conecte-se conosco


Mato Grosso

Três homens são presos suspeitos de assassinar adolescente que teria passado nota falsa a um deles em MT

Publicado

Reginaldo Rosa é apontado como o mandante do crime. — Foto: Polícia Civil

Reginaldo Rosa é apontado como o mandante do crime. — Foto: Polícia Civil

Três homens foram presos nesta quinta-feira (13) suspeitos de matar o adolescente João Victor Mamoré Martins Pena, de 16 anos, no dia 22 de abril em uma praça da cidade. João Vitor foi atingido por nove tiros.

Claudiomar Martins de Figueiredo, de 29 anos, é apontado como o autor dos disparos. Já Reginaldo Rosa é supostamente o mandante do crime, enquanto Moacir Galdino da Trindade é apontado pela Polícia Civil como coautor do crime.

Os mandados de prisão e de busca e apreensão domiciliar foram decretadas pela 14ª Vara Criminal de Cuiabá.

Claudiomar Martins de Figueiredo, de 29 anos, é apontado como o autor dos disparos e Moacir Galdino da Trindade é apontado pela Polícia Civil como coautor do crime. — Foto: Polícia Civil

Claudiomar Martins de Figueiredo, de 29 anos, é apontado como o autor dos disparos e Moacir Galdino da Trindade é apontado pela Polícia Civil como coautor do crime. — Foto: Polícia Civil

Segundo a delegada que coordenou as investigações, Jannira Laranjeira Siqueira Campos, o crime teria sido motivado pelo fato do adolescente emitir notas falsas na comunidade, além de atuar em furtos e roubos na região.

João Victor Mamoré Martins Pena, de 16 anos. — Foto: Arquivo Pessoal

João Victor Mamoré Martins Pena, de 16 anos. — Foto: Arquivo Pessoal

Segundo ela, a vítima teria entregue uma nota falsa no comércio de Reginaldo, que ficou apontado como mandante do crime, que teria mandado matar o adolescente.

Durante as buscas na casa de Reginaldo, foram apreendidos um revólver calibre 38, várias munições calibre 38 e calibre 357.

As investigações seguem em andamento e os suspeitos serão interrogados para esclarecimentos das circunstâncias do crime.

Por Ianara Garcia, TV Centro América

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Homem é preso após tentar estuprar enteada

Publicado

PM apreendeu espingarda artesanal e 12 cartuchos

Um homem de 40 anos foi preso por tentar matar a namorada após ela impedir ele de estuprar sua filha de 15 anos,  em Juína. O suspeito portava uma espingarda com munições.

Uma equipe da Polícia Militar foi acionada para conter o suspeito, que rodeava a casa da namorada e da enteada na região do setor Industrial, após ser denunciado por elas na noite anterior por tentativa de estupro e de homicídio.

Na abordagem, ele se recusou a colaborar e acabou sendo contido pelos policiais por meio do uso de uma arma de choque não-letal. No carro Fiat Uno do suspeito, os policiais apreenderam uma espingarda artesanal e 12 cartuchos.

Segundo relato das vítimas à polícia, o suspeito chegou em casa embriagado e ficou com ciúmes da filha da namorada, uma adolescente de 15 anos. O homem revelou que estava apaixonado pela jovem e que iria ter relações sexuais com a menor na cama da mãe da adolescente.

Para proteger a filha, a mulher de 45 anos, depois de ser ameaçada com uma faca pelo suspeito, constatou que ele estava recarregando a espingarda em outro comôdo da casa.

Veja Também:  Sefaz notifica 1,2 mil contribuintes por omissão na entrega da escrituração digital

Para fugir do homem, mãe e filha pularam a janela de um dos quartos da casa O homem foi conduzido à delegacia no domingo, 16, por desobediência e porte de arma de fogo. Ele deve ser investigado pelos outros crimes denunciados pelas vítimas.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Rede pública de educação de Cuiabá tem número relevante de alunos que sofrem bullying, diz secretária

Publicado

Edilene Machado, secretária adjunta de Educação de Cuiabá — Foto: TVCA/Reprodução

Edilene Machado, secretária adjunta de Educação de Cuiabá — Foto: TVCA/Reprodução

O número de estudantes que sofrem bullying na rede pública de edução de Cuiabá relevante, segundo a secretária adjunta de Educação da capital, Edilene Machado. A gestora foi entrevistada no quadro Papo das 6h, do Bom Dia MT, nesta segunda-feira (17), e comentou sobre os cuidados com alunos e professores.

Os números exatos de vítimas, segundo Edilene, não se registram.

“Isso não se mensura, mas o número é relevante e começou em 2017 com o jogo da Baleia Azul. Diretores perceberam crianças que estavam se automutilando. A partir dessa informação, fizemos palestras, implantamos projetos que trabalham com a questão socioemocional das crianças”, explicou.

No projeto, 15 mil alunos recebem formação junto com os pais. “O trabalho tem que ser efetivamente com os pais também. Só as escolas não conseguem fazer”, disse.

“Trabalhamos muito com a questão da criança que se afasta, fica arredia, tem hematomas. Normalmente, o rendimento cai na proporção do tamanho do sofrimento”, afirmou.

O maior índice de crianças vítimas de bullying, segundo Edilene, é maior a partir do quinto ano.

Além das crianças, os professores e educadores também são vítimas do bullying. De acordo com a secretária, a rede pública tem um índice de 30% de profissionais afastados em readequação de função por problemas emocionais.

Por causa dos problemas, eles recebem acompanhamento psicológico.

Por G1 MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Esportes

Mais Lidas da Semana