conecte-se conosco


Barra do Bugres e Região

Prefeitura de Porto Estrela inaugura sede própria do CRAS

Publicado

Dieny Vieira – da redação Afolhadomedionorte

Secretária municipal de Assistência Social, Célia Pelachim, prefeito Eugênio Pelachim, vice-prefeita, Vanda Regina Santi Saggin e a secretária municipal de educação, Tânia Papa.

A Prefeitura Municipal de Porto Estrela através da Secretaria de Assistência Social inaugurou a sede própria do CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) é uma unidade pública de Assistência Social, que é responsável pela oferta e pela execução dos serviços na área sócio assistencial. O prédio foi construído seguindo todas as normas técnicas exigidas pela NOB-RH/SUAS. A obra foi iniciada no primeiro semestre de 2015 e entregue a população no em setembro de 2017. Ao todo foi investido na obra cerca de R$ 377 mil 332 reais e 68 centavos, deste valor R$ 350 mil são oriundos de cofinanciamento pelo Ministério da Cidadania do Governo Federal e o restante do recurso foi uma contrapartida da Administração municipal.

Ana Lúcia Ribeiro, Assistente Social do CRAS

A construção de um prédio próprio do CRAS se fez necessário, tanto para gerar economia ao município, como para que o novo prédio pudesse atender a todas as normas técnicas exigidas. Por estar fora das normas o município acabava tendo que responder a diversos apontamentos da Secretaria de Assistência Social do Estado. Ana Lúcia Ribeiro que é Assistente Social do CRAS explicou que desde quando o CRAS foi inaugurado no município em 2007 a equipe teve que se mudar diversas vezes, na tentativa de deixar o prédio o mais próximo possível do que era exigido pelas normas técnicas.

Veja Também:  PM flagra adolecentes em festa com drogas e bebidas alcoólicas em Tangará da Serra

“O CRAS no nosso município existe desde 2007, e segundo as normas do NOB-RH/SUAS, que são as normativas que regulamentam, tanto a equipe técnica como adequação de prédio. Nós nunca estivemos dentro daquilo que é exigido pelas normas técnicas. Então desde 2007 quando nosso CRAS foi inaugurado no município a gente estava fora das adequações porque o prédio estava totalmente irregular daquilo que se pede nas normas técnicas. Então, com apoio e dedicação do prefeito Eugênio Pelacchim, por meio da secretaria de Assistência Social, a secretária Célia Pelachim,  fizemos inúmeras mudanças de 2007 para cá, nós mudamos umas quatro ou cinco vezes, nessa tentativa de adequar o prédio o mais próximo possível daquilo que era exigido. A prefeitura deixava um prédio, pagava aluguel em outro na tentativa de adequar de acordo com o que se pedia, mas nunca conseguimos. Recebemos inúmeros apontamentos da Secretaria de Assistência Social do Estado, que é quem monitora os serviços na área da assistência social nos municípios, e nós vivíamos anualmente respondendo e justificando essa falta de adequação do espaço físico. Até que finalmente nós fomos contemplados com o cofinanciamento do Ministério da Cidadania do Governo Federal com a construção deste prédio”, destacou Ana.

O prédio próprio do CRAS possui salas amplas para atendimento individual, para atendimento coletivo, tem uma recepção, uma sala de reunião no fundo. E o prédio foi feito com total acessibilidade, com rampas na entrada. A porta é adaptada e os banheiros também são adaptados para pessoas com deferência.

Veja Também:  Grave acidente na MT 246 nas imediações da fazenda Primo em Barra do Bugres

A assistente social falou ainda que tanto para ela quanto para os demais colegas que estão na área da assistência social a construção deste prédio foi a realização de um sonho. “Tenho a dizer que pra nós é um sonho. Pra mim que estou na área da assistência Social há mais de 12 anos e para os demais trabalhadores do SUAS, é um sonho porque assim é um prédio totalmente adequado com salas amplas para atendimento individual, para atendimento coletivo. A recepção que oferece o acolhimento que nossos usuários realmente precisam. Temos uma sala de reunião nos fundos com capacidade para 30 pessoas. E antes nós não tínhamos esse espaço disponível para os nossos usuários, então para nós é um sonho ter um espaço assim totalmente adequado que oferece realmente esse acolhimento, esse aconchego para os nossos usuários da assistência. E nosso prédio tem acessibilidade temos rampas, a porta de entrada é adaptada conforme a exigência. Temos banheiros adaptados para pessoas com deficiência. Estamos felizes e realizados, porque que a gente pode realmente oferecer um serviço de qualidade, nosso usuário se sente acolhido em um ambiente melhor, nas salas eles podem ser atendidos com mais privacidade nos atendimentos”, concluiu Ana.

Fonte: Afolhadomedionorte

 

Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres MT

Comentários Facebook
publicidade

Barra do Bugres

Boletim informativo do Covid-19 em Barra do Bugres em 12 de agosto 2020

Publicado

A Secretaria Municipal de Saúde de Barra do Bugres MT divulgou no final da tarde de ontem o boletim atualizado dos casos da Covid-19 na cidade.  Ate o momento são:

1289 – Suspeitos

432 – foram confirmados

 

69 – ainda aguarda o resultado

788 – Já foram descartados

361 – Recuperados – “já foram curados”

 

53 – Ativos com a doença

 

05 – Internado em enfermarias

 

01 – Internado em UTI

12 – Pessoas foram a óbito por causa da doença

Para maiores informações ligue (65) 99632 8676

 

Fonte: Comitê de enfrentamento ao Coronavírus

Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres MT

Comentários Facebook
Veja Também:  Sindicato Rural avalia possibilidade de realização ou não da Exposserra em 2020
Continue lendo

Barra do Bugres

Polícia Civil em Barra do Bugres cria espaço para atendimento a vítimas de violência

Publicado

Sala é reservada e foi equipada em parceria com o Município

A Delegacia da Polícia Civil em Barra do Bugres (168 km a médio-norte de Cuiabá) inaugurou nesta semana, em Homenagem aos 14 anos da Lei Maria da Penha uma sala exclusiva para atendimento à mulher.

A criação do novo espaço foi possível por meio de parcerias da unidade policial e o município, com o objetivo de atender de forma adequada mulheres vítimas de violência doméstica.

Ao chegar à delegacia, a vítima já recebe pronto atendimento no espaço reservado e privativo, para o registro de ocorrências, realização de oitivas, bem como o pedido de medidas protetivas e demais ações que fazem parte da Lei Maria da Penha.

O delegado de Barra do Bugres, Renato Resende, pontua que a mulher que passa por um momento de fragilidade não pode estar exposta ao movimento diário da delegacia. “A estratégia da sala é uma busca da Polícia Civil no enfrentamento à violência doméstica e familiar contra a mulher. Acrescenta-se que a sala se destina, também, ao atendimento de crianças e adolescentes, vítimas de abuso sexual. Por isso, essa sala reservada incentiva as vítimas a procurarem ajuda”.

Veja Também:  Prefeitura de Diamantino fecha comércio, impões toque de recolher e barreiras nas entradas da cidaade

A delegacia conta com profissionais qualificados e treinados para lidar com os casos envolvendo violência doméstica. O espaço é equipado com ar-condicionado, computador para oferecer mais conforto às vítimas. “Com essa estrutura prestamos o serviço de forma mais humanizada, sobretudo em um momento grave decorrente da pandemia, que estamos passando”, acrescentou o delegado.

 Fonte: Assessoria/Polícia Civil-MT: João Menezes

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

O QUE VOCÊ ESTÁ ACHANDO DA GESTÃO DO GOVERNADOR MAURO MENDES ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Esportes

Mais Lidas da Semana