conecte-se conosco


Esportes

Palmeiras fecha acordo com a Globo para o Brasileirão

Publicado

Depois de impasse nas negociações, clube fecha contrato válido até 2024 para TV aberta e pay-per-view

Foto: Guilherme Rodrigues / Futura Press

TERRA NOTICIAS

O Palmeiras confirmou nesta quinta-feira (23) que fechou acordo com a Rede Globo para a transmissão dos jogos do Campeonato Brasileiro, tanto para TV aberta como para o pay-per-view. Após meses de impasse nas negociações, as duas partes entraram em acordo que valerá de 2019 para 2024. A partir de agora, todos os compromissos do time terá exibições na TV. “Tivemos os nossos pleitos atendidos a contento e assinamos um contrato com duração de seis anos”, disse em nota oficial o presidente do Palmeiras, Mauricio Galiotte.

“Quero agradecer ao torcedor palmeirense, que compreendeu a importância de todo esse processo e esteve sempre ao nosso lado durante a negociação, sendo fundamental e determinante para o sucesso dessa operação”, completou.

O primeiro passo para a negociação avançar foi a Globo ter aceitado a exigência do Palmeiras de não ter o redutor no contrato para TV aberta.

O valor com 20% de desconto (R$ 9,6 milhões em vez de R$ 12 milhões) havia sido proposto para todas as equipes que decidiram fazer acordos com a Turner para TV fechada. A Globo justificou que a diferença servia para compensar o impacto aos negócios da empresa gerados pela presença dos jogos em uma empresa concorrente.

Veja Também:  Lakers confirmam Lebron James fora do restante da temporada da NBA

Para TV aberta a Globo dividiu os R$ 600 milhões com 30% do total pago de acordo com o desempenho do campeonato, 30% referente à quantidade de partidas e exibidas e os 40% restantes divididos igualmente. Esta última parte corresponde a R$ 12 milhões, valor pelo qual o Palmeiras brigou para não ter a incisão do redutor, como estava previsto inicialmente.

O segundo passo rumo ao acordo final foi sobre o pay-per-view. O Palmeiras discordava do fatiamento do total de R$ 650 milhões destinados para o contrato. Desse total, Flamengo e Corinthians receberiam cada um R$ 120 milhões, o equivalente a 18,5%.

A diretoria palmeirense questionava os critérios que norteavam essa divisão. Um dos parâmetros era a Globo destinar recursos de acordo com a quantidade de torcedores de um determinado time que era assinante do pacote.

Na opinião do Palmeiras, um jogo do time pode atrair audiência mesmo de pessoas que sejam apoiadores de outras equipes ou estejam interessados no impacto do resultado daquela partida para a tabela.

Veja Também:  Nova Mutum já treina para o Campeonato Mato-grossense com 20 atletas no elenco

Fonte      https://www.terra.com.br/

Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Mixto, Araguaia e Luverdense ainda correm risco de ser rebaixados para Série B

Publicado

Faltando três rodadas para o encerramento da primeira fase do Campeonato Mato-grossense, três clubes ainda lutam para escapar do rebaixamento porque, de acordo com o regulamento da competição, os dois últimos colocados da fase já estarão automaticamente rebaixados para a Segunda Divisão. Se o Estadual terminasse hoje estariam nesta condição o lanterna Araguaia, que em seis jogos não obteve nenhuma vitória, e o Mixto Esporte Clube, que somou apenas 4 pontos na competição.

Com a vitória do Luverdense sobre o Araguaia, na tarde de sábado de Carnaval, o alvinegro foi empurrado para o Z2, o que obriga o alvinegro a somar pontos nas últimas rodadas para evitar a queda e ainda torcer contra o Luverdense.

E o primeiro duelo decisivo do Tigre será no próximo domingo, 1º de maço, em Cuiabá, diante do Dom Bosco, na reedição do tradicional ‘Clássico Vovô’. Com 8 pontos – quatro a mais que o alvinegro, o Dom Bosco está numa posição confortável. Estaria classificado ao lado do líder Cuiabá (16), o vice-líder União (14), o terceiro colocado, Operário (11), o quarto (Sinop, com 10), o quinto (Nova Mutum, com 8 pontos), Poconé (7) e Luverdense (5).

Veja Também:  Hamilton aproveita problemas da Ferrari e vence GP do Bahrein; Bottas fica em 2º

Na rodada seguinte o desafio será contra o Poconé, também na Arena, e, por fim, encara o Luverdense, fora de casa, no jogo que simplesmente poderá apontar o rebaixado, uma verdadeira decisão. Em caso de empate entre os dois ameaçados, a vaga por ser decidida nos critérios que incluem por exemplo, maior número de gols marcados.

O Araguaia, de Barra do Garças, que faz a pior campanha dos 10 clubes, enfrentará o Nova Mutum, no próximo domingo, em Mutum; o Dom Bosco, no Zeca Costa e na última rodada o Poconé, no Neco Falcão, na cidade Pantaneira. A julgar pelas campanhas dos adversários, dificilmente o time treinado por Kiko Araújo terá condições de escapar da degola.

Na segunda fase, os 8 classificados serão divididos em quatro grupos e se enfrentarão em jogos de ida e volta; classificando-se para a Terceira Fase (Semifinal) os que obtiveram a maior quantidade de pontos. De acordo com o regulamento, em caso de empate ao final dos dois jogos, os classificados serão conhecidos através do maior saldo de gols nas duas partidas.

Veja Também:  Lakers confirmam Lebron James fora do restante da temporada da NBA

Se o empate persistir as vagas serão decididas nas cobranças de tiros livros diretos da marca penal. Os clubes com melhores campanhas na Primeira Fase decidirão em casa.

A Gazeta (foto: arquivo/assessoria)

Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres MT.

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Presidente diz que Sinop está bem e quer estádio lotado contra Luverdense

Publicado

Os ingressos para o clássico entre Sinop e Luverdense começam ser vendidos, hoje à tarde, na portaria do estádio Gigante do Norte, com valor de R$ 10. O jogo será domingo, às 17h e a expectativa da diretoria do Galo é ter o estádio lotado, “Queremos bater recorde de público, colocar muitos torcedores no estádio. O Sinop está bem no Campeonato Mato-grossense e é um dos clássicos mais tradicionais do nosso futebol. Precisamos do apoio dos torcedores nesse momento, que compareçam ao estádio e apoiem o clube”, destacou, ao Só Notícias, o presidente do time, Agnaldo Turra.

As duas equipes vivem momentos diferentes no certame. Faltando três rodadas, o Luverdense, que ainda tem chances de ser rebaixado, precisa vencer as três para não depender de combinação. Tem 5 pontos e está em 8º na tabela, sendo a primeira equipe fora do Z2 (mas o Mixto está na cola com 1 ponto atrás). Venceu apenas um jogo, tem dois empates e três derrotas. Um revés pode colocar a equipe na degola novamente.

Veja Também:  TJD amplia suspensão de Moisés e G. Henrique e dupla pode ficar fora do Paulista

Já o Sinop vai em busca do triunfo para garantir de vez a vaga à próxima fase pois está em 4º, com 10 pontos, a menos que o 3º colocado Operário. O Sinop tem três vitórias, um empate e duas derrotas, venceu todas as partidas que disputou no Gigantão.

Historicamente quando se encontram os times proporcionam grandes embates. O confronto mais marcante aconteceu em 2016, pela final do Estadual. O resultado é lamentado até hoje pelos torcedores do Galo, que viram o time perder o título dentro de casa. No Passo das Emas o duelo acabou empatado, em 0 a 0, e na volta, o Luverdense foi superior e garantiu o triunfo pelo placar de 1 a 0.

Classificação
1 Cuiabá – 16 pontos
2 União de Rondonópolis – 14
3 Operário Várzea-grandense – 11
4 Sinop – 10
5 Nova Mutum – 8
6 Dom Bosco – 8
7 Poconé – 7
8 Luverdense – 5
9 Mixto – 4
10 Araguaia – 0

Só Notícias/Luan Cordeiro (foto: Valcir Pereira/arquivo)

Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres MT.

Veja Também:  Hamilton aproveita problemas da Ferrari e vence GP do Bahrein; Bottas fica em 2º

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

O QUE VOCÊ ESTÁ ACHANDO DA GESTÃO DO GOVERNADOR MAURO MENDES ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Esportes

Mais Lidas da Semana