Governo Mauro Mendes (DEM), relativas ao exercício de 2019 e que serão julgadas somente no próximo ano.

Maluf, que tomou posse na última semana, assumirá a relatoria das contas e atos de gestão que estavam sob a responsabilidade do conselheiro interino Luiz Carlos Pereira.

Isso ocorre porque Pereira ocupava a vaga do ex-conselheiro Humberto Bosaipo, cadeira para a qual Maluf foi indicado.

Entre os 12 maiores órgãos estaduais, Maluf ficará com a relatoria da Secretaria de Estado de Saúde (SES), do Fundo Estadual de Saúde e da Secretaria de Estado de Cidades (Secid).

Considerando as 12 prefeituras com maiores orçamentos no Estado, estarão sob a responsabilidade do novo conselheiro as contas de Cáceres e de Sinop.

Demais órgãos estaduais de administração direta, órgãos estaduais de administração indireta, prefeituras, câmaras municipais, órgãos de administração indireta municipais e órgãos previdenciários dos municípios também estão sob relatoria do conselheiro Guilherme Maluf.

Judicialização

Maluf tomou posse no último dia 1º de março, numa indicação cercada pela polêmica.

Sua posse chegou a ficar suspensa por decisão do juiz Bruno D’Oliveira Marques, da Vara de Ação Civil Pública e Popular de Cuiabá, a pedido do Ministério Público Estadual.

Veja Também:  Quase 3 mil pessoas foram vacinadas no dia D em Tangará da Serra

A decisão, porém, foi cassada pelo presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha, que autorizou a nomeação e posse de Maluf.

O MPE voltou a recorrer da decisão com mais dois pedidos no próprio Tribunal de Justiça e uma representação no Tribunal de Contas do Estado.

Os promotores questionam a idoneidade moral e repuação ilibada, além do conhecimento técnico de Maluf para o cargo de conselheiro.

Maluf é réu em um esquema de desvio de recursos públicos da Secretaria de Estado de Educação, investigado na Operação Rêmora.

Veja a lista dos outros órgãos e prefeituras cujas contas serão analisadas por Maluf:

 

SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO

SECRETARIA DE ESTADO DO MEIO AMBIENTE

INSTITUTO DE TERRAS DE MATO GROSSO

ASSOCIAÇÃO MATO-GROSSENSE DOS MUNICÍPIOS

PREFEITURA MUNICIPAL DE ARENÁPOLIS

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPO NOVO DO PARECIS

PREFEITURA MUNICIPAL DE DENISE

PREFEITURA MUNICIPAL DE GAÚCHA DO NORTE

PREFEITURA MUNICIPAL DE JURUENA

PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA MARINGÁ

PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVO MUNDO

PREFEITURA MUNICIPAL DE PLANALTO DA SERRA

PREFEITURA MUNICIPAL DE RONDOLÂNDIA

PREFEITURA MUNICIPAL DE SAPEZAL

CÂMARA MUNICIPAL DE ARAPUTANGA

CÂMARA MUNICIPAL DE CAMPOS DE JÚLIO

Veja Também:  Traficante é preso com boa quantidade de maconha em Denise

CÂMARA MUNICIPAL DE COLÍDER

CÂMARA MUNICIPAL DE FELIZ NATAL

CÂMARA MUNICIPAL DE JAURU

CÂMARA MUNICIPAL DE NOVA BANDEIRANTES

CÂMARA MUNICIPAL DE NOVA MUTUM

CÂMARA MUNICIPAL DE NOVO SANTO ANTÔNIO

CÂMARA MUNICIPAL DE RIBEIRÃO CASCALHEIRA

CÂMARA MUNICIPAL DE SANTA RITA DO TRIVELATO

CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DO RIO CLARO

CÂMARA MUNICIPAL DE TESOURO

FUNDO MUNICIPAL DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DE PARANATINGA

FUNDO MUNICIPAL DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DOS SERVIDORES DE CONFRESA

FUNDO MUNICIPAL DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DOS SERVIDORES DE ITIQUIRA

REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DOS SERVIDORES DO MUNICÍPIO DE

ARAGUAIANA/MT

FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE SAÚDE DE ALTO TAQUARI – FUNSAT

FUNDO MUNICIPAL DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DOS SERVIDORES DE PLANALTO DA SERRA

FUNDO MUNICIPAL DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DOS SERVIDORES DO MUNICÍPIO DE SANTO

ANTÔNIO DO LESTE

FUNDO MUNICIPAL DE PREVIDÊNCIA DE ALTO ARAGUAIA

FUNDO MUNICIPAL DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DE BARÃO DE MELGAÇO

INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DE SINOP

AGÊNCIA MUNICIPAL DE REGULAÇÃO DE SERVIÇOS PÚBLICOS DELEGADOS DE CUIABÁ –

ARSEC

SERVIÇO DE SANEAMENTO AMBIENTAL DE ÁGUAS DO PANTANAL

CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, SOCIAL E AMBIENTAL

ARAGUAIA

CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL DE SAÚDE DO MÉDIO ARAGUAIA

Comentários Facebook
publicidade

Barra do Bugres e Região

Veículo roubado em Tangará da Serra é recuperado pelo Gefron na fronteira com a Bolívia

Publicado

Carro havia sido roubado no dia 16 em Tangará da Serra (Imagem: Gefron/MT)

Cristiano Pires de Andrade de 35 anos foi preso pelo Grupo Especial de Fronteiras (Gefron-MT), durante patrulhamento nas imediações da cidade de Porto Esperidião. O suspeito dirigia um veículo roubado no dia 13 deste mês, em Tangará da Serra (MT).

De acordo com informações do Gefron, uma viatura realizava rondas pela região, quando avistou um veículo Renault Duster de cor prata e placa. Ao tentar realizar a abordagem, o condutor tentou empreender fuga da guarnição.

Após um acompanhamento, os policiais abordaram o condutor. Após checagem via base do GEFRON foi constatado que o carro havia sido roubado na cidade de Tangara da Serra (MT).

Em entrevista com o suspeito, informou que receberia o valor de R$ 1.500,00 para levar o veículo até o país vizinho, Bolívia. (Fonte: Agora MT)

Comentários Facebook
Veja Também:  Traficante é preso com boa quantidade de maconha em Denise
Continue lendo

Barra do Bugres e Região

Estado discutirá construção de cadeia feminina nessa semana em Tangará da Serra

Publicado

Cadeia feminina está desativada 

Está agendada para a próxima sexta-feira, dia 22 de novembro, uma reunião em Tangará da Serra que contará com a participação do secretário adjunto de Administração Penitenciária do Estado, Emanoel Alves Flores, onde será discutido o futuro da cadeia feminina do município. A reunião, que foi pleiteada pelo vereador Professor Sabastian Ramos, acontecerá no período da manhã, na Câmara Municipal.

“Agradeço ao Governo do Estado por atender nossa solicitação”, relatou o parlamentar ao Diário da Serra, ao lembrar da desativação da cadeia feminina, que aconteceu na última semana. “Essa desativação sugere a possibilidade de construção de um prédio novo para abrigar as detentas, ficando os servidores com um local melhor para trabalhar (…) O principal elemento (da antiga estrutura) era insalubridade, que era evidente não só para as detentas, mas também para os servidores que ali trabalhavam. Um fator importante nesse assunto foi a questão da cobrança da população para tirar a cadeia do centro. Era uma cobrança antiga da sociedade para a unidade sair do centro.  O problema está parcialmente resolvido, uma vez que a remoção foi feita”, disse Ramos.

Veja Também:  Prefeitura de Nova Olímpia conclui reformas da feira municipal

Conforme o Diário da Serra já veiculou em edições anteriores, a expectativa é que um novo prédio da cadeia feminina seja construído nas proximidades do Centro de Detenção Provisória (CDP), formando assim um Complexo Penitenciário naquela região.

Rodrigo Soares / Redação DS

Comentários Facebook
Continue lendo

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Esportes

Mais Lidas da Semana