conecte-se conosco


Mulher

Mário Pagnozzi Júnior dá 5 dicas de SEO no YouTube para novos canais

Publicado

Search engine optimization (SEO) pode parecer um conceito difícil se você não estiver familiarizado com isso. No entanto, uma vez que você tenha uma compreensão básica de SEO, é bastante simples. Para ter vídeos com uma classificação alta no YouTube, há algumas etapas que precisaram ser seguidas. Mário Pagnozzi Júnior conta que o mesmo também é verdade se você quiser que o vídeo tenha uma classificação alta no Google. Aqui estão 5 dicas para começar uma jornada de sucesso de SEO.

Leia também: Renato Franchi contas os 10 melhores destinos para visitar na Alemanha em 2019


Mário Pagnozzi Júnior tem dicas de SEO no YouTube
Divulgação

Mário Pagnozzi Júnior tem dicas de SEO no YouTube


1- Táticas de SEO do YouTube

Caso ainda não saiba, vale a pena mencionar que o YouTube é o segundo maior mecanismo de pesquisa do mundo depois do Google, explica Mário Pagnozzi Júnior
. Todos os meses, existem aproximadamente 92 milhões de visualizações de páginas. Isso também leva a pessoas que visitam outros sites e blogs porque estão vinculados a um determinado vídeo.

A cada minuto, são enviadas para o site incríveis 400 horas de vídeo, e se você é sério em ganhar a vida com o YouTube, o site oferece uma maneira de monetizar seus vídeos. Se pessoas suficientes visualizarem seus vídeos, haverá um grande potencial de ganhos no site.

No entanto, o que você precisa entender é que o upload de um vídeo não gera automaticamente visualizações. Até mesmo grandes marcas e artistas de música contratam empresas de marketing para garantir que seus vídeos sejam expostos ao público certo. Seu vídeo tem que ficar na frente das pessoas certas para que elas cliquem nele e assistam. Segundo Mário Pagnozzi Júnior, a boa notícia é que existem etapas que você pode seguir para otimizar seus vídeos para que, quando os termos de pesquisa forem digitados, seu conteúdo seja exibido mais alto.

Antes de entrar nas dicas de SEO do YouTube, é importante entender que o YouTube tem um algoritmo específico para classificar um vídeo, por isso não adianta comprar tráfego para seu vídeo, já que não há garantia de que ele se classificará mais alto. Qualquer empresa que anuncia que pode levá-lo ao topo do motor de busca YouTubes, comprando o tráfego está mentindo!

Veja Também:  Turbine o seu look do dia com os calçados da temporada!

Um dos fatores mais comuns de alto nível para um vídeo do YouTube é a quantidade de tempo que uma pessoa passa assistindo a seu vídeo. Se um visitante clica nos primeiros segundos, isso é contra você e sua classificação vai cair. Você vê, o YouTube não discrimina quem coloca vídeos no site deles; no entanto, quanto mais pessoas visitam o site e assistem a vídeos, mais dinheiro ganham.

Então, se o seu vídeo é maluco e as pessoas não o estão vendo, é de seu interesse relegar o vídeo para o fundo da pilha para que mais pessoas fiquem no site assistindo aos vídeos que realmente gostam. Espero que você esteja trabalhando para criar um conteúdo atraente com uma miniatura atraente que as pessoas vão querer clicar e assistir até o final.

Agora, vamos dar uma olhada em algumas estratégias de SEO do YouTube que impulsionarão o tráfego orgânico contínuo para seus vídeos.

Leia também: Renan Batista Silva mostra 7 dicas para gerar mais leads na economia da internet


SEO para YouTube
Divulgação

SEO para YouTube


2 – Título e palavras-chave do vídeo

O título informa às pessoas sobre o que é seu vídeo, é importante que o título corresponda ao conteúdo do vídeo. Se não, você basicamente engana as pessoas, o que é conhecido como “clique em isca”, e você será banido do YouTube. Contanto que seu conteúdo corresponda ao título, os espectadores estarão mais inclinados a ouvir o que você tem a dizer e você marcará pontos de brownie com o algoritmo do YouTube.

O Google e o YouTube têm algo chamado de recurso de preenchimento automático. Isso fornece informações sobre os termos de pesquisa mais populares e permite que você otimize seu conteúdo adequadamente.

Com esse recurso, você notará que, quando começar a digitar o que lhe interessa, o YouTube mostrará sugestões. Isso ocorre porque são as consultas de pesquisa mais populares relacionadas às palavras-chave inseridas. Você também pode fazer o mesmo no Google para ajudar a gerar mais ideias de palavras-chave.

3- Descrição do vídeo

As palavras que você usa para descrever seu vídeo desempenham um papel enorme em quão alto você é classificado no mecanismo de pesquisa do YouTube. As duas primeiras linhas de sua descrição devem corresponder à palavra-chave para obter uma classificação alta. Outra estratégia para impulsionar o seu ranking de vídeo é usar palavras-chave de cauda longa como sua descrição.

Veja Também:  Mulher processa salão por “destruir” seu cabelo e pede R$ 83 mil de indenização

4- O nome do seu arquivo de vídeo

Depois de criar e editar seu vídeo e estar pronto para enviá-lo ao YouTube, é essencial que seu arquivo de vídeo seja nomeado como sua palavra-chave. Essa tática permite que o mecanismo de pesquisa saiba qual conteúdo está em seu vídeo diz Mário Pagnozzi Júnior. Os mecanismos de pesquisa não sabem como visualizar o conteúdo em seu vídeo. A única maneira de saber isso é se você o rotular corretamente.

5 – Táticas de SEO do Google

A razão pela qual eu não passei tanto tempo nas táticas do Google SEO é porque elas são basicamente as mesmas do YouTube. Então, aqui estão algumas dicas sobre como classificar alto no mecanismo de pesquisa do Google.
• Bom conteúdo: os tempos mudaram, uma vez você poderia encher seu site ou artigos com palavras-chave e entrar na primeira página do Google, isso não funciona mais. Comece com um bom conteúdo e você já está na metade do caminho.
• Listas: se você escreveu um artigo que deseja classificar em alta nos resultados de pesquisa do Google, escrever uma lista é uma ótima maneira de fazer isso. Não sabemos ao certo por que o Google tem uma preferência por esse método, mas eles preferem. Uma das razões pelas quais suspeitamos que isso seja verdade é porque as pessoas geralmente pesquisam a resposta a uma pergunta. Quando essa pergunta é respondida em um formato numerado ou de ponto de bala, o artigo é mais atraente e mais fácil de ler, e as pessoas têm maior probabilidade de permanecer na página.
• Palavras-chave: recheio de palavra-chave está desatualizado, mas ter as palavras corretas incorporadas de forma natural em todo o seu artigo irá ajudá-lo a subir na hierarquia. Você deve procurar incluir a palavra-chave pelo menos três vezes no artigo.
Pensamentos Finais

Se você tem seu próprio canal no YouTube ou seu próprio site, as etapas descritas por Mário Pagnozzi Júnior
acima ajudarão a ter uma classificação mais alta nos mecanismos de pesquisa. Se você está fazendo um bom conteúdo, você sempre será um vencedor!

Comentários Facebook
publicidade

Mulher

Deputados de MT apresentam moção de repúdio e protesto contra ‘Lei Neymar da Penha’

Publicado

Por encaminhamento da Câmara Setorial Temática de Combate à Violência Contra a Mulher da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, os deputados Janaina Riva (MDB) e Wilson Santos (PSBD) apresentaram moção de repudio e protesto contra o teor do Projeto de Lei 3369/2019, proposto pelo deputado Federal Carlos Jordy (Vice-líder do Governo) batizado de “Lei Neymar da Penha”.

“É importante frisar que essa moção atinge tão somente o teor do projeto, não alcançando suas características constitucionais, uma vez que o deputado federal, que foi legitimamente eleito, possui a prerrogativa de propor ações legislativas, as quais eu a Câmara Temática defendemos. O repúdio se dá na ação midiática que, sem contextualizar e fazer o devido resgate histórico, modifica sem critérios técnicos, um dispositivo criminalizador e, no caso específico, afeta muito o tema”, explica a deputada.

Segundo Janaina, o PL ‘Neymar da Penha’ visa aumentar a penalidade para quem faz falsas acusações de crimes contra a dignidade sexual, porém, vale ressaltar que, em regra, os delitos contra a dignidade sexual e agressões não costumam possuir testemunhas já que geralmente praticados pelo agressor contra a vítima a sós. Para ela o projeto dificulta e desencoraja ainda mais as mulheres vítimas a denunciarem os agressores.

Veja Também:  Sujeira difícil? Detergente Minuano 3000 lava utensílios de inoxa silicone

“A mulher que é vítima de qualquer agressão, seja ela moral, física ou sexual geralmente tem muita dificuldade em denunciar o agressor justamente pelo julgamento e pela dificuldade de provar. E é por isso que palavra da vítima possui grande valor, quando analisada com o conjunto probatório. A mulher vítima de violência percorre um difícil caminho, até chegar à penalização do autor. Algumas acabam sendo revitimizadas, com os julgamentos sociais, com a mídia e, também, com o sistema de justiça. Não é possível permitir a inversão dos papéis, pois a legislação deve ser o principal canal a evidenciar a real vítima e o verdadeiro agressor. A cultura do estupro é percebida sempre na culpabilização e objetificação da vítima e neste sentido esse projeto de lei contraria ao que o país vive na atualidade, no que diz respeito ao enfrentamento e combate à violência contra as mulheres, máxime, a sexual”, afirma.

A deputada lembra ainda que a Lei Maria da Penha é o instrumento mais importante do País no enfrentamento à violência no âmbito doméstico e familiar, merecendo ser reconhecida nacionalmente, como é fora do Brasil. Segundo ela, a moção de repúdio e protesto se dá também ao desrespeito à Maria da Penha, mulher que dá nome à Lei e precisou recorrer às cortes internacionais para que o autor das sucessivas agressões que sofreu fosse punido, justamente por não encontrar amparo da legislação brasileira.

Veja Também:  Mulher consegue emagrecer 45 kg com dieta, jejum e exercícios em casa

“É de grande preocupação da Câmara Temática de Combate à Violência Contra a Mulher a forma desrespeitosa com que Maria da Penha Fernandes, que deu nome à Lei Maria da Penha, está sendo tratada no momento, passando, também, pela revitimação. O Brasil recebeu como recomendação internacional que a Lei 11.340\2006 fosse conhecida como Lei Maria da Penha, justamente para homenagear essa mulher vítima de violência doméstica que o País não havia dado o merecido tratamento quando sofreu as agressões. Apelidar o PL 3369\2019, de “Lei Neymar da Penha” é ofender à todas as mulheres brasileiras indistintamente. Esse projeto oferece ameaça às mulheres vítimas de estupro, que por anos a fio sofreram invisibilidade e julgamento com as discriminações e preconceitos vivenciados”, finaliza.

Assessoria de Imprensa

Jornalista Laura Petraglia – Audiovisual Jardel Silva

Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

Convidados querem levar 8 pessoas à casamento e web reage: “Não é um churrasco”

Publicado

Imagina só você convidar um casal para seu casamento e depois eles “informarem” que vão levar mais oito pessoas com eles? Esses noivos passaram por isso, e a situação viralizou nas redes sociais.

Leia também: Noiva sugere que madrinha grávida faça aborto para não “estragar casamento”


casamento
Reprodução/The Sun

Casal convidado para um casamento decide levar mais 8 pessoas com eles e internautas reagem: “Não é um churrasco”


O caso foi compartilhado no Facebook e chamou a atenção dos internautas. “Um casal foi convidado para o casamento
e eles decidiram chamar outras 8 pessoas!”, diz a postagem.

Os noivos
entregaram o convite e pediram para o casal em questão responder “gentilmente até 15 de abril de 2019” quantas pessoas da família iriam à cerimônia, e eles apontaram que “10 pessoas vão comparecer”.

Leia também: Mulher planeja cerimônia e envia convites antes mesmo do pedido de casamento

Na parte em branco, a dupla ainda especifica: “Seis adultos, quatro crianças”. Além disso, eles levantaram a hipótese de uma 11ª pessoa também ir ao evento.

Veja Também:  Turbine o seu look do dia com os calçados da temporada!

Na web, a publicação gerou diversos comentários. “É um casamento, não é churrasco”, escreve um internauta. “Eu ligaria para eles e diria ‘não’. Se as outras pessoas fossem convidadas, elas teriam recebido um convite
”, opina outro.

Leia também: Noiva “surfa” na multidão depois de casamento e cena viraliza nas redes sociais

Uma usuária da rede social compartilhou história semelhante que ela viveu ao ter convidados surpresas na festa de casamento
. “Tiveram a coragem de reclamar do bolo (nós tínhamos feito um muito pequeno, só para nós)”, conta.

Comentários Facebook
Continue lendo

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Esportes

Mais Lidas da Semana