conecte-se conosco


Mato Grosso

Mato Grosso já registrou mais de 600 mil infrações de trânsito

Publicado

Transitar com veículo em velocidade superior a máxima permitida para o local, em até 20%, é a infração mais cometida por motoristas tanto na Capital quanto no interior do Estado, totalizando 237.581 registros. Essa é uma infração considerada média pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB) com penalidade de multa no valor de R$ 130,16.

Avançar o sinal vermelho do semáforo eletrônico é a segunda infração com mais registro em Mato Grosso, contabilizando 77.418 mil. Também estão entre o ranking das 10 infrações mais cometidas no Estado: transitar com veículo em velocidade superior a máxima permitida para o local, entre 20% e 50%; o condutor não usar o cinto segurança; conduzir veículo que não esteja devidamente licenciado; dirigir veículo usando calçado que não se firme nos pés ou que comprometa a utilização dos pedais; dirigir veículo utilizando telefone celular, estacionar em locais e horários proibidos especificamente sinalizados; deixar de manter acessa luz baixa dos veículos nas rodovias durante o dia; e estacionar no passeio.

Veja Também:  Homem é preso por receptação, apropriação indébita e desobediência

A imprudência é um dos principais fatores de risco que acarretam acidentes, segundo profissionais da área. Como forma de sensibilizar os condutores quanto à importância da segurança no trânsito, o Detran-MT realiza diversas atividades através das gerências de Ação Educativa de Trânsito e de Escola Pública de Trânsito.

Durante todo o ano, as duas gerências promovem campanhas e cursos, em diversas localidades do Estado, sempre com o intuito de sensibilizar condutores, passageiros, pedestres e ciclistas para a adoção de comportamentos seguros no trânsito.

A gerente de Ações Educativas de Trânsito do Detran, Rosane Gerda Prachthäuser Pölzl, ressalta que a menor das consequências de uma infração é a autuação ou até a prisão, como nos casos de embriaguez ao volante.

Em muitas situações, a inobservância das normas de segurança gera acidentes graves e até mesmo fatais. “Seja nas ações educativas ou nos cursos o objetivo principal é convidarmos a população à reflexão de que cada um de nós tem importante função a desempenhar na construção de uma cultura de paz e segurança no trânsito”, disse Rosane.

Veja Também:  PM encontra em residência abandonada folhas de cheque e documentos pessoais

Redação Só Notícias (foto: Meneguini/assessoria)

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Mais de 1,2 mil pessoas privadas de liberdade fazem Enem nesta terça e quarta

Publicado

Modalidade é chamada de Enem PPL e oferece a oportunidade tanto para adultos quanto jovens sob medida socioeducativa que inclua privação de liberdade

Nara Assis | Sesp-MT

Recuperandos da PCE têm aulas nos períodos matutino, vespertino e noturno – Foto por: Christiano Antonucci / Secom-MT

Recuperandos da PCE têm aulas nos períodos matutino, vespertino e noturno

A | A

Nesta terça-feira e quarta-feira (10.12 e 11.12), 1.218 pessoas privadas de liberdade em Mato Grosso fazem as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), sendo 1.166 do Sistema Penitenciário e 52 adolescentes do Sistema Socioeducativo. Esta modalidade é chamada de Enem PPL e oferece a oportunidade tanto para adultos quanto jovens sob medida socioeducativa que inclua privação de liberdade.

Do Penitenciário, estão inscritos 1.166 reeducandos de 39 unidades penais. Este número é 13% maior que o do ano passado, que registrou 1.028 inscrições. O objetivo é viabilizar a avaliação do desempenho escolar ao final da Educação Básica e o acesso à Educação Superior, além de contribuir para elevar a escolaridade da população prisional.

De acordo com dados do Núcleo de Educação nas Prisões (NEP) da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), o Sistema Penitenciário possui atualmente 3.904 reeducandos matriculados no Ensino Básico de Mato Grosso, e 16 cursando o Ensino Superior.

Veja Também:  Três homens são presos suspeitos de assassinar adolescente que teria passado nota falsa a um deles em MT

Atualmente, 673 pessoas privadas de liberdade estão aptas a concorrerem às vagas do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), Fundo de Financiamento Estudantil (FIES), Programa Universidade para Todos (Prouni), entre outras instituições que ofertam graduação. O Sisu é o sistema informatizado do Ministério da Educação (MEC), por meio do qual as instituições públicas oferecem vagas a candidatos participantes do Enem.

A coordenadora do NEP, pedagoga Fabiana Flávia de Magalhães Nascimento, explica como é feito o encaminhamento dos aprovados. “O quantitativo de matriculados é acompanhado a cada chamamento das universidades públicas e fazemos a sensibilização dos diretores e responsáveis pedagógicos das unidades, para a efetivação da matrícula no curso em que a pessoa foi aprovada”.

No Socioeducativo, os 114 adolescentes em conflito com a lei estudam, sendo que 52 estão aptos a fazerem o Enem. A coordenadora de Atendimento Socioeducativo, Anna Marcia Cunha, frisa que o acompanhamento continua quando algum dos inscritos ganha liberdade na véspera. “Na semana da data da prova a Gerência do Egresso entra em contato, reforçando sobre a importância de fazer as provas”.

Veja Também:  Polícia Civil cumpre prisão de autores de latrocínio que vitimou empresário na capital

Ao longo do ano, os jovens fazem quatro simulados com questões objetivas no formado das provas do Exame Nacional, abrangendo todas as disciplinas. Além disso, dentro da disciplina de Língua Portuguesa há o reforço em noções de redação.

Sobre o Enem PPL

Desde 2011, o Enem PPL é realizado anualmente pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), em parceria com o Ministério da Justiça e Segurança Pública, por meio do Departamento Penitenciário Nacional (Depen).

As provas têm o mesmo nível de dificuldade do Enem regular. A única diferença é a aplicação dentro de unidades prisionais, incluindo penitenciárias, cadeias públicas, centros de detenção provisória e instituições de medidas socioeducativas. A aplicação ocorre sempre em data posterior ao Exame regular e em dias úteis.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Papai Noel da Arena Encantada visita pacientes do Hospital Estadual Santa Casa

Publicado

A vista ajuda na autoestima dos pacientes. – Foto por: Equipe do HESC

A vista ajuda na autoestima dos pacientes.

Carlos Celestino | Secom-MT

Os pacientes internados no Hospital Estadual Santa Casa foram surpreendidos, na manhã desta terça-feira (10.12), com a chegada do Papai Noel da Arena Encantada. O velhinho preferido das crianças participou de um café da manhã, percorreu os corredores da unidade, visitou os pacientes internados, entregou presentes e levou magia e amor às crianças e aos adultos internados.

A programação foi organizada em parceria com o grupo de apoiadores “Companhia do Sorriso”, que realiza visitas mensais à unidade. No hospital, a figura mágica do velhinho, conhecido por levar amor às pessoas e proporcionar sorrisos, contribui significativamente no quadro de melhora dos pacientes em fase de recuperação – fato comprovado por especialistas.

“A chegada do Papai Noel proporciona aos pacientes um momento lúdico, com árvore de natal, música e entrega de presentes. Toda essa ação fortalece e contribui para o tratamento, uma vez que o paciente está debilitado, então isso traz uma motivação e alegria, promovendo a melhora de todos os pacientes, principalmente das crianças”, explicou a diretora da unidade, Danielle Carmona.

Veja Também:  Crianças e adultos são baleados de raspão durante tentativa de assalto em Cuiabá

Além da atividade realizada, a direção do Hospital Estadual se prepara para oferecer aos pacientes, no próximo do dia 23 de dezembro, uma segunda visita do Papai Noel. “Já temos essa nova data e esperamos levar ainda mais alegria aos pacientes nesta véspera de Natal”, confirmou a diretora.

O novo hospital presta atendimentos aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), via Central de Regulação, nas áreas de Oncologia (tratamento de câncer), Hemodinâmica, Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Adulto, Pediátrica e Neonatal, Pronto Atendimento Infantil, cirurgias pediátricas e cirurgia geral.

Serviço

O Hospital Estadual Santa Casa fica localizado na Rua Clóvis Hugueney, número 141, no bairro Dom Aquino, próximo à Praça do Seminário.

Comentários Facebook
Continue lendo

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Esportes

Mais Lidas da Semana