conecte-se conosco


Sem categoria

PETS: Conheça as plantas venenosas para seu cãozinho

Publicado

                                                                                     Jornalista – Jú Farias

Você já se perguntou quais são as plantas tóxicas para seu melhor amigo? Cães são desbravadores, não é mesmo? Com bulbos, folhas, flores e caules não é diferente, seja por curiosidade ou até erupções dentárias, os pets mordiscam vegetais, ervas e tudo mais que encontram pela frente.

Até aí tudo bem, exceto se a planta escolhida colocar em risco a vida do animal, conforme explica a veterinária da Nutrire, Luana Sartori. “A intoxicação pode ocorrer com apenas uma mordida, dependendo do tipo de planta. Além disso, muitos são os motivos que levam o pet a procurar esses verdes para morder, pode ser estresse, desconforto intestinal ou o cheiro da própria planta”, conta.

Veja Também:  Moradores de Denise anunciam novo fechamento da MT-343 no próximo dia 10

Muitos tutores gostam de enfeitar o jardim ou até o apartamento com flores e plantas, mas para quem tem animais em casa todo cuidado é pouco.

Confira a lista de algumas plantas vilãs para os cães:

Comigo-ninguém-pode (Dieffenbachia spp.)

Costela de Adão (Monstera deliciosa)

Jiboia (Scindapsus aureus)

Espada de São Jorge (Sansevieria trifasciata)

Bico de papagaio (Euphorbia pulcherrima)

Azaleia (Rhododendron spp.)

Folha da fortuna (Kalanchoe spp.)

Copo de leite (Zantedeschia aeothiopica)

Primula ou primavera (Primula abconica)

Lírio (Lilium spp. e Hemero-callis spp.)

Hortênsia (Hydrangeia macrophylla)

Mamona (Ricinus communis)

Coroa de Cristo (Euphorbia milii)

Dama da noite

Hibisco

Samambaia

Tulipa

Begônia

Babosa

Sinais de intoxicação e o que fazer?

A intoxicação causa irritação local na boca e garganta; produção excessiva de saliva, vômitos, dor abdominal e diarreia, tremores, convulsão e perda de coordenação, arritmia, taquipneia e dispneia e, ainda, icterícia, ressecamento da pele, fraqueza, desidratação e hipertermia. “A intensidade dos sintomas dependerá do tipo de planta e da quantidade mordiscada ou ingerida. Cães filhotes e idosos podem apresentar quadros mais severos”, acrescenta Luana.

Veja Também:  Moradores de Denise realizam abaixo assinado pedindo o asfaltamento da MT-343, sentido Barra do Bugres

Ao perceber que seu pet ingeriu ou mordiscou alguma dessas plantas, o ideal é levá-lo ao veterinário antes mesmo dos sintomas aparecerem. “A grande questão é que muitos tutores podem não ver no momento exato em que isso aconteceu, então, costumam encontrar o pet já bastante prejudicado pelos sintomas. O quanto antes esse animal for atendido, maiores são as suas chances de recuperação”, aconselha.

O ideal é que casas e apartamentos com animais estejam mais preparados para armazenar as plantas. “É possível cercar ou pendurá-las em locais onde os pets não alcançarão. O mesmo serve para os tutores de gatos, que podem ser ainda mais afetados pela toxicidade das plantas”, conclui Luana.

Comentários Facebook
publicidade

Sem categoria

Jovens são raptadas em assalto em Barra do Bugres e liberadas em Tangará da Serra

Publicado

Vítimas foram levadas para um motel e sequestro movimentou a madrugada no setor de segurança pública

Polícia

Diário da Serra

Um crime que começou em Barra do Bugres teve seu desfecho em Tangará da Serra na madrugada desta sexta-feira, 13. Um quarteto armado invadiu uma casa na cidade vizinha, onde estava uma família. Ao fugirem, dois deles sequestraram duas adolescentes, filhas do casal, e as levaram para um motel próximo à Tangará. Outros dois, se dispersaram com um veículo para Cáceres, região de fronteira com a Bolívia.

A Polícia Militar foi acionada e mobilizou homens para trabalharem na negociação, a fim de que as vítimas fossem liberadas pelos criminosos. Após muita conversa, por volta das 04h00 da manhã, a dupla de sequestradores se entregou e libertou as jovens, sem nenhum ferimento.

Os dois foram presos e conduzidos para a Delegacia de Polícia de Tangará da Serra para que fossem tomadas as devidas providências. Segundo a PM, um dos elementos possui passagens pela polícia e já residiu em Tangará da Serra.

Veja Também:  Polícia Militar de Barra do Bugres apreende menor de idade por tráfico de Drogas

Comentários Facebook
Continue lendo

Sem categoria

Mais de 2,4 mil vagas são ofertadas pela Unemat incluinndo Barra do Bugres

Publicado

Reprodução

Por: O Bom da Notícia

Reprodução

A Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) está oferecendo 2.420 vagas para ingresso no primeiro semestre de 2020 para os candidatos que realizaram o Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) deste ano. São 60 cursos de graduação presencial.

A seleção para as vagas é feita por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do Ministério da Educação, que utiliza as notas do Enem. As inscrições ocorrerão de 21 a 24 de janeiro.

De acordo com a universidade, o resultado da primeira chamada será publicado no dia 28 de janeiro, e os aprovados devem realizar a matrícula nos dias 29, 30 e 31 de janeiro e nos dias 3 e 4 de fevereiro.

O procedimento de verificação para estudantes negros e estudantes com deficiência será nos dias 3 e 4 de fevereiro, com divulgação do resultado do procedimento já no dia 5.

A segunda chamada do curso de medicina ocorrerá no dia 4 de março.

Para os interessados em participar da lista de espera para a terceira chamada e chamadas subsequentes devem manifestar interesse pessoalmente no dia 18 de fevereiro na universidade.

Segundo a Unemat, as aulas iniciam no dia 10 de fevereiro, com exceção do curso de medicina, que inicia o período letivo no dia 16 de março.

Cursos ofertados

  • Administração: Diamantino, Juara, Nova Mutum, Sinop, Tangará da Serra/Matutino e Tangará da Serra/Noturno
  • Agronomia: Alta Floresta, Cáceres, Nova Mutum, Nova Xavantina e Tangará da Serra
  • Arquitetura e Urbanismo: Barra do Bugres
  • Ciência da Computação: Alto Araguaia, Barra do Bugres e Cáceres
  • Ciências Biológicas: Alta Floresta, Cáceres, Nova Xavantina e Tangará da Serra
  • Ciências Contábeis: Cáceres, Nova Mutum, Sinop e Tangará da Serra
  • Ciências Econômicas: Sinop
  • Direito: Alta Floresta, Barra do Bugres, Cáceres, Diamantino e Pontes e Lacerda
  • Educação Física: Cáceres e Diamantino
  • Enfermagem: Cáceres, Diamantino e Tangará da Serra
  • Engenharia Civil: Nova Xavantina, Sinop e Tangará da Serra
  • Engenharia de Alimentos: Barra do Bugres
  • Engenharia de Produção Agroindustrial: Barra do Bugres
  • Engenharia Elétrica: Sinop
  • Engenharia Florestal: Alta Floresta
  • Geografia: Cáceres e Sinop
  • História: Cáceres
  • Jornalismo: Tangará da Serra
  • Letras: Alto Araguaia, Cáceres, Pontes e Lacerda, Sinop e Tangará da Serra
  • Matemática: Barra do Bugres, Cáceres e Sinop
  • Medicina: Cáceres
  • Pedagogia: Cáceres, Juara e Sinop
  • Sistemas de Informação: Sinop
  • Turismo: Nova Xavantina
Veja Também:  Sub-20: Assari perde em casa para o Nova Integração

Comentários Facebook
Continue lendo

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Esportes

Mais Lidas da Semana