conecte-se conosco


Mulher

Saiba 8 maneiras de como os governos locais podem ajudar nos seus negócios

Publicado

O governo local da sua cidade não pode comercializar ou anunciar sua empresa para você. No entanto, existem muitas maneiras com que a Prefeitura da cidade ou a câmara de comércio local podem ajudá-lo a estabelecer ou expandir o seu negócio, conta Mario de Oliveira.

Todos os anos, tem que pagar impostos em  todos os níveis de governo, municipal, estadual e federal. Isso inclui o governo local da sua cidade. Se você possui uma empresa registrada e você é um bom contribuinte, então você tem direito a várias coisas.

Além disso, os governos locais desempenham um papel importante no desenvolvimento do comércio. Eles podem impulsionar a economia de uma cidade e melhorar seu turismo. Quando sua cidade atrai pessoas, sua empresa obviamente crescerá.

Leia também: Confira 11 maneiras de promover o seu negócio quando está sem dinheiro


Mario de Oliveira dá dicas de governos locais
Divulgação

Mario de Oliveira dá dicas de governos locais

O que é o desenvolvimento do comércio?

O desenvolvimento do comércio relaciona-se com o crescimento ou expansão de atividades comerciais em uma determinada região. Isso inclui sistemas tecnológicos, culturais, sociais, políticos, econômicos e legais em uma cidade ou país.

O comércio, a ação de compra e venda de bens e serviços, desempenha um papel importante no desenvolvimento de uma determinada localidade. Segundo Mario de Oliveira, o comércio impulsiona muito o crescimento de uma cidade. Também pode criar ganhos para as partes envolvidas.

Leia também: Conheça 6  cruzeiros extraordinários


Mario de Oliveira fala sobre governos locais
Divulgação

Mario de Oliveira fala sobre governos locais


Agentes envolvidos

 Em economia, os ganhos são os benefícios líquidos dos agentes econômicos. Tecnicamente, os ganhos são o aumento do excedente do consumidor resultante da liberalização do comércio ou de tarifas mais baixas. Em termos gerais, um ganho é um aumento em uma propriedade particular ou valor do ativo.

Como o comércio, os agentes econômicos também são importantes no desenvolvimento das cidades. Eles influenciam diretamente a economia, vendendo, comprando ou produzindo. Um indivíduo, organização ou empresa pode ser um agente econômico.

No processo econômico, empresas ou indivíduos tomam decisões econômico-financeiras, explica Mario de Oliveira. Quando eles fazem isso, eles se comportam como tomadores de decisão, e quando os agentes econômicos aplicam suas decisões, eles tentam influenciar a direção dos eventos econômicos.

Agentes econômicos, como os governos locais, podem influenciar as expectativas de outros agentes. Ao promover instituições e novas regulamentações, eles também podem mudar o contexto econômico de uma cidade.

Os governos locais podem moldar o contexto econômico da cidade. Eles também podem influenciar empresas e organizações para criar empregos e fazer investimentos.

Portanto, o governo local da sua cidade pode mudar a estrutura física e econômica da localização da sua empresa. Pode também reforçar o turismo da área.

Veja Também:  Saiba como montar um quarto montessoriano e incentivar o aprendizado da criança

Leia também: Mário Pagnozzi Júnior dá 5 dicas de SEO no YouTube para novos canais


Mario de Oliveira governos locais
Divulgação

Mario de Oliveira governos locais


Como os Governos Locais podem ajudar a desenvolver o comércio em uma cidade

Os governos locais desempenham um papel importante em ajudar os desenvolvedores e startups da comunidade. Eles podem ajudar proprietários de negócios novos e experientes na promoção ou no lançamento de seus negócios ou eventos.

Seu governo local também pode definir prioridades e alocar fundos públicos para projetos de infraestrutura, moradia acessível e iniciativas de desenvolvimento comunitário.

Eles podem optar por se associar a uma Community Development Corporation, uma organização sem fins lucrativos que oferece serviços, fornece programas e participa de atividades que apoiam e promovem o comércio e o desenvolvimento da comunidade.

Além disso, eles também supervisionam o desembolso e a reparação de moradias, terras e outros recursos pertencentes ao governo de sua cidade.

De acordo com Mario de Oliveira, tanto empresários quanto desenvolvedores costumam se associar a um governo local para progredir e promoverem o desenvolvimento da cidade.

Aqui estão cinco maneiras pelas quais o governo da cidade pode ajudar seu negócio a crescer.

Leia também: Renato Franchi contas os 10 melhores destinos para visitar na Alemanha em 2019


Mario de Oliveira governos locais
Divulgação

Mario de Oliveira dá dicas de governos locais


Estacionamento

Um estacionamento perto do seu estabelecimento pode resultar em clientes em potencial que não querem ir em qualquer lugar perto da sua área. As pessoas não parar para fazer uma refeição ou depois de realizados tarefas, se não houver espaço para estacionamento acessível.

A oferta de áreas de estacionamento convenientes e acessíveis é importante para atrair clientes no centro comercial da sua cidade diz Mario de Oliveira.

Junte-se a outros empresários. Em seguida, peça formalmente ao governo da cidade que forneça amplas áreas de estacionamento, políticas e opções para os seus clientes.

Hoje, muitos governos locais concordam em desativar o estacionamento após as 19h. Isso incentiva as pessoas a permanecerem no distrito comercial depois de jantar em seu restaurante favorito.

Leia também: Renan Batista Silva mostra 7 dicas para gerar mais leads na economia da internet


Mario de Oliveira da dicas de governos locais
Divulgação

Mario de Oliveira da dicas de governos locais

Sinais Informativos

Alguns distritos comerciais são muito grandes. Eles abrangem vários blocos. Se a sua empresa estiver localizada nas partes externas do shopping center, talvez esteja com dificuldades.

Há menos tráfego de pedestres na periferia do que na parte central de um distrito comercial. Ao publicar sinais informativos, os compradores são informados das outras lojas e estabelecimentos existentes na área.

Veja Também:  Noiva tem linda surpresa ao ver recado da mãe morta em seus sapatos de casamento

Sinais Wayfinding orientam as pessoas através de um ambiente particular. À medida que os shopping centers se tornam mais complicados, os possíveis clientes precisam de dicas visuais, como símbolos, rotas e mapas, para ajudá-los a encontrar o que estão procurando.

Você pode pedir ao seu governo local para criar e publicar um mapa comercial do distrito. Ele deve ser colocado em vários cantos da cidade para que visitantes, compradores e turistas possam ter uma visão geral do distrito de sua empresa.

Além disso, sinais direcionais perto da vizinhança do seu estabelecimento podem aumentar o tráfego de pedestres na sua área. Seu governo local deve financiar sinais informativos para impulsionar o turismo e o desenvolvimento do comércio de sua cidade.

Leia também: Cristina Boner revela as 10 características da mulher bem sucedida e criativa 


Mario de Oliveira dá dicas de governos locais
Divulgação

Mario de Oliveira dá dicas de governos locais


Eventos

Eventos patrocinados podem levar muitas pessoas ao seu distrito de compras. Isso aumenta o tráfego de pedestres.

Quando muitas pessoas de outros lugares vêm visitar sua cidade, o nome do seu negócio se espalhará e isso potencialmente pode gerar mais renda para você. Um evento pode criar oportunidades comerciais, possibilitando transformar visitantes em clientes regulares.

Leia também: Tarsilinha do Amaral fará visita guiada super exclusiva no MASP


Mario de Oliveira dá dicas de governos locais
Divulgação

Mario de Oliveira dá dicas de governos locais


 Iluminação

Se o seu negócio é na periferia da cidade, você terá menos clientes do que aqueles localizados na parte central do seu distrito. A mesma coisa pode ser dita quando o seu estabelecimento está localizado em uma rua escura.

Na verdade, é pior do que estar na periferia. Má iluminação e becos escuros afugentam os clientes, enfatiza Mario de Oliveira. A maioria dos crimes acontece nesses lugares. Também faz com que você seja propenso a assaltos.

Se este for o seu problema, você pode transferir sua empresa ou pedir para o governo local adicionar mais iluminação pública. Isso também reduz a taxa de criminalidade em sua cidade.

Leia também: Saiba mais a respeito dos alimentos que fazem detox no organismo


Mario de Oliveira governos locais
Divulgação

Mario de Oliveira dá dicas de governos locais

Lixo 

Calçadas cobertas com lixo e lixeiras transbordando afugentam as pessoas.

Pergunte aos funcionários do governo local se é possível colocar latas de lixo nas esquinas das ruas. Além disso, solicite formalmente que o dia de coleta de lixo seja regular para que a limpeza seja mantida no distrito de compras.

Leia também: Confira 8 dicas de onde comer em Whistler, Canadá


Mario de Oliveira governos locais
Divulgação

Mario de Oliveira dá dicas de governos locais


Conclusão

O governo local da sua cidade não pode ajudá-lo diretamente a promover seu negócio, mas pode definitivamente ajudá- lo a conquistar mais clientes do que antes. Conheça os regulamentos e regras da sua cidade e o que eles podem fazer para os proprietários de empresas locais. De acordo com Mario de Oliveira, ao tornar sua área, distrito comercial ou cidade um lugar agradável para compras e turistas, pois a empresa crescerá, bem como a comunidade se desenvolverá.

Comentários Facebook
publicidade

Mulher

Deputados de MT apresentam moção de repúdio e protesto contra ‘Lei Neymar da Penha’

Publicado

Por encaminhamento da Câmara Setorial Temática de Combate à Violência Contra a Mulher da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, os deputados Janaina Riva (MDB) e Wilson Santos (PSBD) apresentaram moção de repudio e protesto contra o teor do Projeto de Lei 3369/2019, proposto pelo deputado Federal Carlos Jordy (Vice-líder do Governo) batizado de “Lei Neymar da Penha”.

“É importante frisar que essa moção atinge tão somente o teor do projeto, não alcançando suas características constitucionais, uma vez que o deputado federal, que foi legitimamente eleito, possui a prerrogativa de propor ações legislativas, as quais eu a Câmara Temática defendemos. O repúdio se dá na ação midiática que, sem contextualizar e fazer o devido resgate histórico, modifica sem critérios técnicos, um dispositivo criminalizador e, no caso específico, afeta muito o tema”, explica a deputada.

Segundo Janaina, o PL ‘Neymar da Penha’ visa aumentar a penalidade para quem faz falsas acusações de crimes contra a dignidade sexual, porém, vale ressaltar que, em regra, os delitos contra a dignidade sexual e agressões não costumam possuir testemunhas já que geralmente praticados pelo agressor contra a vítima a sós. Para ela o projeto dificulta e desencoraja ainda mais as mulheres vítimas a denunciarem os agressores.

Veja Também:  4 atitudes que podem acabar com qualquer relacionamento

“A mulher que é vítima de qualquer agressão, seja ela moral, física ou sexual geralmente tem muita dificuldade em denunciar o agressor justamente pelo julgamento e pela dificuldade de provar. E é por isso que palavra da vítima possui grande valor, quando analisada com o conjunto probatório. A mulher vítima de violência percorre um difícil caminho, até chegar à penalização do autor. Algumas acabam sendo revitimizadas, com os julgamentos sociais, com a mídia e, também, com o sistema de justiça. Não é possível permitir a inversão dos papéis, pois a legislação deve ser o principal canal a evidenciar a real vítima e o verdadeiro agressor. A cultura do estupro é percebida sempre na culpabilização e objetificação da vítima e neste sentido esse projeto de lei contraria ao que o país vive na atualidade, no que diz respeito ao enfrentamento e combate à violência contra as mulheres, máxime, a sexual”, afirma.

A deputada lembra ainda que a Lei Maria da Penha é o instrumento mais importante do País no enfrentamento à violência no âmbito doméstico e familiar, merecendo ser reconhecida nacionalmente, como é fora do Brasil. Segundo ela, a moção de repúdio e protesto se dá também ao desrespeito à Maria da Penha, mulher que dá nome à Lei e precisou recorrer às cortes internacionais para que o autor das sucessivas agressões que sofreu fosse punido, justamente por não encontrar amparo da legislação brasileira.

Veja Também:  Ao descobrir traição de uma década atrás, esposa enfrenta dilema

“É de grande preocupação da Câmara Temática de Combate à Violência Contra a Mulher a forma desrespeitosa com que Maria da Penha Fernandes, que deu nome à Lei Maria da Penha, está sendo tratada no momento, passando, também, pela revitimação. O Brasil recebeu como recomendação internacional que a Lei 11.340\2006 fosse conhecida como Lei Maria da Penha, justamente para homenagear essa mulher vítima de violência doméstica que o País não havia dado o merecido tratamento quando sofreu as agressões. Apelidar o PL 3369\2019, de “Lei Neymar da Penha” é ofender à todas as mulheres brasileiras indistintamente. Esse projeto oferece ameaça às mulheres vítimas de estupro, que por anos a fio sofreram invisibilidade e julgamento com as discriminações e preconceitos vivenciados”, finaliza.

Assessoria de Imprensa

Jornalista Laura Petraglia – Audiovisual Jardel Silva

Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

Convidados querem levar 8 pessoas à casamento e web reage: “Não é um churrasco”

Publicado

Imagina só você convidar um casal para seu casamento e depois eles “informarem” que vão levar mais oito pessoas com eles? Esses noivos passaram por isso, e a situação viralizou nas redes sociais.

Leia também: Noiva sugere que madrinha grávida faça aborto para não “estragar casamento”


casamento
Reprodução/The Sun

Casal convidado para um casamento decide levar mais 8 pessoas com eles e internautas reagem: “Não é um churrasco”


O caso foi compartilhado no Facebook e chamou a atenção dos internautas. “Um casal foi convidado para o casamento
e eles decidiram chamar outras 8 pessoas!”, diz a postagem.

Os noivos
entregaram o convite e pediram para o casal em questão responder “gentilmente até 15 de abril de 2019” quantas pessoas da família iriam à cerimônia, e eles apontaram que “10 pessoas vão comparecer”.

Leia também: Mulher planeja cerimônia e envia convites antes mesmo do pedido de casamento

Na parte em branco, a dupla ainda especifica: “Seis adultos, quatro crianças”. Além disso, eles levantaram a hipótese de uma 11ª pessoa também ir ao evento.

Veja Também:  Ao descobrir traição de uma década atrás, esposa enfrenta dilema

Na web, a publicação gerou diversos comentários. “É um casamento, não é churrasco”, escreve um internauta. “Eu ligaria para eles e diria ‘não’. Se as outras pessoas fossem convidadas, elas teriam recebido um convite
”, opina outro.

Leia também: Noiva “surfa” na multidão depois de casamento e cena viraliza nas redes sociais

Uma usuária da rede social compartilhou história semelhante que ela viveu ao ter convidados surpresas na festa de casamento
. “Tiveram a coragem de reclamar do bolo (nós tínhamos feito um muito pequeno, só para nós)”, conta.

Comentários Facebook
Continue lendo

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Esportes

Mais Lidas da Semana