conecte-se conosco


Mato Grosso

Ação conjunta entre Penitenciária Feminina e PCE contém entrada de drogas e celulares e prende suspeitos

Publicados

em


Uma ação rápida de policiais penais da Penitenciária Feminina Ana Maria do Couto May e da Penitenciária Central do Estado (PCE), em Cuiabá, conteve a entrada de materiais ilícitos nas unidades e resultou na prisão dos suspeitos. Um drone foi avistado por uma policial penal da unidade feminina, entre os raios III e IV, por volta de 12h desta sexta-feira (23.07).

O fato foi comunicado imediatamente ao corpo de guarda e uma equipe foi até o raio IV onde um pacote teria caído, mas não encontraram nada. Posteriormente, outra equipe de policiais penais, juntamente com integrantes do Grupo de Intervenção Rápida (GIR) e Serviço de Operações Especiais (SOE), voltaram ao raio e fizeram uma revista minuciosa.

Desta vez, foram encontrados na laje do raio IV e no telhado da escola os seguintes materiais ilícitos: um drone quebrado; duas porções médias de substância análoga a maconha; duas porções médias de substância análoga a cocaína; dois carregadores de celular; nove celulares; três fones de ouvido; três baterias de celular; uma serra; um adaptador; três ponteiras de carregador de celular; e duas placas de carregador.

Veja Também:  Desembargadora Maria Erotides participa de Webinário sobre violência doméstica

No mesmo momento, policiais penais que estavam na vigilância das torres da PCE avistaram o drone sobrevoando a Penitenciária Feminina Ana Maria da Couto May, e indo em direção à unidade masculina. Eles passaram a seguir o drone e viram três homens e uma mulher em um veículo Gol e uma Honda Biz.

Os quatro saíram correram quando viram os policiais penais e foram em direção a uma casa que fica a duas quadras da PCE, no bairro Jardim Industriário 2. A Polícia Militar (PM-MT) deu apoio à ação e houve troca de tiros na frente da residência, mas ninguém foi atingido. Os quatro foram levados para a unidade e foram encontrados vários celulares, dinheiro, chips, drogas, além de carregadores.

Os quatro foram sendo ouvidos pela Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) na própria PCE. Um dos suspeitos usa tornozeleira eletrônica.

Foram apreendidos na PCE: um drone modelo Phantom 4; R$ 1.800,00 e US$ 5,00 em espécie; 13 aparelhos celulares (nove smartphones, dois multilaser, dois OLG); dois micro-celulares; um mini smartphone; seis pedaços de serra de aproximadamente 15 cm; uma serra grande de aproximadamente 30 cm; duas carteiras contendo cartões e documentos pessoais; um cartão de memória de 32 GB; um carretel usado de linha de pesca; 14 carregadores com cabos USB; seis cabos USB; cinco fones de ouvido; uma frente de aparelho toca CD com controle; 25 chips de celulares; dois controles de portão; duas baterias; uma maquineta de cartão magnético; dois adaptadores para carregadores de celular; e um cartão de memória.

Veja Também:  PM prende seis e tira de circulação armas e munições
Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Propaganda

Mato Grosso

Sábado (18): Mato Grosso registra 531.044 casos e 13.708 óbitos por Covid-19

Publicados

em


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta sábado (18.09), 531.044 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 13.708 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 618 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 531.044 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso 4.304 estão em isolamento domiciliar e 512.224 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 159 internações em UTIs públicas e 86 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está 38,13% para UTIs adulto e em 15% para enfermarias adultos.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (109.483), Rondonópolis (37.445), Várzea Grande (37.208), Sinop (25.624), Sorriso (18.075), Tangará da Serra (17.636), Lucas do Rio Verde (15.550), Primavera do Leste (14.638), Cáceres (11.708) e Barra do Garças (10.538).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

Veja Também:  Desembargadora Maria Erotides participa de Webinário sobre violência doméstica

O documento ainda aponta que um total de 386.221 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 116 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na sexta-feira (17.09), o Governo Federal confirmou o total de 21.080.219 casos da Covid-19 no Brasil e 589.573  óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país tinha 21.069.017 casos da Covid-19 no Brasil e 589.240 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados deste sábado (18.09).

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança.

Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

Veja Também:  Reunião do Consema traz palestras sobre etanol de milho e eucalipto

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

PM prende suspeitos de sequestrar e matar ex-jogador de futebol

Publicados

em


A Polícia Militar do 11º Batalhão prendeu dois homens de 30 e 21 anos por sequestro e homicídio da vítima identificada como William Sant’Ana de 21 anos, na última sexta-feira (17), em Sinop. Ele era ex-jogador de futebol e os suspeitos confessaram que participaram do crime e informaram onde haviam ocultado o corpo da vítima.  

A ação contou com o apoio de policiais do Grupo Raio, do GAP (Grupo de Apoio) e da Agência Regional de Inteligência (ARI). Segundo o boletim de ocorrência, após a Polícia Militar solicitar análise local de uma tornozeleira eletrônica à ARI, foi verificado que o homem de 30 anos esteve na hora e no local do crime. Diante das informações, os policiais iniciaram patrulhamento pelo bairro Boa Esperança, em Sinop, e localizaram o primeiro suspeito. 

Durante a abordagem, o suspeito confessou o crime e contou que a vítima teria praticado um crime de estupro e que durante o sequestro, dentro do carro, a quadrilha havia feito vídeochamada por celular mostrando a vítima para integrantes de uma organização criminosa. O suspeito contou ainda que ficou no carro, enquanto a vítima era executada e que chegou a ouvir dois disparos de arma de fogo. 

Veja Também:  Governador inaugura centro de tecnologia da informação da Polícia Civil de Mato Grosso

O suspeito indicou para a PM o local que onde haviam escondido o corpo da vítima, uma mata de difícil acesso, às margens do Rio 15. Os policiais fizeram o isolamento da área e acionaram a Polícia Judiciária Civil.  O homem já preso pela PM informou ainda o envolvimento de um outro indivíduo, de 19 anos, que foi localizado no bairro Boa Esperança pela guarnição do RAIO.

O comparsa confirmou os fatos narrados pelo primeiro suspeito preso. Os dois homens foram encaminhados para a Delegacia. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA ATÉ O MOMENTO A GESTÃO DR. DIVINO PREFEITO DE BARRA DO BUGRES ESTÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana