conecte-se conosco


Esportes

União acerta recontratação de goleiro, lateral e atacante, confirma presidente

Publicado

Um dos confirmados é o experiente goleiro Anderson Soares da Silva, o ‘Neneca’, de 39 anos, titular durante os 10 jogos dessa temporada. Começou a carreira em 2002 pelo União de São João (SP), e já passou por times tradicionais como o Flamengo (entre 2002 e 2003), Santo André (2007, 2008, 2009, 2010 e 2018) onde tem 112 jogos, América Mineiro (2011 e 2012), Botafogo (SP), e Pogon Szczecin, da Polônia, dentre outros.

O jovem lateral-direito Henrick Gabriel Nunes, de 21 anos, também foi recontratado. Desde que iniciou sua carreira, em 2017, defende as cores do União de Rondonópolis, assumindo a titularidade na atual temporada. Neste período, acumula 10 partidas pelo Colorado.

Outro que acertou a volta é o atacante José Ednei Amaro, o ‘Dinei’, de 35 anos. Natural de Tangará da Serra, estava no União desde 2019, onde entrou em campo em 16 oportunidades. Em temporadas anteriores já defendeu as cores do Vila Nova (GO), Mixto, Araguaia, além do Bình Dinh FC, do Vietnã, Rio Ave, de Portugal, dentre outros.

Veja Também:  Flamengo e Fluminense vão gerir o estádio do Maracanã de forma provisória

Pela Série D, o Colorado encara o Águia Negra (MS) na estreia, prevista para os dias 19 ou 20 de setembro, em casa no estádio Luthero Lopes. O time está no grupo A5, que ainda tem o Operário Várzea-grandense, CRAC (GO), Goianésia (GO), Goiânia (GO), Vitória (ES) e a última vaga será decidida entre Real Noroeste (ES) e Aquidaunense (MS).

Já no Mato-grossense, terminou a primeira fase em 3º, e vai duelar contra o Poconé, que ficou em 6º, possivelmente, no último trimestre do ano. Acumulou 17 pontos na etapa de grupos.

Só Notícias/Luan Cordeiro (foto: assessoria/arquivo)

Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres MT

Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Palmeiras fica no empate com o Grêmio e perde chance de encostar na liderança

Publicado

O empate teve gosto amargo para as duas equipes. O Palmeiras perde a chance de subir para o G4 da competição. A equipe chega a 18 pontos e agora é o quinto colocado. O Grêmio também desperdiçou a oportunidade de dar salto importante na tabela e de voltar a vencer, e agora aparece na 11ª colocação, com 13.

As duas equipes viram a chavinha e voltam as suas atenções para a disputa da Copa Libertadores. Pelo Grupo B, o Verdão visita o Guarani, no Paraguai, na quarta-feira, às 21h30. No mesmo dia e horário, o Tricolor Gaúcho tem clássico contra o Internacional pelo Grupo E.

O começo do primeiro tempo foi de muito estudo pelas duas equipes e demorou exatos 15 minutos para um dos goleiros trabalhar. Lucas Silva cobrou com força a falta frontal de média distância e Weverton voou no cantinho para fazer boa defesa.

Veja Também:  Melo e Kubot derrotam Djokovic e Fognini e vão à final em Indian Wells

A partir de então, o Grêmio tinha mais posse de bola, mas o Palmeiras controlava bem o adversário defensivamente, cedendo poucos espaços. O Tricolor Gaúcho chegou apenas mais uma vez com perigo, quando Victor Ferraz cruzou na segunda trave e Alisson finalizou para outra defesa importante de Weverton, já aos 38.

Com as duas defesas bem postadas, as equipes desceram para o vestiário com o 0 a 0 no placar. Na volta para o segundo tempo, o Palmeiras parecia se soltar mais ao ataque, mas continuava com dificuldade no último terço e nas finalizações. Aos 20 minutos, Luxa mexeu na equipe para reforçar o sistema ofensivo e deu certo.

O Verdão passou a ter mais volume de jogo com as entradas de Wesley e Luiz Adriano no comando de ataque, e conseguiu abrir o placar aos 26, em bela jogada. Matías Viña subiu pelo lado esquerdo e cruzou para Raphael Veiga completar sozinho e de primeira no meio da área.

Com o placar favorável ao Palmeiras, o Grêmio voltou a ter mais posse de bola, mas o Verdão mostrou uma postura firme na defesa, impedindo chegadas perigosas da equipe gaúcha. Tudo parecia caminhar para a vitória palmeirense, até que, em cobrança de escanteio, já aos 46, Ferreira apareceu sozinho e desviou de cabeça para igualar a partida.

Veja Também:  Flamengo e Fluminense vão gerir o estádio do Maracanã de forma provisória

Gazeta Esportiva (foto: arquivo/assessoria)

Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Sinop estreia com derrota em casa para o River no Brasileiro da Série D

Publicado

Os gols do time do Piauí foram marcados por João Gabriel e Max. Mesmo com um a mais em parte do confronto, o Galo do Norte não conseguiu encostar no placar, em tarde brilhante do goleiro piauiense Mondragón, que fez vários milagres, garantindo a vitória do River.

O Sinop começou o primeiro tempo perdido em campo, sem conseguir trocar passes, errando triangulações e dando chutões. O River, por sua vez, se aproveitou e logo abriu o placar. Depois o Galo do Norte entrou no jogo, criou mais, mas pecava no último toque e o goleiro Mondragón fez milagres, O sistema defensivo do Sinop também não foi bem e tomou o segundo tento, que veio como ‘balde de água fria’.

Já na etapa final, as duas equipes se cansaram e o jogo passou a ser mais truncado, com faltas, cartões amarelos e até expulsão. O Sinop fez substituições, criou oportunidades, mas não conseguiu ser totalmente efetivo e evitar a derrota, tomando ainda muitos sustos na parte defensiva.

O jogo – na marca dos 6, o River chegou pela primeira vez, em jogada alçada na área, Emanuel recebeu, chutou, mas a bola bateu na defesa e ficou fácil para a defesa do goleiro Leandro.

Aos 10, em cobrança de falta João Gabriel abriu o placar para o time do Piauí. Ele bateu com categoria no canto esquerdo e marcou belo gol, sem chances para o goleiro do Sinop, que só ficou olhando a bola entrar. Sinop 0 X 1 River.

Na marca dos 12, o Galo do Norte quase empatou. Juliano Fogaça cruzou rasteiro, a zaga desviou e por pouco não marcou contra, com o goleiro fazendo defesa difícil. A bola sobrou para Tiarinha, que mandou de calcanhar, mas outra vez pegou na zaga e foi para fora.

Veja Também:  Irônico, Felipão responde sobre marcas negativas: "Vejo com bons olhos"

Aos 13, o goleiro do River fez novo milagre. Juliano Fogaça recebeu, cortou para a esquerda e chutou no ângulo, mas de mão trocada, Mondragón mandou para escanteio. Na cobrança, Fagner cabeceou com perigo, e a bola passou por cima da meta.

Já aos 29, em nova falta o River chegou com perigo. João Gabriel mandou, a bola cruzou a área sem ninguém cabecear e passou perto do canto direito. Aos 31, novamente chegou bem, com João Gabriel, que invadiu a área, bateu cruzado para defesa de Leandro.

Aos 34, o River ampliou o placar, em contra-ataque rápido depois de bobeada da zaga sinopense que saiu jogando errado, Bruninho tocou e Max recebeu livre, cara a cara com o goleiro. O atacante bateu firme, na saída e sem chances de defesa. Sinop 0 X 2 River.

Aos 45 novamente Mondragón salvou. Em chute da intermediária, Queijinho bateu de esquerda no angulo, mas o goleiro pulou espalmando para fora. Depois disso não houve tempo para mais nada e fim do primeiro tempo.

Já na segunda etapa, aos 2, Tiarinha fez jogada individual e sofreu falta. Na cobrança, Juliano Fogaça mandou na área, e Weslley cabeceou para a linha de fundo, cedendo tiro de meta.

Aos 5, o River quase ampliou. Em nova bobeada da zaga sinopense, a bola sobrou para João Gabriel, que puxou para a esquerda e bateu forte, mas passou pela direita do gol de Leandro.

Aos 12 outro milagre de Mondragón. Em cobrança de falta, Juliano Fogaça jogou na área, o ataque deu uma casquinha e sobrou livre para Robinson, que bateu para excelente do goleiro piauiense.

Veja Também:  Romário lamenta não ter vestido a camisa do Corinthians durante a carreira

Na marca dos 14, foi a vez de Leandro fazer milagre. João Paulo recebeu, clareou e bateu com força no ângulo. O goleiro estava um pouco adiantado, mas conseguiu se recuperar e espalmou para escanteio. Na cobrança, a zaga do Galo do Norte afastou o perigo.

Aos 22, em outra falta, Juliano Fogaça cruzou na área, a bola foi na cabeça de Tiarinha, que desviou para a linha de fundo, muito próximo do gol do River, assustando a defesa.

Já aos 34, o Sinop ficou com um a mais, depois do lateral direito Daniel Bagaceira ser expulso por dura entrada no jogador do Sinop, com um carrinho com as duas pernas. Apesar da expulsão, o River continuou indo para cima e, aos 37, o goleiro Leandro fez boa defesa, depois de João Gabriel receber livre, bater rasteiro e ele encaixar, salvando o Galo do Norte.

Aos 38, Robinson quase diminuiu para o Sinop, depois de boa cabeceada, para nova defesa milagrosa de Mondagrón, que pulou e espalmou a bola. Essa foi a última boa chance e fim de jogo, com o Galo do Norte conhecendo a primeira derrota na competição nacional.

Agora, o Galo do Norte tentará se redimir no certame nacional, no próximo dia 30, às 15h, em casa, diante do Santos do Amapá. Já o River, recebe o Baré (RR), no dia 26, às 15h.

Ainda na primeira rodada, o Operário Várzea-grandense venceu a Aparecidense. O União de Rondonópolis empatou com o Águia Negra.

Só Notícias/Luan Cordeiro (foto: assessoria)

Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres MT

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

O QUE VOCÊ ESTÁ ACHANDO DA GESTÃO DO GOVERNADOR MAURO MENDES ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Esportes

Mais Lidas da Semana