conecte-se conosco


Agronegócio

Produtores de Mato Grosso debatem a sustentabilidade na agricultura durante a Caravana Soja Brasil

Publicado

Fortalecimento Institucional

Produtores de Mato Grosso debatem a sustentabilidade na agricultura durante a Caravana Soja Brasil


Divulgação

15/01/2019

          A Sustentabilidade na Agricultura Brasileira será o tema central da Caravana Soja Brasil, etapa Mato Grosso, que começa logo mais às 19h (horário de Brasília), na sede do Sindicato Rural de Primavera do Leste. O projeto tem a realização da Associação dos Produtores de Soja e Milho e do Canal Rural, com a coordenação técnica da Embrapa Soja.

            Nesta etapa, além de Primavera do Leste, o município de Canarana também vai receber o projeto, no dia 18 de janeiro, como parte da programação da Feira Dia de Negócios e Tecnologias (Dinetec), que será realizada entre os dias 16 e 18.     Nas duas cidades serão ministradas três palestras que vão abordar a sustentabilidade ambiental e econômica, assim como os desafios da cultura e o uso de biológico na soja.

            O professor da Esalq/USP, Mauro Osaki, abrirá o evento com a palestra “A Sustentabilidade Ambiental e Econômica da Soja”.O Uso de Biológicos na Agricultura” será o tema apresentado pelo pesquisador da Embrapa, Ivan Cruz. Para encerrar a programação, o presidente da Aprosoja-MT e vice-presidente da Aprosoja Brasil, Antônio Galvan, ministrará a palestra “A Sustentabilidade Econômica e os Desafios da Soja”. Outras informações: www.projetosojabrasil.com.br

Veja Também:  CITROS/CEPEA: Carnaval limita demanda; chuvas atrapalham oferta

 

SERVIÇO:

Evento: Caravana Soja Brasil

Datas/horários:

15.01: Primavera do Leste, no Sindicato Rural do município, na Av. Campo Mourão, 1500, às 19h.

18.01: Canarana, no dia 18 de janeiro, durante a feira Dinetec – MT 236, zona Rural.

Entrada gratuita.

 

Fonte: Ascom Aprosoja


Assessoria de Comunicação

Contatos: Telefone: 65 3644-4215

Email: comunicacao@aprosoja.com.br

Comentários Facebook
publicidade

Agronegócio

Óleo de soja da cooperativa está mais sustentável

Publicado

COAMO: Óleo de soja da cooperativa está mais sustentávelCom o início das atividades da unidade industrial da Coamo em Dourados (MS), em novembro de 2019, a cooperativa iniciou a utilização de novas embalagens para o óleo de soja refinado da marca Coamo, nas linhas de produção das fábricas da cooperativa em Dourados e Campo Mourão (PR). Essa nova embalagem foi idealizada para reduzir a demanda de plástico – PET, mas sem prejudicar a praticidade e a segurança do seu manuseio junto ao consumidor. “Estamos sempre atentos às necessidades e oportunidades de novos projetos, com o desenvolvimento de novas soluções para otimizar nossas operações”, afirma o diretor Industrial da Coamo, Divaldo Correa.

Menos plástico – Com essa mudança, haverá uma redução de 565,1 toneladas anuais na demanda de plástico no processo produtivo das indústrias, o que representa 11,24% a menos de matéria-prima para produção de garrafas. “Trata-se de uma proposta sustentável que preconiza a redução de matéria-prima, além de garantir mais eficiência no transporte das embalagens, com a diminuição do número de viagens para a mesma quantidade de embalagens transportadas entre o fornecedor e as unidades industriais”, explica Correa.

Veja Também:  Komatsu se une à Divisão de Agricultura da Hexagon em parceria para o mercado florestal

Primeira linha – O diretor Industrial ainda lembra que a primeira linha de produção e envase do óleo de soja Coamo iniciou em 2007, na indústria de Campo Mourão. “Na época, a garrafa utilizada pesava 20 g, com uma tampa de 3,2 g. Com o passar dos anos o peso da garrafa foi reduzido para 18g e, depois, para 16,9g, e o peso da tampa para 2,2 g. No projeto atual, o peso da garrafa foi reduzido para 15g, uma redução de 25% em relação à primeira embalagem utilizada e 11,24% em relação à embalagem anterior. Cabe ressaltar que essa nova embalagem acondiciona o mesmo peso líquido contido nas embalagens precedentes.”

Nova versão – A nova versão já está disponível nas gôndolas dos supermercados e está alinhada ao princípio dos 3R’s adotado pela Coamo: reduzir, reciclar, reutilizar. “A Coamo desde a sua origem adota práticas sustentáveis que vão desde a escolha da semente produzida nos campos dos mais de 29 mil associados até o processo de produção industrial e distribuição nos pontos de vendas”, ressalta Divaldo Correa.

Veja Também:  Cenário de produção de etanol de milho e DDG
Fonte: Imprensa Coamo

Comentários Facebook
Continue lendo

Agronegócio

Preço do boi e vaca gorda em Mato Grosso tem nova valorização

Publicado

Preço do boi e vaca gorda em Mato Grosso tem nova valorizaçãoOs preços da arroba do boi e da vaca gorda seguiram em valorização, na semana passada, com aumentos de 1,86% e de 2,74%, respectivamente, ante a semana anterior. O boi fechou em média a R$ 181,38 a arroba e o preço médio da arroba da vaca fechou em R$ 170,81.

Com a contínua alta da arroba do boi gordo, a relação de troca boi/bezerro novamente subiu na semana passada, em 1,67%. Sendo assim, o indicador ficou em 1,91cab./cabeça.

As escalas de abate aumentaram levemente, com variação semanal de 0,25dia, fechando em 7,30dias. Apesar de os frigoríficos estarem se abastecendo para o carnaval, a dificuldade de compra ainda pauta o mercado, principalmente de machos.

Fonte: Só Notícias

Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres MT.

Comentários Facebook
Veja Também:  Komatsu se une à Divisão de Agricultura da Hexagon em parceria para o mercado florestal
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

O QUE VOCÊ ESTÁ ACHANDO DA GESTÃO DO GOVERNADOR MAURO MENDES ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Esportes

Mais Lidas da Semana