conecte-se conosco


Barra do Bugres e Região

Taques é condenado a pagar R$ 63 mil por uso de placas no período eleitoral

Publicado

O ex-governador Pedro Taques (PSDB) foi condenado ao pagamento de R$ 63,8 mil em multas pela instalação e manutenção de placas de publicidade de obras durante o período eleitoral, em 2018. Taques foi condenado pelo Pleno do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT), por unanimidade, na sessão de 3 de abril.

Votaram pela condenação os juízes-membros Antônio Veloso Peleja Júnior, Luís Aparecido Bortolussi Júnior, Jackson Francisco Coleta Coutinho, Pedro Sakamoto, Márcio Vidal e Ricardo Gomes de Almeida, relator do caso. Vanessa Curti Perenha Gasques se julgou impedida.

Taques foi condenado por 12 placas instaladas irregularmente e ainda cabe recurso. De acordo com a Lei Eleitoral, os agentes públicos não podem autorizar publicidade institucional de seus atos, programas, obras, serviços e campanhas nos três meses que antecedem a eleição. A propaganda é autorizada apenas em caso de “urgente necessidade pública” nesse período.

“No caso em tela, restou evidente que as placas permaneceram postas em vias públicas durante o período vedado pela legislação eleitoral. Isso porque, ao analisar as fotos constantes nos autos das placas institucionais, evidenciou-se a ocultação do símbolo da administração do Estado de Mato Grosso numa tentativa frustrada de demonstrar ares de regularidade na propaganda exposta em período claramente vedado”, disse Ricardo Almeida em seu voto.

Veja Também:  Conheça a historia de Tangará da Serra – Uma jovem cidade de 43 anos

“Ademais, verifica-se que todos os outros elementos gráficos de uma peça de informação publicitária do Governo estão dispostos em padronização de cor, letras e imagens que gera uma identificação clara entre o emissor da mensagem e o seu conteúdo, sendo que a ausência parcial de dados, como em alguns casos tentaram acobertar o brasão ou o nome do Governo do Estado de Mato Grosso, se fez irrelevante frente a mensagem transmitida”, continuou.

O entendimento do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) é de que mesmo propaganda que tenha sido instalada antes do período eleitoral, mas que tenha sido mantida, também é irregular.

“Em relação à alegação do representado de que não existem provas sobre seu prévio conhecimento em relação à prática das publicidades institucionais veiculadas em período vedado, informa-se que a Corte Superior Eleitoral possui entendimento no sentido de que não apenas quem autorizou, mas também o beneficiário da conduta vedada pode ser alvo da sanção legal”, destacou o juiz-membro.

Os outdoors estavam localizados na Estrada da Guia, na MT-010, na MT-251, em Barra do Bugres, duas em Juscimeira e quatro em Alta Floresta. Em Cuiabá havia duas placas: na Avenida República do Líbano e na Avenida Tenente Coronel Duarte. O brasão do governo foi ocultado, mas as demais características das propagandas da gestão Pedro Taques foram mantidas nas peças.

Veja Também:  Policiais prendem 204 pessoas na Operação #PC27 em Mato Grosso

“Desta forma, resta claro que a veiculação de placas de publicidade institucional do governo do estado possui o objetivo não de somente divulgar ações da gestão, mas também de enaltecer a figura do governador e suas realizações, visando à reeleição”, afirmou o relator.

Para cada uma das placas foi estabelecida a multa de R$ 5,3 mil. Outro outdoor ainda indicava, além de Taques, o ex-secretário de Estado de Infraestrutura Marcelo Duarte. Ricardo Almeida, porém, entendeu que Duarte não seria o responsável pela colocação da placa e votou por sua absolvição. Os demais membros do TRE-MT seguiram o relator.

Fonte: MIKHAIL FAVALESSA DO RDNEWS

Comentários Facebook
publicidade

Barra do Bugres e Região

Criança de 5 anos se afoga em piscina e é reanimada pela avó em Tangará da Serra

Publicado

A imagem pode conter: piscinaUm caso de afogamento foi registrado na tarde desta sexta-feira, 12, em Tangará da Serra, e quase terminou em tragédia, não fosse a ação rápida e insistente da avó da vítima, uma criança de apenas 5 anos de idade.

O fato foi registrado na Rua 19 (Neftes de Carvalho), região do Jardim do Sul.
De acordo com as informações do Corpo de Bombeiros, a criança estava com a avó em casa. Num momento de descuido, a mulher foi cuidar de afazeres domésticos e a criança caiu em uma piscina.

A avó agiu rápido, pegou a criança e começou a fazer massagem cardíaca e respiração boca a boca na vítima, que já estava desacordada, reanimando-a.

Nisso, o Corpo de Bombeiros foi acionado e, chegando ao local, encontrou a avó reanimando a criança, que foi encaminhada à UPA 24 Horas.

Segundo relatos do Corpo de Bombeiros, se a avó não tivesse agido rápido, fazendo a massagem cardíaca e a respiração boca a boca, a criança poderia ter morrido, já que ela estava, inclusive, boiando na piscina.
A criança, segundo informações, passa bem.

Veja Também:  Tangaraenses se preparam para brasileiro de judô no próximo mês

Por Notícias De Arenapolis E Região

Fonte: Tangará em Foco e AtualMt

Comentários Facebook
Continue lendo

Barra do Bugres e Região

Traficante atira contra policiais e morre durante troca de tiros

Publicado

Nenhuma descrição de foto disponível.Policiais Civis e Militares, realizaram na noite do último sábado 13/07 a operação PROGRESSÃO II, com objetivo de combater o tráfico ilícito de drogas e demais crimes ocorrido na cidade de Lucas do Rio Verde.

No intuito de obter resultados positivos na operação, os policiais optaram por realizar a operação em locais já conhecidos pela polícia como ponto de venda de drogas.

Bairros como Tessele Júnior, Veneza e Rio Verde e Jardim das Palmeiras foram atendidos pela operação, onde várias pessoas em situações suspeitas foram abordadas.

No bairro Jardim das Palmeiras, mais precisamente na rua Medianeira, os policiais deram voz de parada ao suspeito Vinicius Pereira dos Santos, de 20 anos, sendo que o suspeito não obedecdu e comecou a fugir efetuando disparos em direção dos policiais, na sequência, pulou para dentro do cemitério efetuando novos disparos.

Durante o confronto com os policiais, o suspeito foi alvejado e encaminhada ao hospital de Lucas do Rio Verde, mas ele não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.

Veja Também:  Lei municipal proíbe corte de água e energia em Nortelândia

Com o suspeito foi encontrado um revólver cal. 38 cano longo com seis munições, quantidade significativa de maconha e R$ 36,00 (trinta e seis reais)

Segundo a policia, o suspeita ja possui registro pelos crimes de tráfico de drogas, associação criminosa e homicidio doloso.

*APREENSÕES:
01 Revólver Cal.38,
06 munições;
R$ 36,00 ( trinta e seis reais )
Quantidade de maconha.

Por notícias de Arenápolis e Região

A imagem pode conter: 1 pessoa, em pé A imagem pode conter: 1 pessoa, em pé e área interna A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e área interna

Comentários Facebook
Continue lendo

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Esportes

Mais Lidas da Semana