conecte-se conosco


Esportes

Tim Hardaway diz que não está no Hall da Fama da NBA por comentários homofóbicos

Publicado


undefined
Reprodução / NBA

Tim Hardaway acredita que frases homofóbicas o afastaram do Hall da Fama da NBA

O ex-jogador de basquete, Tim Hardaway, que foi uma das grandes estrelas do Golden State Warriors, relembrou uma das grandes polêmicas de sua carreira, quando disse uma frase homofóbica durante entrevista. Para ele, foi isso que o afastou do Hall da Fama da NBA.

Leia também: Duas vezes medalhista olímpica, Janeth é indicada para o Hall da Fama da FIBA

“Bem, você sabe, a razão pela qual eu não estou é por causa do que eu disse em 2007 sobre os gays. É por isso que eu não estou no momento, e eu entendo isso. Eu machuquei os sentimentos de muitas pessoas e isso (a declaração) saiu do jeito errado e foi muito ruim da minha parte dizer isso”, disse o ex-jogador da NBA
.

Em 2007, durante uma entrevista para uma rádio de Miama, com Dan Le Batard, Tim Hardaway
fez o seguinte comentário.

“Você sabe, eu odeio pessoas gays, então eu deixo isso bem claro. Eu não gosto de pessoas gays. Eu não gosto de estar perto de pessoas gays. Eu sou homofóbico”.

Veja Também:  Rodada da NBA tem jogaço entre Suns e Pelicans e Warriors nos playoffs

Leia também: Paris receberá partida da NBA pela primeira vez em janeiro de 2020

Na mesma entrevista, ele continuou com a polêmica após ser questionado como seria ter que dividir o vestiário com um homossexual.

“Primeiro que eu não gostaria de ter um em mina equipe, mas se tivesse que jogar com ele, trataria de manter distância, porque não me parece correto. Acredito que não deveria estar no vestiário enquanto estão os demais. Não gostaria de fazer parte disso”, afirmou.

Hardaway jogou durante 13 temporadas na liga, seis delas no Golden State Warriors, onde formou um trio com Mitch Richmond e Chris Mullin que ficou conhecido como o “Run TMC”. Ambos estão no Hall da Fama da NBA, apenas Tim não.


undefined
Reprodução / NBA

O “Run TMC”

Depois de 12 anos, Hardaway diz ter mudado radicalmente, colaborando com grupos LGBTQ e participando de campanhas com homossexuais.

“Eu tentei fazer a coisa certa apoiando gays e pessoas trans, eu quero que as pessoas as entendam, não as trate como pessoas diferentes, não as insulte ou olhe mal para elas, porque elas são pessoas como qualquer um. Eu sempre digo isso quando falo com a comunidade LGBTQ: você deve ter os mesmos direitos que o resto e fazer o que fazemos sem nenhum tipo de impedimento”, revelou.

Veja Também:  Real Madrid demite Santiago Solari e anuncia a volta de Zidane como treinador

Leia também: NBA abrirá espaço em São Paulo com eventos e telão para fãs assistirem finais

“Entrar no Hall da Fama
 significaria muito para mim, mas não há nada que eu possa fazer sobre isso, eu entendo as consequências do que eu disse em seu dia”, concluiu Tim Hardaway sobre sua ausência entre os eternos da NBA
.

Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Santos emplaca sua maior série de vitórias no Brasileirão desde 2005

Publicado

Peixe assumiu a liderança do campeonato ao vencer o Avaí

Terra – André Schmidt

Felipe Jonathan marcou seu segundo gol pelo Santos (Divulgação Twitter Santos)

Foto: Lance!

Depois do Palmeiras emplacar uma longa série de invencibilidade no Campeonato Brasileiro – 33 jogos – e abrir vantagem na liderança da competição, chegou a vez do Santos colher os frutos do bom momento vivido em campo. Com seis vitórias consecutivas, o Peixe assumiu a ponta da disputa, superando o rival neste fim de semana, após vencer o Avaí por 3 a 1.

A série de triunfos é o maior da equipe desde 2004/2005, quando o Peixe também conseguiu uma sequência de seis partidas saindo com os três pontos. Porém, foram três jogos num ano e três no outro, começando com uma goleada de 5 a 1 sobre o Grêmio, sob o comando de Ricardinho e Deivid, e fechando com um 2 a 1 sobre o Athletico Paranaense, gols de Robinho e Halisson, já na temporada seguinte.

Ainda em 2004, ano da última conquista do clube no Brasileirão, o Santos chegou a conseguir uma série de sete vitórias. Na ocasião, a equipe venceu Vitória (2 a 1), Internacional (3 a 0), Guarani (2 a 1), Corinthians (3 a 2), Ponte Preta (4 a 0), São Paulo (2 a 1) e Flamengo (2 a 0). Uma derrota para o Fluminense, no Maracanã, encerrou a invencibilidade, mas não impediu a conquista santista no fim do campeonato.

Veja Também:  Vídeo tenta provar que a bola não entrou no segundo gol de CR7 pela Juventus

Os comandados de Sampaoli terão pela frente, na próxima rodada, o Goiás, em casa. Além de igualar a marca do time campeão em 2004, um novo triunfo pode dar a esta equipe uma boa vantagem na tabela, buscando ter o mesmo sucesso de 15 anos atrás.

ATUAL SÉRIE INVICTA DO SANTOS

02/06/2019 – Ceará 0x1 Santos

09/06/2019 – Santos 3×1 Atlético-MG

12/06/2019 – Santos 1×0 Corinthians

13/07/2019 – Bahia 0x1 Santos

21/07/2019 – Botafogo 0x1 Santos

28/07/2019 – Santos 3×1 Avaí

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Pendurado, trio do Timão não leva cartão e poderá enfrentar o Palmeiras

Publicado

Terra

O técnico Fábio Carille teve tudo, menos cautela ao escalar três pendurados na partida contra o Fortaleza, neste domingo, na Arena Castelão. Cássio, Danilo Avelar e Júnior Urso, três jogadores considerados titulares, foram a campo mesmo com o riso de ficarem de fora do clássico contra o Palmeiras, na próxima rodada, mas conseguiram passar os 90 minutos sem serem advertidos com cartão amarelo pela arbitragem.

Com um time misto, sem cinco titulares, o Corinthians sofreu no primeiro tempo e foi para o intervalo em desvantagem no placar. Para parte da torcida, a presença em campo do trio que estava pendurado era muito arriscada, mas Cássio, Avelar e Urso mostraram o porquê de Carille ter apostado neles no duelo válido pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Danilo Avelar, inclusive, não só esbanjou disciplina ao longo do confronto para não perder o clássico contra o Palmeiras como também fechou os trabalhos do Timão em Fortaleza com um lindo gol de fora da área, mandando no ângulo do goleiro Felipe Alves e assegurando a importante vitória por 3 a 1 para o Corinthians.

Veja Também:  Rodada da NBA tem show de James Harden e Bucks mostrando “força de líder”

Com o resultado, o Timão pulou para a oitava colocação, com 19 pontos, mas ainda possui um jogo a menos que os demais adversários e, por isso, pode subir ainda mais na tabela. Nesta segunda-feira, o elenco do Corinthians fará um trabalho regenerativo na academia do hotel em que está hospedado em Fortaleza e, na sequência, retorna à capital paulista.

Antes do clássico contra o Palmeiras, no próximo domingo, em Itaquera, o Timão terá outro compromisso importante na temporada. Na quinta-feira, o elenco alvinegro viaja para o Uruguai, onde terá a missão de confirmar a vaga para as quartas de final da Copa Sul-Americana após vencer o Montevideo Wanderers, na ida, por 2 a 0.

Comentários Facebook
Continue lendo

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Esportes

Mais Lidas da Semana