conecte-se conosco


Nacional

Mega-Sena, concurso 2.146: ninguém acerta as seis dezenas e prêmio vai a R$ 125 milhões

Publicado

Veja as dezenas sorteadas: 16 – 18 – 31 – 39 – 42 – 44. Quina teve 283 apostas ganhadoras. cada uma levará R$ 30.594,81.

Por G1

Mega-Sena — Foto: Marcelo Brandt/G1

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.146 da Mega-Sena, realizado na noite deste sábado (27) em São Paulo (SP). O prêmio acumulou.

As dezenas sorteadas foram: 16 – 18 – 31 – 39 – 42 – 44

A quina teve 283 apostas ganhadoras; cada uma levará R$ 30.594,81. A quadra teve 15.338 apostas ganhadoras; cada uma receberá R$ 806,43.

O próximo concurso (2.147) será na quinta-feira (2). O prêmio estimado é R$ 125 milhões.

Para apostar na Mega-Sena

As apostas podem ser feitas até as 19h (de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país ou pela internet. A aposta mínima custa R$ 3,50.

Probabilidades

A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 3,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.

Veja Também:  Olavo de Carvalho sugere que três filhos de Bolsonaro virem ministros

Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 17.517,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.

Comentários Facebook
publicidade

Educação

Maio Amarelo coloca a segurança no trânsito em foco

Publicado

O uso de equipamentos, de forma educativa, como: o drogômetro e o bafômetro, por exemplo, podem ajudar na conscientização dos motoristas quanto aos impactos de assumir a direção de um veículo após consumir drogas ilícitas e/ou álcool

No mês em que se busca alertar os motoristas sobre a necessidade de se ter mais segurança no trânsito, atividades e campanhas focadas na prevenção de acidentes entram em cena, junto com a cor amarela, escolhida por representar a atenção no trânsito. Equipamentos como bafômetros e drogômetros também podem ser utilizados durante o Maio Amarelo, de forma educativa, para auxiliar nas ações de conscientização.

Segundo Rodrigo Silveira, diretor da Orbitae, empresa de diagnósticos humanos e forenses, a tecnologia desses equipamentos permite a identificação do consumo de bebida alcoólica ou substâncias ilícitas no organismo do condutor de forma segura e rápida. “O bafômetro passivo Alcoscan, por exemplo, possibilita a detecção do consumo de bebida alcoólica à distância, ou seja, sem a necessidade de contato físico ou do uso de bocal descartável, ideal para momentos de pandemia como o que vivemos hoje. O equipamento já foi utilizado em blitzes educativas da Lei Seca no país, como forma de orientar os motoristas sobre o consumo de álcool. Recentemente utilizado, pela Polícia Militar Rodoviária-MG, durante operações no Carnaval”, diz.

Quanto à detecção de substâncias ilícitas, o executivo comenta que existe um drogômetro com tecnologia capaz de identificar o consumo de drogas por meio do suor presente na digital do condutor. “Esse equipamento é o Intelligent Fingerprinting, que consegue indicar se o condutor fez uso de 15 tipos de drogas como: anfetaminas, metanfetaminas, opiáceos, THC, cocaína e/ou seus derivados. O resultado da verificação sai em menos de dez minutos. Além disso, pelo fato do teste ser feito apenas com o suor, não traz risco biológico, o que permite seu descarte em lixo comum”, destaca Rodrigo.

De acordo com a Confederação Nacional de Transporte (CNT), em 2019, foram registrados em todas as rodovias do Brasil, 3.945 acidentes com vítimas, sendo todos provocados pela ingestão]ao de álcool e outras drogas. Esses acidentes causaram ainda 363 mortes e deixaram 5.814 feridos.

Esses dados reforçam a importância de ações de conscientização em relação à mistura de direção e o consumo de álcool e outras drogas. “Quando se vive em sociedade é essencial que todos pensem de forma coletiva, por isso antes de assumir a direção de um veículo o condutor precisa ter consciência da responsabilidade que está assumindo, afinal, um veículo conduzido de forma errada se torna uma arma. Por isso é imprescindível seguir as regras de trânsito”, enfatiza Rodrigo. Ele acrescenta que o uso de álcool e substâncias ilícitas são grandes vilões da direção, pois alteram o estado de consciência da pessoa e, por isso, várias vezes, causam acidentes.

Maio Amarelo

A iniciativa começou em maio de 2010, quando a Organização das Nações Unidas (ONU) lançou a campanha, indicando a Década de Ação para a Segurança no Trânsito, com o objetivo de conscientizar a população mundial para a redução dos acidentes causados no trânsito. Assim, o mês se tornou uma referência internacional para a realização de ações nesse sentido em todo o mundo. O Brasil aderiu à campanha em 2014. E desde então, ao longo do mês de maio, instituições públicas, privadas e a sociedade se unem para realizar ações de conscientização a fim de diminuir os casos de mortes e acidentes de trânsito.

Mais informações: Regiane Garcia  –  Assessora de imprensa

Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres MT

Comentários Facebook
Veja Também:  Após “ataques”, Maia faz apelo a Bolsonaro: “chega de criticar, vamos governar”
Continue lendo

Educação

Imposto zerado: Governo federal aumenta a lista de produtos com imposto zerado

Publicado

Imposto zerado

Governo federal aumenta a lista de produtos com imposto zerado para combater a pandemia. Mais de 80 medicamentos foram incluídos

Marcello Casal jr/Agência Brasil

O governo federal zerou os impostos cobrados pela União no ato de importação de 118 produtos utilizados no combate à pandemia do novo coronavírus. Na lista (que você pode acessar clicando aqui) estão mais de 80 medicamentos necessários ao tratamento de pacientes hospitalizados da covid-19.

A medida atendeu a demanda do Conselho Nacional das Secretarias Municipais de Saúde e parâmetros da Organização Mundial da Saúde (OMS).

A nova lista foi publicada nesta segunda-feira (18) e, com ela, chega a 509 o número de produtos com imposto zero na importação.

Além de abaixar o imposto de importação, o governo federal tem reduzido a zero o IPI de centenas de produtos essenciais no combate à doença. Atua também na simplificação do despacho aduaneiro de importação, entre outras medidas que agilizam a chegada dos produtos onde eles são necessários.

(Com Assessoria)

 

Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres MT

Veja Também:  Parlamentares chilenos recusam almoço com Bolsonaro: “Perigo para a democracia”

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

O QUE VOCÊ ESTÁ ACHANDO DA GESTÃO DO GOVERNADOR MAURO MENDES ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Esportes

Mais Lidas da Semana