conecte-se conosco


Barra do Bugres

Paciente morre com suspeita de H1N1 na Santa Casa; quarto óbito na região

Publicado

Paciente morre com suspeita de H1N1 na Santa Casa; quarto óbito na regiãoUm paciente, cuja identidade não foi divulgada, morreu com suspeita de influenza H1N1, no Hospital e Santa Casa de Rondonópolis (a 218 quilômetros de Cuiabá), nesta segunda-feira (10). Este é o quarto caso registrado na mesma região, nos últimos dias.

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), por meio da Coordenadoria de Vigilância Epidemiológica, esclareceu que o paciente que faleceu, já estava com suspeita de influenza desde o dia 24 de maio, entretanto, a suspeita pode ser confirmada apenas com a realização de exame laboratorial. Diante desta situação, o caso registrado permanece como suspeito até a obtenção do resultado do exame.

Duas mortes foram registradas na Santa Casa do município com suspeita do vírus influenza H1N1. Uma aconteceu no dia 29 e a outra no dia 30. Já na Unidade de Pronto-Atendimento, um idoso de 64 anos morreu também com suspeita da doença.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) alerta para que a população tome a vacina contra a gripe. Os grupos considerados prioritários são crianças de seis meses a cinco anos, 11 meses e 29 dias, idosos, gestantes e profissionais ligados a área da saúde.

Veja Também:  Jovem de 18 anos é morta com tiro na testa pelo ex-namorado na frente da filha de 4 anos em Diamantino

Fonte:https://www.olhardireto.com.br

Comentários Facebook
publicidade

Barra do Bugres

Homem sofre emboscada em pátio de igreja e leva 6 tiros de pistola

Publicado

Juliano dos Reis Neiva foi socorrido com vida e está internado na UTI do Hospital Regional de Cáceres. Crime aconteceu na quinta-feira (23) em Araputanga.

Polícia Militar atendeu a ocorrência que aconteceu por volta das 13h30.

Juliano dos Reis Neiva, 35 anos, foi atingido por pelo menos seis tiros no pátio da igreja católica no município de Araputanga  (345 km de Cuiabá).  O crime ocorreu no bairro Cidade Alta por volta das 13h30 de quinta-feira (23).

A vítima foi socorrida e encaminhada ao hospital local, mas devido à gravidade dos ferimentos foi transferida para o Hospital Regional de Cáceres (225 km de Cuiabá), onde passou por cirurgia. Segundo as últimas informações, a vítima está na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

De acordo com a Polícia Militar, não foi possível identificar, no primeiro atendimento, a quantidade de tiros que atingiram a vítima.

No entanto, durante o resgate, Juliano estava consciente e relatou que o autor da tentativa de homicídio era um homem moreno, magro e baixo. No local do crime a PM localizou munição de pistola calibre 380. Nenhum suspeito foi preso até o fechamento desta matéria.

Veja Também:  Polícia Civil prende traficante com 111 tabletes de maconha

De acordo com informações do site do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), Juliano possui diversas passagens pela polícia e responde a vários processos, entre eles por lesão corporal, receptação, associação criminosa, ameaça e injúria real. Já foi acusado de tentativa de homicídio, mas a Justiça decidiu pela impronúncia do réu (decisão para que não enfrente o Júri Popular).

(RepórterMT)

Comentários Facebook
Continue lendo

Barra do Bugres

Garoto de 13 anos discute com irmão por celular e se mata em São José dos Quatro Marcos 

Publicado

Folha Max

A principal suspeita é de que o caso se trata de um suicídio. Em depoimento, o pai informou que tinha mandado o filho cuidar da marcenaria enquanto almoçava.

Cerca de meia hora depois, foi ao local e encontrou o corpo do adolescente pendurado. Ele chegou a romper a corda e fez respiração “boca a boca” no garoto, mas não conseguiu reanima-lo.

Uma equipe médica confirmou a morte dele. Segundo o pai, o filho tinha brigado com o irmão por conta de um celular.

Ele acabou chamando a atenção dele, antes de mandá-lo cuidar da marcenaria.

BUSCA POR APOIO

A prevenção do suicídio pode ser feita em apenas uma ligação, o CVV (Centro de Valorização da Vida) realiza este trabalho de forma voluntária e gratuita.

Além do sigilo total, pode ser feita por diversos por telefone, e-mail, chat e Skype 24 horas todos os dias. O telefone de contato são 188 ou 141 (de acordo com a região), pessoalmente (nos 85 postos de atendimento) ou pelo www.cvv.org.br via chat, Skype, e-mail ou carta.

Veja Também:  Acidentes graves envolvendo motociclistas são registrados em Tangará

Em Tangará da Serra há o Centro de Atenção Psicosocial: (65) 3326-4450.

Fonte: Folha Max

Comentários Facebook
Continue lendo

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Esportes

Mais Lidas da Semana