conecte-se conosco


Policial

Pit bull escapa de casa vizinha, ataca menino de 4 anos e dono é detido

Publicado

Resultado de imagem para Pit bull escapa de casa vizinha, ataca menino de 4 anos e dono é detidoUm menino, de 4 anos, foi atacado por um cachorro da raça pit bull na tarde desse domingo (5), no Bairro Alice Novack, em Cuiabá. De acordo com a Polícia Militar, o cachorro, que pertence ao vizinho da família, escapou da casa e atacou a criança que estava na rua.

O vizinho foi detido, mas acabou liberado horas depois.

Segundo a PM, o vizinho, Willian Douglas Souza da Silva, de 23 anos, saiu de casa com o carro e deixou o portão encostado, sem a tranca. O portão estava parcialmente aberto e o pit bull escapou. O G1 tenta localizar a defesa dele.

O menino estava na rua quando foi atacado. Outro morador viu o ataque e ajudou a retirar o cachorro de cima da criança.

O menino foi mordido na cabeça, na orelha e na nuca. Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi chamada e encaminhou a criança ao Pronto-Socorro Municipal de Cuiabá (PSMC).

A mãe da criança disse ao G1 que o filho está internado no PSMC.

“Ele passou por cirurgia e está com a cabeça enfaixada. Já se recuperou bem e comeu agora pela manhã. Teve cortes profundos na cabeça, na nuca e está internado”, comentou a mãe.

Vizinho detido

A Polícia Civil informou ao G1 que Willian foi ouvido, assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por omissão de cautela na guarda ou condução de animais, previsto no artigo 31 da Lei de contravenções penais e em seguida foi liberado.

O suspeito responderá pelo delito no Juizado Especial Criminal (Jecrim). O caso foi encaminhado a Delegacia Especializada de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Deddica).A

Comentários Facebook
publicidade

Policial

Operação integrada prende 36 autores de delitos criminais em oito municípios

Publicado

Resultado de imagem para Operação integrada prende 36 autores de delitos criminais em oito municípiosTrinta e seis pessoas foram presas durante a “Operação Manaki Avem” no município de Tangará da Serra (a 242 km a Médio Norte de Cuiabá). Do total de prisões, 29 foram em flagrante delito. A ação repressiva e preventiva foi deflagrada pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) e aconteceu também nas cidades de Brasnorte, Sapezal, Campo Novo do Parecis, Nova Olímpia, Denise, Barra do Bugres e Porto Estrela.

Foram presos suspeitos de envolvimento com tráfico de drogas, homicídios, roubos e receptação. A operação, que começou no dia 01º de agosto e seguiu até o dia 04 do mesmo mês, empregou mais de 460 profissionais da Polícia Militar, Polícia Judiciária Civil, Corpo de Bombeiros Militar e Politec.

Nos quatro dias de operação, as forças de segurança cumpriram 18 mandados de busca e apreensões, sete mandados de prisões, internação cautelar e prisão temporária. Ao todo, 2.414 pessoas e 1.118 veículos foram abordados, 48 estabelecimentos comerciais foram fiscalizados pelo Corpo de Bombeiros Militar e quatro armas foram apreendidas.

Veja Também:  Polícia Civil cumpre prisão de acusados atuar em tentativa de latrocínio na Capital

“Temos deflagrado operações não só nos municípios de Cuiabá e Várzea Grande, mas também em outras Regiões Integradas de Segurança Pública (Risps), que abrange as 141 cidades do Estado. Nosso foco tem sido trabalhar em frentes ostensivas e repressivas para impedir o avanço da criminalidade”, ressalta o secretário adjunto de Integração Operacional da Sesp, coronel PM, Victor Fortes.

A operação foi batizada de Manaki Avem, que em tupi significa “pássaro tangará”.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Bope forma especialistas para patrulhamento em ambiente rural

Publicado

Os policiais, que já são

O Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar (Bope) acaba de formar mais 14 policiais especialistas em Patrulhamento em Ambientes Rural (CPAR). Seis dos novos especialistas são do próprio Bope e oito integram o efetivo dos Batalhões de Operações Especiais dos estados de Acre, Rio Grande do Norte, Paraná, Amazonas e Mato Grosso do Sul.

Em sua 15ª edição, o CPAR do Bope mato-grossense há muito se tornou referência para as ‘tropas de elite’ de outras unidades da federação. O comandante do Bope, tenente-coronel Ronaldo Roque da Silva, explica que esse curso prepara o policial para atuar em situação de grandes riscos, cenários inóspitos e condições desfavoráveis.

O comandante observa que mesmo aqueles que vêm para apreender trazem experiências que podem contribuir para melhor e aprimorar a formação policial.
Durante duas semanas, em período integral, os policiais tiveram aulas teóricas e práticas e sobre Técnicas de Progressão, Armamento e Equipamentos Rurais, Evolução do ‘Novo Cangaço’, Socorro e Emergência, entre outras.

A formatura foi realizada na última sexta-feira, 26, em Cuiabá.

Veja Também:  Jovem condenada por tráfico de drogas em MS é presa em Rondonópolis

Alecy Alves / Secom-MT -Diariodaserra

Comentários Facebook
Continue lendo

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Esportes

Mais Lidas da Semana