conecte-se conosco


Política MT

4ª Ação Assembleia Social mesclou prestação de serviços e capacitação

Publicados

em


Foto: Karen Malagoli

Foto: Karen Malagoli

Foto: Karen Malagoli

Debaixo de mangueiras, em uma manhã de sábado (14) , a comunidade do Parque Nova Esperança II recebeu a 4ª edição da Ação Assembleia Social, com a oferta de atendimento médico e orientações jurídicas, do curso de Pintura em Tecido e da oficina de Tranças e Penteados, a interessados previamente cadastrados.

A Ação é um projeto do braço social da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, que foca na prestação de serviços comunitários por agendamento e atendendo aos protocolos de biossegurança, como forma de suprir, parcialmente, as demandas dos tradicionais mutirões.

O projeto busca atender comunidades periféricas da Grande Cuiabá, bem como a população de municípios do interior de Mato Grosso, com o objetivo de aproximar a atuação da ALMT dos cidadãos. “Nós promovemos esta ação com muito carinho, pois é uma forma de acolher a comunidade neste momento tão delicado, oferecer uma atividade e ainda garantir segurança. E estamos dispostos a alcançar o maior número de bairros periféricos, associações e municípios, porque são nestes lugares que queremos estar!”, resumiu a diretora da Assembleia Social, Daniella Paula Oliveira.

Veja Também:  Parlamento é parte da história da capital e tem agenda comemorativa aos 300 anos, que começa hoje

Os cursos e oficinas oferecidos pela AL Social têm o objetivo de oferecer uma atividade artesanal que permita complementação de renda para as famílias, mais independência financeira para as mulheres, além de ocupar a mente, na perspectiva da arteterapia.

Os atendimentos, por sua vez, são oferecidos por parceiros da Assembleia Social e buscam minimizar a alta demanda de serviços nas comunidades.

A 4ª edição é resultado da solicitação da Associação de Moradores do Parque Nova Esperança II, por meio da tesoureira Katiane Souza. “Eu amei o evento! As pessoas que participaram ficaram muito felizes, porque foi muito gratificante. As mulheres adoraram o curso de Pintura. Minha filha aprendeu muito bem a fazer tranças, faz uma mais bonita que a outra!”, comentou entusiasmada a anfitriã.

O evento foi realizado em uma chácara nas redondezas, para permitir maior circulação de ar e mais segurança para os participantes. Também contribuiu com a organização o presidente da associação, Wanderson Rodrigues.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Propaganda

Política MT

Deputado cobra obra com 3 mil dias de atraso

Publicados

em


Foto: Fernanda Trindade

O deputado Ulysses Moraes (PSL) realizou uma fiscalização, na última sexta-feira (24), nas obras paralisadas da Escola Técnica de Sorriso. Na ocasião, o parlamentar acompanhado pelo vereador de Sorriso, Diogo Kriguer, colocou no local uma placa chamando a atenção para os 3.382 dias de atraso nessa construção. Moraes pede por uma solução urgente dessa situação.

“Esse é mais um elefante branco no estado de Mato Grosso. Infelizmente, uma obra que beneficiaria a educação no município de Sorriso está com obras paradas há mais de 10 anos. Isso é triste. A população precisa de uma resposta e de uma solução. Por isso, colocamos a placa como uma forma de cobrar o governo de Mato Grosso e mostrar para o cidadão a verdadeira situação dessa construção”, disse Moraes. 

De acordo com o Geo Obras, do Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE), o início da obra ocorreu em outubro de 2010, com um prazo inicial de 360 dias para conclusão. Porém, em junho de 2013, a obra foi paralisada por rescisão contratual e dessa forma permanece até os dias de hoje. E vale ainda ressaltar que o valor total dessa construção em Sorriso é de R$ 5.914.035,57. 

Veja Também:  Parlamento é parte da história da capital e tem agenda comemorativa aos 300 anos, que começa hoje

O projeto original prevê a construção de 12 salas de aula, 11 laboratórios, um laboratório especial, um auditório com capacidade para 150 pessoas, quadra poliesportiva, biblioteca, centro de convivência com refeitório, além de salas para os setores administrativos e pedagógicos, totalizando 5.537 m² e com capacidade para atender 2,5 mil estudantes.

“Essa obra tem que ter uma solução. Eu e o vereador Diogo Kriguer fiscalizamos e vamos deixar a placa lá e iremos pedir esclarecimentos ao governo de MT. O cidadão do município de Sorriso precisa ter mais detalhes sobre a construção, saber se tem nova data para retomada da obra e data para entrega. São milhões em investimento que precisa de uma conclusão. Vamos continuar fazendo firmes cobranças por uma conclusão”, finalizou o deputado.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Dal Molin indica aquisição de carreta tanque para combate a incêndios florestais

Publicados

em


Foto: JLSIQUEIRA / ALMT

Vegetação abundante, longo período de estiagem e altas temperaturas. Esses fatores associados à ação humana são responsáveis pela devastação anual de milhares de hectares de florestas, além da morte de um número imensurável de animais. 

Os danos ambientais só não são maiores graças à intervenção do Corpo de Bombeiros e de brigadistas, esses últimos contratados de forma emergencial para atuar nos municípios de maior incidência de queimadas.

Para fortalecer o trabalho desses profissionais, o deputado Estadual Xuxu Dal Molin (PSC) oficializou, por meio da Indicação 6582/2021, a necessidade da aquisição de uma carreta tanque com capacidade de 30 mil litros de água.

 Protocolado no dia  22, o documento foi encaminhado ao governo do estado, com cópia ao comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso, Alessandro Borges Ferreira.

Na indicação constam, ainda, a necessidade da aquisição de bombas modernas, Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), entre outros, equipamentos utilizados por equipes terrestres e também do Batalhão de Emergências Ambientais (BEA).

Veja Também:  Deputados vão à Transpantaneira na próxima quinta-feira (2)

“Graças ao esforço conjunto do poder público, entidades do setor produtivo e a sociedade como num todo, conseguimos reduzir o número de focos de queimadas em Mato Grosso. No entanto, isso não significa que podemos descansar. O trabalho preventivo precisa ser feito de forma contínua, assim como os investimentos em modernização”, avalia Xuxu Dal Molin.

Redução – Entre o período que compreende 1º de janeiro a 23 de agosto de 2021, Mato Grosso havia registrado 344 focos de calor. O número representa uma redução de 92,63% se comparado com igual período do ano anterior, quando foram identificados 3.773 focos.

Os dados são referentes a um levantamento feito pela plataforma BDQueimadas do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) e imagens do satélite Sentinel-2.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA ATÉ O MOMENTO A GESTÃO DR. DIVINO PREFEITO DE BARRA DO BUGRES ESTÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana