conecte-se conosco


Sem categoria

Polícia Federal faz operação para combater pagamento de propina em 9 municípios de Mato Grosso

Publicado

Estão sendo cumpridos 15 termos de compromisso aplicando medidas cautelares diversas da prisão, dentre elas, o afastamento de fiscais federais agropecuários e a Justiça Federal de Barra do Garças  também determinou o sequestro de bens e valores pertencentes a quatro fiscais federais agropecuários, totalizando R$ 5 milhões.

O pagamento de propina vinha ocorrendo em frigoríficos em Barra do Garças Confresa, Cuiabá,  Diamantino, Pedra Preta,  Vila Rica, São José dos Quatro Marcos,  Água Boa, Matupá e no Mato Grosso do Sul em Ponta Porã,  Campo Grande,  Cassilândia e Anápolis (GO).

Os valores destinados ao pagamento de propinas eram registrados na contabilidade das unidades da empresa como despesas de consultoria e marketing ou serviço de inspeção federal.

Participam da ação mais de 60 policiais federais, que cumprem 15 mandados de busca e apreensão em seis estados: Mato Grosso, Goiás, Pernambuco, Paraná, Mato Grosso do Sul e Santa Catarina

Veja Também:  Colisão envolvendo veículo da prefeitura de tangará deixa vítima gravemente ferida

A segunda fase é resultado da análise dos dados bancários dos investigados, dos documentos contábeis apreendidos durante a deflagração da primeira fase em junho do ano passado, os quais apontaram o pagamento de R$ 1.860.700,00 em propina apenas na unidade de Barra do Garças além da celebração de 11 acordos de colaboração premiadas entre o Ministério Público Federal e Polícia Federal com os prepostos da empresa responsáveis pela operacionalização dos pagamentos.

Os colaboradores afirmaram que houve o pagamento de, no mínimo, R$ 6 milhões  em propinas aos agentes públicos envolvidos. As propinas variavam de R$ 5 mil a R$ 25 mil mensais, que perduraram até o início de 2017, cessando
com a deflagração da Operação Carne Fraca.

As investigações mostram que entre os anos de 2010 a 2014 os lançamentos contábeis destinados a encobrir as propinas se valeram de documentos falsos, já que o CPF destinatário das despesas, que teria supostamente prestado os serviços de marketing, pertencia a pessoa falecida em 2009, momento anterior aos lançamentos.

São alvos da operação os fiscais federais agropecuários e os médicos veterinários conveniados ao SIF, que atuavam na fiscalização das plantas industriais da empresa localizadas nos referidos municípios.

Veja Também:  Cumprindo com os seus ditamos constitucionais, a Polícia Judiciária Civil de Barra do Bugres está a todo “vapor”.

Os investigados irão responder por corrupção ativa e passiva, além de organização criminosa, podendo pegar até 20 anos de prisão.

*A operação foi denominada Porteira Aberta, tendo em vista a ausência de controle dos animais, a falta de inspeção dos fiscais sanitários, que permitia que o gado fosse abatido indiscriminadamente, sem qualquer empecilho.

A informação é da assessoria da PF.

Redação Só Notícias (fotos: assessoria)

Comentários Facebook
publicidade

Sem categoria

Droga produzida em laboratório é apreendida e três pessoas são presas em Tangará

Publicado

Além da droga, dinheiro, celulares e outros objetos forma apreendidos

Polícia G1 MT 

Três pessoas, de 22, 29 e 38 anos, foram presas suspeitas de tráfico de drogas, no Bairro Buritis, em Tangará da Serra, a 242 km de Cuiabá, nessa quarta-feira (22). Com eles, a polícia apreendeu drogas produzidas em laboratório.

De acordo com a Polícia Civil, a droga é feita através de vários cruzamentos de tipos de maconha. Além disso, foram apreendidas mais de 20 mudas da planta, três celulares, um notebook, embalagens e mais de R$ 200 em dinheiro.

Além da droga, dinheiro, celulares e outros objetos forma apreendidos — Foto: TVCA/Reprodução

A apreensão aconteceu depois de uma investigação da Polícia Civil, com apoio da Força Tática e do Comando de Ações Rápidas da Polícia Militar.

Um dos suspeitos afirmou que era o dono do material e que penhorou o carro dele para investir no comércio ilegal.

Foram apreendidas mais de 20 mudas de maconha — Foto: TVCA/Reprodução

Dois dos três presos já têm passagem por tráfico de drogas. Todos eles foram encaminhados à delegacia.

Comentários Facebook
Veja Também:  Lutadores de Barra do Bugres conquistam primeiro lugar no campeonato Abu Dhabi International Pro de jiu-jitsu
Continue lendo

Sem categoria

Cão desaparecido no Bairro Maracanã

Publicado

Desapareceu na noite de ontem, no Bairro Maracanã, um cachorro de porte médio. Foi visto pela última vez, nas imediações da Av. das Nações. A Proprietária está muito abalada com seu desaparecimento. Qualquer informação ligue (65) 99935 3578

Comentários Facebook
Veja Também:  Governo recebe relatórios das visitas técnicas a hospitais e unidades de saúde; visita foi realizada em Barra do Bugres
Continue lendo

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Esportes

Mais Lidas da Semana