conecte-se conosco


Mato Grosso

Aline Figueiredo lança livro sobre João Sebastião

Publicados

em


A animadora cultural e crítica de arte Aline Figueiredo lança nesta quarta-feira (22.09), às 19h no Sesc Arsenal, livro sobre a contribuição de João Sebastião para as artes visuais no Brasil. Além do lançamento da publicação, intitulada “O baú iconográfico de João Sebastião”, a autora oferecerá uma palestra situando o artista e sua obra no contexto da arte mato-grossense e brasileira. A palestra será transmitida pelo Instagram

“Foram muitas as dificuldades para a publicação do livro. Sem auxílio do artista, levantar informações sobre todas as fases de sua obra e localizá-las junto aos seus proprietários foi um capítulo à parte. Por ser uma publicação de arte, a obra requer design gráfico diferenciado, boa produção fotográfica, papel de qualidade, provas de cor, impressão e acabamentos de excelência. Todos os custos são altos e os projetos culturais não disponibilizam recursos suficientes para uma produção desse nível”, explica a editora Maria Teresa Carrión Carracedo, da Entrelinhas.

A homenagem póstuma a João Sebastião como Mestre da Cultura Mato-grossense foi viabilizada em projeto proposto por Aline para a Secretaria de Estado de Cultura Esporte e Lazer de Mato Grosso por meio do edital da Lei Aldir Blanc, contando ainda com a parceria da Entrelinhas Editora.

Aline Figueiredo, que conviveu com João Sebastião desde a década de 1970, adianta: “A pintura de João Sebastião tem a chave de um baú iconográfico a transitar entre o popular e o erudito com uma plástica ao mesmo tempo bruta e sofisticada. Um forte sentimento antropológico recende da obra e reacende a sensibilidade da cultura popular e erudita de brasilidade. João Sebastião pinta tudo junto”.

O livro estava com os textos prontos e imagens selecionadas quando surgiu a oportunidade de Aline Figueiredo apresentar o projeto. “Na sua retina pagã o sagrado e o profano se confundem. No sincretismo religioso da sua pintura estão as festas de santos e seus reis festeiros; as bandeirolas de São João, o Batista; São Sebastião, amarrado e lancetado em troncos de árvores que atestam as ações das motosserras; São Francisco, o protetor dos animais, entre onças, tatus, cobras e lagartos. E sobra também para São Gonçalo, o santo violeiro e casamenteiro das velhas, inclusive faz referências à cerâmica da comunidade de São Gonçalo Beira Rio, berço da história mato-grossense onde a ata de fundação de Cuiabá fora assinada”, revela Aline. 

Veja Também:  MT é 6º estado com mais recuperandos envolvidos em atividades educacionais

“O baú iconográfico de João Sebastião” teve a elaboração e coordenação geral de Willian Gama e produção executiva de Amanda Gama, André Balbino Ferreira como o assistente da autora na elaboração do livro, que contou com a assessoria jurídica de Murillo Espínola e Willian Gama. As fotografias das obras e do artista foram realizadas por Aline Figueiredo, Anderson Ortiz, Protásio de Moraes, Ricardo Carracedo e Wers Gravaluz.

Sobre Aline Figueiredo 

Aline Figueiredo (Corumbá, 1946). Crítica de arte, professora de história da Arte, animadora cultural. Revelou vários artistas de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e do Centro Oeste, contribuindo para a descentralização da arte brasileira. Autora de diversos livros de referência sobre a arte em Mato Grosso e no Centro Oeste brasileiro, com importantes prêmios nacionais. Participou da criação do Museu de Arte e de Cultura popular da UFMT – MACP (1974), cujas atividades muito contribuem para difusão do conhecimento e da atualização da arte brasileira. No último dia 14 deste mês foi homenageada como “Mestre da Cultura Mato-grossense” por projeto do edital da Lei Aldir Blanc proposto à Secel pelo jornalista Rodrigo Vargas, com o lançamento do livro “O propósito de Aline”, pela Entrelinhas Editora, sua biografia, e o Documentário Eu sou capim navalha.

Autora dos livros Artes Plásticas no Centro-Oeste, (Edições UFMT/MACP/Cuiabá/1979), recebe por essa publicação o prêmio Gonzaga Duque, da Associação Brasileira de Críticos de Arte (Rio de Janeiro, 1980); Arte aqui é mato (Edições UFMT/MACP/Cuiabá, 1990); A Propósito do Boi (EDUFMT/Cuiabá, 1994), pelo qual recebe o Prêmio Alejandro José Cabassa, oferecido pela União Brasileira de Escritores (Rio, 1996); “Dalva Maria de Barros – Garimpos da Memória” (Entrelinhas Editora, Cuiabá, 2001), recebendo por essa publicação o Prêmio Sérgio Milliet, da Associação Brasileira de Críticos de Arte, São Paulo, 2002; Organiza juntamente com Humberto Espíndola o catálogo MACP. Animação cultural e inventário do acervo do Museu de Arte e de Cultura Popular da UFMT, Entrelinhas Editora (edição para a UFMT), 2010 (livro indicado ao Prêmio Jabuti, 2011).

Veja Também:  Rotam prende casal que escondia droga em fralda descartável em Cuiabá

Participa da Coleção Pensamento Crítico, da Funarte, volume 4, organizado pelo professor Dr. Laudenir Antonio Gonçalves, da UFMT, editado pela Funarte, Rio de Janeiro, 2010, Ministério da Cultura. Obteve o Prêmio Mario de Andrade, conferido pela Associação Brasileira de Críticos de Arte – ABCA, pela sua trajetória de Crítica e Animação Cultural, São Paulo, 2013. Em 2014 organiza a coletiva “Percurso” (Magia Propiciatória), realizada no Museu de Arte e de Cultura Popular da Universidade Federal de Mato Grosso, por ocasião dos seus 40 anos de fundação, mostra essa que reuniu 87 obras de 35 artistas do Estado, obtendo o prêmio Maria Eugênia Franco, da ABCA, em São Paulo, 2015 (destinado a curadoria de exposição). Vem ministrando cursos de história da arte desde 1970, em escolas secundárias, universidades, museus, entre outras instituições culturais.

Serviço

A palestra contará com transmissão ao vivo via “instagram” onde estará disponível por 30 (trinta) dias após o lançamento pela página @culturaenatureza.

link: https://instagram.com/cultura.e.natureza?utm_medium=copy_link.

O que: Lançamento do livro “João Sebastião: Baú iconográfico”, de Aline Figueiredo, pela Entrelinhas Editora, e palestra da autora situando a obra do artista no contexto da arte mato-grossense e brasileira

Onde e quando: No dia 22 de setembro, a partir das 19 horas, no Teatro do Sesc Arsenal, bairro do Porto, em Cuiabá

Willian Gama: (65) 999219022.

Editora Entrelinhas: (65) 98404 2697.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Propaganda

Mato Grosso

Sábado (23): Mato Grosso registra 545.069 casos e 13.909 óbitos por Covid-19

Publicados

em


A Secretaria de Estado de Saúde (SES) notificou, até a tarde desta sábado (23.10), 545.069 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 13.909 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 126 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 545.069 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 1.748 estão em isolamento domiciliar e 528.834 estão recuperados. 

Devido à manutenção na base de dados do sistema oficial do Ministério da Saúde, não foi possível publicar o Ranking da Vacinação em Mato Grosso nesta semana. A perspectiva é de que o Ranking seja atualizado até a próxima terça-feira (26.10).

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 76 internações em UTIs públicas e 37 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 27,64% para UTIs adulto e em 6% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (113.081), Várzea Grande (40.174), Rondonópolis (38.252), Sinop (26.279), Sorriso (18.392), Tangará da Serra (17.796), Lucas do Rio Verde (15.700), Primavera do Leste (14.784), Cáceres (11.932) e Alta Floresta (10.806).

Veja Também:  Governo do Estado inicia avaliações ambulatoriais para captação de doação de rim

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

O documento ainda aponta que um total de 404.835 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 85 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na sexta-feira (22.10), o Governo Federal confirmou o total de 21.711.843 casos da Covid-19 no Brasil e 605.139 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país tinha 21.697.341 casos da Covid-19 no Brasil e 604.679 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados desta sábado (23.10).

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

Veja Também:  Corpo de Bombeiros atua para conter incêndio subterrâneo na Baía dos Guató

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Governo autoriza retorno do público aos estádios de futebol mediante comprovante de vacinação ou teste negativo para Covid

Publicados

em


O Governo de Mato Grosso autorizou a presença de público pagante nos jogos do Campeonato Brasileiro realizados na Arena Pantanal. O retorno do público também está liberado para campeonatos locais e o Mato-grossense.

O Projeto de Lei aprovado pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso permitiu que as partidas do mês de outubro recebessem 50% da capacidade de público dos estádios.

Em novembro, será permitida a entrada de 75% de público pagante. Próximo jogo do Cuiabá na Arena Pantanal ocorre dia 1° de novembro, quando o Dourado enfrenta o Bragantino pela 28ª rodada do Brasileirão 2021.

Em janeiro, os jogos realizados em estádios de Mato Grosso contarão com 100% de suas capacidades liberada para o público. No caso da Arena Pantanal, a lotação pode chegar a 41 mil torcedores.

A liberação para entrada nos estádios, porém, segue um rigoroso protocolo de biossegurança. Além da obrigatoriedade da máscara, só poderão ingressar nos estádios torcedores que apresentarem comprovante do esquema vacinal completo (duas doses ou dose única, no caso da Jansen), ou ainda, se o torcedor apresentar teste negativo para Covid-19. É proibido o consumo de bebidas alcoólicas dentro dos estádios.

Veja Também:  Corpo de Bombeiros atua para conter incêndio subterrâneo na Baía dos Guató

“Seguindo à risca todas as orientações sanitárias, podemos receber o público com segurança nos estádios de futebol. A presença do Cuiabá na série A do Campeonato Brasileiro é de extrema importância para que Mato Grosso tenha estádios abertos para o público, mas sempre com muita cautela”, disse Beto Dois a Um, secretário de Cultura, Esporte e Lazer.  

O Cuiabá segue com uma boa campanha no Brasileirão 2021. Ocupa atualmente a 9ª colocação na competição nacional. Próximo jogo do dourado ocorre neste domingo (25.10), às 16h (horário de Cuiabá) no Mineirão, em Belo Horizonte, contra o líder do campeonato, Atlético-MG.

Esta semana, o esquema vacinal completo (duas doses ou dose única) atingiu 50% da população brasileira.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA ATÉ O MOMENTO A GESTÃO DR. DIVINO PREFEITO DE BARRA DO BUGRES ESTÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana