conecte-se conosco


Sem categoria

Plataforma da Empaer faz mapeamento da agricultura em Barra do Bugres e outros municípios

Publicado

A Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) tem 4.130 agricultores cadastrados através do Sistema de Acompanhamento e Gerenciamento das Atividades, uma plataforma digital utilizada para armazenar dados dos agricultores familiares e também acompanhar a eficiência dos técnicos no trabalho no campo. A previsão é de que até o final de 2020, a empresa tenha um retrato preciso da agricultura familiar no Estado de Mato Grosso.

O técnico de Administração Sistêmica da Empaer, Eder Antônio da Silva, fala que de forma transparente e moderna, a ferramenta está sendo utilizada via web e aplicada para coletar as informações dos serviços prestados, além de avaliar o ganho social dos produtores rurais e o trabalho executado pelos funcionários da empresa.

Ele explica que um técnico está inserindo dados pessoais dos produtores, cadastro das famílias, unidades produtivas, mapeamento com coordenadas geográficas, atividade produtiva, infraestrutura, equipamentos e outros. O trabalho com a plataforma teve início oficialmente no mês de junho deste ano.

Eder esclarece que o Sagae vai permitir um diagnóstico do trabalho executado pelos técnicos e pesquisadores da Empaer no serviço prestado ao produtor, conferindo as condições da sua propriedade e indicadores das cadeias produtivas, com número de áreas, quantos hectares estão sendo cultivado, método de trabalho, produção por município, número de produtores e famílias, acesso às linhas de crédito, adequação ambiental, melhoria produtiva, rentabilidade e mais.

Veja Também:  Meta de vacinação contra gripe em Barra do Bugres foi atingida

“Teremos informações precisas e um mapeamento geral da agricultura familiar no Estado. Acredito que até o final de 2020 esses dados estarão a disposição da população”, enfatiza.

Será possível fazer um diagnóstico integrado e mais preciso da área do produtor e da atuação do técnico da Empaer junto às propriedades atendidas.

Os técnicos em Agropecuária da Empaer, Eder José Barreiros e Tarcisio Cuchi, do município de Paranaíta, começaram a utilizar o sistema no mês de junho e já cadastraram 354 produtores rurais. Eder fala que a nova ferramenta é bem simples e veio para ajudar no serviço de assistência técnica e extensão rural, e tudo o que for recomendado para o produtor. O município faz parte do escritório Regional de Alta Floresta, onde os técnicos já prestaram atendimento a 1.087 produtores rurais.

Conforme Barreiros, outra opção que o sistema proporciona é a localização da propriedade rural, com as coordenadas corretas, sendo possível checar onde estão sendo aplicadas técnicas para melhoria da área. Durante o atendimento são verificadas quais culturas são cultivadas, o que foi recomendado e a data do atendimento. Facilita também para o produtor, que recebe uma cópia para conferir o que foi sugerido.

Veja Também:  Polícia Militar prende 5 suspeitos e apreende 3 menores por tráfico de drogas em Barra do Bugres

“Esperamos produzir relatórios com números que demonstrem o desenvolvimento da região e do agricultor familiar”, salienta.

Silva comenta que será possível, com a ferramenta, fazer um diagnóstico integrado e mais preciso da área do produtor e da atuação do técnico da Empaer junto às propriedades atendidas. Paralelamente ao sistema que está em operação, será desenvolvido um aplicativo para atender o produtor rural de forma mais interativa e eficiente. Ele calcula que até o final deste ano, a equipe de Tecnologia da Informação da empresa estará elaborando a nova ferramenta.

Para operacionalização do sistema, os técnicos estão recebendo capacitação para utilização da ferramenta. Os primeiros habilitados foram os técnicos da região do Vale do Rio Cuiabá, em seguida Juína e Alta Floresta. Ainda este ano serão realizadas mais seis capacitações nos municípios de Sinop, Barra do Garças, Barra do Bugres, Rondonópolis, São Félix do Araguaia e Cáceres.

“Levamos mais de um ano para elaboração e finalização do sistema, e a finalidade do trabalho que será executado no campo é a transparência da informação para os produtores e a sociedade em geral”, finaliza o técnico.

Comentários Facebook
publicidade

Sem categoria

Morre aos 88 anos, João Petroni, pioneiro na produção de álcool e açúcar em MT e diretor presidente do Grupo Barralcool

Publicado

RD News / Redação

Morreu na madrugada de hoje (17), o presidente fundador do Grupo Barralcool, João Nicolau Petroni, aos 88 anos. O empresário é considerado um dos pioneiros contemporâneos do setor sucroenergético do Estado, sendo também o fundador do Sindicato das Indústrias Sucroalcooleiras do Estado (Sindacool).

João Petroni nasceu em Birigui (SP) e se mudou para Mato Grosso na década de 60. Em 1980, juntamente com outros produtores da região, fundou a usina Barralcool, em Barra do Bugres. “João Nicolau presidiu a Barralcool desde sua fundação, em 1980, e sempre foi um homem respeitado nacionalmente pelo seu trabalho incansável em prol do desenvolvimento do setor sucroenergético”, disse em nota o presidente do Sindalcool, Silvio Cezar Pereira.

O presidente do Sistema Fiemt, Gustavo de Oliveira, afirma que “o legado de Petroni tem uma enorme dimensão, e as sementes que ele plantou vão continuar gerando frutos por décadas”. Fica registrado o nosso reconhecimento por esse homem que uniu, como poucos, o talento para empreender e prosperar à preocupação em garantir o desenvolvimento social e econômico à sua volta. Seu falecimento é uma enorme perda. Mas sua vida conosco foi um honroso presente”, disse em nota.

Veja Também:  Unemat de Barra do Bugres realiza inscrição para o vestibular 2019/2

Engajado na política de classe, Petroni atuou como diretor e vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado (Fiemt), e também mantinha negócios no campo da pecuária. O empresário deixa esposa, Zumira, com quem foi casado por 68 anos, quatro filho, netos e bisnetos.

O velório será realizado no Projeto Doce Vida – mantido pelo Grupo Barralcool, situado a Rua Rouxinol, Bairro Jardim dos Pássaros em Barra do Bugres a partir das 12h. O sepultamento será às 8h da manhã deste domingo (18), no cemitério municipal da cidade.

O Grupo Barralcool divulgou uma nota:

Nota de pesar pelo Falecimento de João Nicolau Petroni – Diretor Presidente do Grupo Barralcool

É com enorme pesar e um aperto imensurável no coração que comunicamos o falecimento do diretor-presidente do Grupo Barralcool, o senhor João Nicolau Petroni, aos 88 anos, ocorrido na madrugada deste sábado (17), em sua residência, em Cuiabá-MT. João Nicolau presidiu a organização desde sua fundação, em 1980, e nos deixa um legado de muita luta, fé e perseverança, sendo um dos pioneiros no setor sucroenergético do Estado de Mato Grosso.

Veja Também:  Por causa de buracos e acidentes constantes, moradores fazem protesto e fecham avenida em Tangará

O velório será realizado na Associação Barralcool de Assistência Social, Projeto Doce Vida, a partir das 12h. O sepultamento será às 8h de domingo (18), no cemitério Municipal de Barra do Bugres.

Paulista de Birigui, João Nicolau Petroni, foi um dos ícones do setor industrial de Mato Grosso. Líder, entusiasta e visionário, foi responsável direto pelo desenvolvimento do setor sucroalcooleiro no estado, fundando em 1980 a Barralcool Destilaria da Barra.

Íntegro, honesto e temente a Deus, galgou sua trajetória sempre com muito amor e respeito à sua família e a todos que o cercavam. Altruísta, incessantemente apoiou causas em prol de uma melhor qualidade de vida para todos, sendo um dos responsáveis diretos pela criação da Associação Barralcool de Assistência Social, Projeto Doce Vida, entidade que já assistiu mais de dez mil crianças e adolescentes na cidade de Barra do Bugres – MT.

À estimada esposa Zulmira, família e seus incontáveis amigos, nossas condolências. Vai em paz, João Nicolau Petroni, apesar da profunda tristeza que nos encontramos, sabemos que Deus já preparou uma linda recepção para sua vida eterna!

Comentários Facebook
Continue lendo

Sem categoria

O Projeto de Lei que regulamenta a prática dos esportes equestres do deputado Dilmar Dal´Bosco é aprovado

Publicado

O Projeto de Lei 17/2019 que regulamenta a prática dos esportes equestres em Mato Grosso, foi aprovado na última quarta-feira (14) pelo plenário da Assembleia Legislativa do Estado. Com 21 votos favoráveis e três ausências, a proposta agora segue para a sanção do governador Mauro Mendes (DEM).

Com a regulamentação, foram normatizados os critérios para a prática equestre no Estado, visando garantir o bem-estar dos animais, além de reconhecê-las como expressões artístico-culturais em todo o território mato-grossense.

De autoria do deputado Dilmar Dal´Bosco (DEM), o projeto determina que: rodeio, vaquejada, montarias, provas de laço, apartação; bulldog; provas de rédeas, três tambores, team penning e work penning e paleteadas, são consideradas expressões artístico-culturais.

A proposta atende as demandas de pecuaristas, donos de haras e de organizadores de eventos, que passaram a cobrar uma regulamentação para a pratica do esporte, após terem sido surpreendidos com a proibição de provas durante a 7ª Semana do Cavalo, realizada pelo Haras Twin Brothers, em Cuiabá.

Comentários Facebook
Veja Também:  Polícia Militar prende 5 suspeitos e apreende 3 menores por tráfico de drogas em Barra do Bugres
Continue lendo

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Esportes

Mais Lidas da Semana