conecte-se conosco


Mato Grosso

5ª edição da Campanha Unir para Compartilhar doa alimentos às famílias carentes do Jardim Ubirajara

Publicados

em


A campanha solidária “Unir para Compartilhar”, promovida por juízes e juízas do Poder Judiciário em parceria com a Associação Mato-Grossense de Magistrados (Amam) promoveu sua quinta edição na Capital de Mato Grosso e entregou 250 cestas às famílias do bairro Jardim Ubirajara, na manhã dessa sexta-feira (10 de setembro).
 
Em meio a uma pandemia, com muitos perdendo empregos e com dificuldades financeiras, a doação de alimentos é uma colaboração de fundamental importância destacou o presidente da Amam, Tiago Abreu.
 
Esse foi o caso da família de Ana Paula da Silva que precisou deixar o aluguel para construir um barraco de madeira na região. Com apenas a renda de babá e do marido que trabalha em uma marcenaria, ambos precisaram escolher entre abandonar os estudos de radiologia e arquitetura, ou pagar os custos do aluguel e as contas básicas. “Nós estávamos pagando um aluguel de R$600 reais mais água, luz e os outros gastos. Ai decidimos montar um barraco aqui para fugir do aluguel, por hora e terminar os estudos. Eu faço radiologia e ele arquitetura e certamente essa é uma situação passageira. Os alimentos vieram em boa hora, graças a Deus”, disse uma das beneficiadas com a ação do Judiciário.
 
A história de resistência também foi contada pela Antônia Evangelista da Cruz, que recebeu os alimentos com muita alegria. “O gás já acabou faz tempo, mas ai nós fizemos uma fornalha e é aqui que vamos colocar o feijãozinho para cozinhar”, contou a aposentada mostrando uma das cestas que recebeu das mãos dos voluntários do projeto.
 
A juíza Ana Cristina da Silva Mendes reiterou que as doações são muito importantes e frisou que o momento é de muita fragilidade nas famílias carentes. “Estamos engajados nesse trabalho e são ações que alcançam essas pessoas mais vulneráveis que sofreram muito mais com os impactos da pandemia em suas vidas,” comentou.
 
Além dela, a juíza da Célia Regina Vidotti falou sobre a campanha de arrecadação. “A Amam decidiu organizar parcerias para promover ações como essa de hoje. Somando já foram mais de duas toneladas de alimentos em cinco edições e enquanto durar a pandemia, nós estaremos mobilizados e estendendo esse braço aos mais necessitados”, narrou.
 
A idéia surgiu em um grupo do WhatsApp, no qual a juíza da 11ª Vara Cível da Comarca de Cuiabá, Olinda de Quadros A. Castrillon, levantou a possibilidade. Está já é a quinta ação de distribuição, sendo que na primeira oportunidade, do grupo visitou três bairros carentes, distribuindo 700 cestas básicas, que somadas às de hoje, totalizam mais de 2 mil. As ações continuarão enquanto durar a pandemia.
 
 
Serviço – Quem quiser contribuir é só depositar qualquer quantia na conta corrente 58.500-9, agência 4256, do Sicoob (Bancoob). O CNPJ é 03.750.478/0001-27.
 
 
 
Ulisses Lalio
Coordenadoria de Comunicação da Presidência do TJMT
 
 

Veja Também:  Período de Defeso da Piracema em Mato Grosso será entre outubro e janeiro

Comentários Facebook
Propaganda

Mato Grosso

Sábado (18): Mato Grosso registra 531.044 casos e 13.708 óbitos por Covid-19

Publicados

em


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta sábado (18.09), 531.044 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 13.708 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 618 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 531.044 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso 4.304 estão em isolamento domiciliar e 512.224 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 159 internações em UTIs públicas e 86 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está 38,13% para UTIs adulto e em 15% para enfermarias adultos.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (109.483), Rondonópolis (37.445), Várzea Grande (37.208), Sinop (25.624), Sorriso (18.075), Tangará da Serra (17.636), Lucas do Rio Verde (15.550), Primavera do Leste (14.638), Cáceres (11.708) e Barra do Garças (10.538).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

Veja Também:  Ciopaer completa 15 anos com investimentos, expansão e novas aeronaves

O documento ainda aponta que um total de 386.221 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 116 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na sexta-feira (17.09), o Governo Federal confirmou o total de 21.080.219 casos da Covid-19 no Brasil e 589.573  óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país tinha 21.069.017 casos da Covid-19 no Brasil e 589.240 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados deste sábado (18.09).

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança.

Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

Veja Também:  Representantes da Sedec e MT Gás conhecem estrutura de empresa de gás natural no RS

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

PM prende suspeitos de sequestrar e matar ex-jogador de futebol

Publicados

em


A Polícia Militar do 11º Batalhão prendeu dois homens de 30 e 21 anos por sequestro e homicídio da vítima identificada como William Sant’Ana de 21 anos, na última sexta-feira (17), em Sinop. Ele era ex-jogador de futebol e os suspeitos confessaram que participaram do crime e informaram onde haviam ocultado o corpo da vítima.  

A ação contou com o apoio de policiais do Grupo Raio, do GAP (Grupo de Apoio) e da Agência Regional de Inteligência (ARI). Segundo o boletim de ocorrência, após a Polícia Militar solicitar análise local de uma tornozeleira eletrônica à ARI, foi verificado que o homem de 30 anos esteve na hora e no local do crime. Diante das informações, os policiais iniciaram patrulhamento pelo bairro Boa Esperança, em Sinop, e localizaram o primeiro suspeito. 

Durante a abordagem, o suspeito confessou o crime e contou que a vítima teria praticado um crime de estupro e que durante o sequestro, dentro do carro, a quadrilha havia feito vídeochamada por celular mostrando a vítima para integrantes de uma organização criminosa. O suspeito contou ainda que ficou no carro, enquanto a vítima era executada e que chegou a ouvir dois disparos de arma de fogo. 

Veja Também:  Nota MT sorteou R$ 3,8 milhões em prêmios no primeiro semestre deste ano

O suspeito indicou para a PM o local que onde haviam escondido o corpo da vítima, uma mata de difícil acesso, às margens do Rio 15. Os policiais fizeram o isolamento da área e acionaram a Polícia Judiciária Civil.  O homem já preso pela PM informou ainda o envolvimento de um outro indivíduo, de 19 anos, que foi localizado no bairro Boa Esperança pela guarnição do RAIO.

O comparsa confirmou os fatos narrados pelo primeiro suspeito preso. Os dois homens foram encaminhados para a Delegacia. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA ATÉ O MOMENTO A GESTÃO DR. DIVINO PREFEITO DE BARRA DO BUGRES ESTÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana