conecte-se conosco


Estadual

Moradores de MT podem confirmar pesquisadores do IBGE pelo 190

Publicado

A PNAD Covid é uma versão da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua, que visa quantificar as pessoas com sintomas do novo coronavírus

Nara Assis | Sesp-MT

A | A

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) está coletando dados por telefone para a PNAD Covid, uma versão da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua, em parceria com o Ministério da Saúde. O objetivo é quantificar as pessoas com sintomas do novo coronavírus (Covid-19) e os impactos da pandemia no mercado de trabalho. Em Mato Grosso, os moradores poderão confirmar a identidade dos agentes que farão a coleta pelo Disque 190.

A ação será possível por meio de parceria firmada com a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), que concentra as chamadas do 190 por meio do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp). Os cidadãos que receberem o telefonema da pesquisa poderão ligar para o 190 e informar a matrícula, RG ou CPF do entrevistador. A identidade, então, será confirmada pelo (a) atendente do Ciosp.

As entrevistas duram, aproximadamente, 10 minutos e os moradores têm ainda as opções de confirmar as informações por meio do site Respondendo ao IBGE (https://respondendo.ibge.gov.br/) ou do telefone 0800 721 8181.

Veja Também:  Intermat reforma estrutura física em parceria com o Programa Terra a Limpo

Cerca de dois mil agentes do IBGE já começaram a telefonar para 193,6 mil domicílios distribuídos em 3.364 municípios de todos os estados do país. Para definir a amostra da nova pesquisa, o IBGE utilizou a base de 211 mil domicílios que participaram da PNAD Contínua no primeiro trimestre de 2019 e selecionou aqueles com número de telefone cadastrado.

Os primeiros resultados têm divulgação prevista ainda em maio de 2020. A pesquisa vai estimar a quantidade de pessoas que tiveram algum dos sintomas de Covid-19, como febre, tosse, dificuldade de respirar, falta de paladar e olfato, fadiga, náusea e coriza. Também será estimada a parcela da população que procurou atendimento e em quais tipos de estabelecimentos de saúde, dentre outras informações. Para os que não buscaram atendimento, serão questionadas as medidas que adotaram para tratar os sintomas.

Nos casos de internação, será possível saber ainda se o paciente foi sedado, entubado ou colocado em respiração artificial com ventilador. Já nas situações em que não houve deslocamento até uma unidade de saúde, será perguntado se os moradores receberam, por exemplo, a visita de um profissional de saúde na residência ou se tomaram algum remédio com ou sem orientação médica.

Veja Também:  Posicionamento da Energisa sobre Resolução Aneel

A PNAD Covid também vai acompanhar as mudanças no mercado de trabalho neste período de pandemia, abordando questões sobre a prática de home office, os motivos que impediram a busca por emprego e os rendimentos obtidos pelas famílias. Para ver o questionário da pesquisa, clique aqui.

Todas as informações coletadas pelo IBGE têm a confidencialidade garantida pela lei nº 5534/1968, que trata do sigilo da informação e garante que os dados só podem ser utilizados para fins estatísticos.

O IBGE está utilizando a experiência em coleta por telefone de pesquisas econômicas, mas, para definir o melhor formato para a PNAD Covid, o corpo técnico recebeu também apoio de especialistas em amostragem e em pesquisas telefônicas de outras instituições.

(Com informações da assessoria do IBGE)

 

Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres MT

Comentários Facebook
publicidade

Estadual

Publicado

Governo de Mato Grosso nomeia 30 novos delegados para a Polícia Civil

Convocação tem o intuito de recompor o quadro reduzido de profissionais

Raquel Teixeira | PJC-MT

– Foto por: PJC-MT

O Governo do Estado de Mato Grosso realizou a nomeação de 30 novos delegados que reforçarão as atividades da Polícia Civil, especialmente nas unidades do interior. A convocação ocorre em razão da necessidade de recomposição do quadro de delegados, que vem sofrendo redução crescente nos últimos seis anos.

A nomeação foi feita pelo governador Mauro Mendes na sexta-feira (22.05) e publicada na mesma data, em edição extra do Diário Oficial.

O quadro da instituição apresenta déficit histórico, uma vez que entre 2014 e 2020 a Polícia Civil perdeu 69 delegados, contra apenas 18 nomeações no período, resultando em 51 servidores não repostos. A saída dos profissionais se deu em virtude de aposentadorias e mortes.

A reposição no quadro de delegados está relacionada ao serviço essencial de segurança pública prestado pela Polícia Civil, que não pode sofrer interrupção, especialmente no que tange ao reforço das investigações criminais, acolhimento de vítimas e o combate à corrupção.

Veja Também:  Dono De Bar É Preso Por Vender Bebida Alcoólica Para Menores De Idade Em Campo Novo Do Parecis

Mesmo com a crise advinda da pandemia do novo coronavírus, com necessidade de restrições na circulação de pessoas e serviços, os atendimentos da instituição não param, a exemplo dos registros de boletins de ocorrências, investigações, locais de crime, diligências, instauração e conclusão de inquéritos policiais, assistência a mulheres e crianças vítimas de violência doméstica, entre outras ações diárias.

Somente nos primeiros 30 dias desde o início das restrições relacionadas à pandemia, foram registrados pela Polícia Civil 11.443 boletins de ocorrência e 874 medidas protetivas de mulheres. Ainda foram realizadas 1.491 prisões em flagrante, além da instauração de 2.851 inquéritos policiais e a conclusão de mais 2.026.

Atualmente, 45 municípios de Mato Grosso não contam com delegado de polícia. Com a entrada dos novos servidores, será possível suprir necessidades de unidades da região metropolitana e no interior, inclusive instalar o Plantão 24 horas para mulheres vítimas de violência em Cuiabá, Delegacias de Estelionato e Crimes Informáticos, bem como reforçar a recém criada Delegacia Especializada de Combate à Corrupção (Deccor).

Veja Também:  Rei momo e rainha do Carnaval abrilhantam desfile de blocos em escola estadual

As investigações realizadas por unidades especiais, como a Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) e Delegacia Especializada do Meio Ambiente, também ganharão reforço, pois atuam no combate às facções criminosas e quadrilhas especializadas em desmatamento, grilagem, roubos de defensivos agrícolas e outros delitos graves.

Os 30 delegados nomeados iniciarão os trabalhos na Academia de Polícia nas delegacias de polícia, enquanto aguardam o início das atividades teóricas na Academia de Polícia.

A Academia finaliza projeto de formação dos novos profissionais alternando em aulas telepresenciais e presenciais, com os cuidados previstos para evitar a contaminação do coronavírus. A lotação dos delegados aprovados será escolhida em Conselho Superior de Polícia.

Fonte: Assecom

 

Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Estadual

Domingo (24): Mato Grosso registra 1.464 casos e 40 óbitos por Covid-19

Publicado

De acordo com o Boletim Informativo da SES, 844 pacientes estão em isolamento domiciliar, 120 hospitalizados e 460 já estão recuperados

Ana Lazarini e Fernanda Nazário | SES-MT

Os pacientes são devidamente acompanhados pelas equipes de Vigilância Epidemiológica do Estado e dos municípios – Foto por: Tchélo Figueiredo – Secom/MT

Os pacientes são devidamente acompanhados pelas equipes de Vigilância Epidemiológica do Estado e dos municípios

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste domingo (24.05), 1.464 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 40 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado. As últimas três mortes envolveram dois residentes de Cuiabá e um de Cotriguaçu.

Os casos confirmados estão em Cuiabá (489), Várzea Grande (124), Rondonópolis (112), Primavera do Leste (71), Tangará da Serra (66), Barra do Garças (65), Lucas do Rio Verde (46), Sorriso (37), Confresa (35), Sinop (34), Rosário Oeste (34), Jaciara (25), Peixoto de Azevedo (21), Cáceres (19), Nova Mutum (18), Pontes e Lacerda (17), Alta Floresta (16), Querência (15),  Mirassol D’Oeste (10), Tapurah (9), Chapada dos Guimarães (9), Campo Verde (9), Vila Rica (7), Jangada (7), Campo Novo do Parecis (7), Aripuanã (7), Alto Araguaia (7), São Pedro da Cipa (6), São José dos Quatro Marcos (6), Sapezal (5), Pontal do Araguaia (5), Nova Ubiratã (5), Juína (5), Ribeirão Cascalheira (4), Matupá (4), Guarantã do Norte (4), Curvelândia (4), Acorizal (4), Rio Branco (3), Poconé (3), Nova Lacerda (3), Nossa Senhora do Livramento (3), Ipiranga do Norte (3), Conquista  D’Oeste (3), Água Boa (3), Vila Bela da Santíssima Trindade (2), Vale de São Domingos (2), Santo Antônio de Leverger (2), Rondolândia (2), Poxoréo (2), Pedra Preta (2), Juscimeira (2), Jauru (2), Dom Aquino (2), Cotriguaçu (2), Colíder (2), Canarana (2), Bom Jesus do Araguaia (2), União do Sul (1), Terra Nova do Norte (1), São José do Xingu (1), São José do Povo (1), São Felix do Araguaia (1), Santa Rita do Trivelato (1), Porto Alegre do Norte (1), Ponte Branca (1), Novo Mundo (1), Nova Xavantina (1), Nova Olímpia (1), Nova Monte Verde (1), Nobres (1), Marcelândia (1), Luciara (1), Lambari D’Oeste (1), Juara (1), Campos de Júlio (1), Alto Paraguai (1), Alto Garças (1), Alto Boa Vista (1), e residentes de outros Estados (28).

Veja Também:  Deputados de MT votam alteração nas regras da aposentadoria e cota zero durante a semana

Nas últimas 24 horas, surgiram 101 novas confirmações em Acorizal (1), Alta Floresta (3), Barra do Garças (3), Campo Verde (1), Chapada dos Guimarães (2), Cuiabá (64), Primavera do Leste (8), Rondonópolis (5), Rosário Oeste (1), Sorriso (3), Tangará da Serra (6) e Várzea Grande (4).

Dos 1.464 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 844 estão em isolamento domiciliar e 460 estão recuperados. Há ainda 120 pacientes hospitalizados, sendo 58 em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 62 em enfermaria.

No boletim, a SES também divulga que a rede do Sistema Único de Saúde (SUS) dispõe, atualmente, de 265 leitos de UTI e 874 leitos de enfermaria especificamente para pacientes com coronavírus no Estado.

Considerando o número total de casos em Mato Grosso, 50,3% dos diagnosticados são do sexo feminino e 49,7% masculino; além disso, 427 pacientes têm faixa-etária entre 31 a 40 anos. O documento ainda aponta que um total de 5.068 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 195 amostras em análise laboratorial.

Veja Também:  Rei momo e rainha do Carnaval abrilhantam desfile de blocos em escola estadual

Os pacientes são devidamente acompanhados pelas equipes de Vigilância Epidemiológica do Estado e dos municípios. Mais informações estão detalhadas na Nota Informativa divulgada diariamente pela SES disponível neste link, a partir das 17h.

Cenário nacional

Até o último sábado (23), o Governo Federal confirmou 347.398 casos da Covid-19 no Brasil e 22.013 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, divulgado pelo Ministério da Saúde, o país contabilizava 21.048 mortes e 330.890 casos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus. Até o fechamento deste material, não foram atualizados os números deste domingo (24).

Recomendações

Atualmente, não existe vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus. A melhor maneira de prevenir a infecção é evitar ser exposto ao vírus. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca do novo coronavírus. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo coronavírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes. Ficar em casa quando estiver doente;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

 

DOWNLOAD 

  • BOLETIM INFORMATIVO 77- 24.05.pdf

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

O QUE VOCÊ ESTÁ ACHANDO DA GESTÃO DO GOVERNADOR MAURO MENDES ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Esportes

Mais Lidas da Semana