conecte-se conosco


Entretenimento

Após 63 anos perdido, disco da Portela é descoberto por pesquisadores

Publicados

em

source
Disco será lançado em São Paulo e, em seguida, no Rio de Janeiro
Reprodução/Divulgação

Disco será lançado em São Paulo e, em seguida, no Rio de Janeiro

Uma fita com 7 faixas inéditas da Escola de Samba Portela gravada em novembro de 1959 permaneceu perdida nos últimos 63 anos. O material foi encontrado pelos membros do Instituto Glória ao Samba e, enfim, ganhará às ruas neste sábado (18), em São Paulo. Em entrevista ao iG Gente, Paulo Mathias, um dos integrantes da instituição, revelou que a obra, tida como uma das mais raras das escolas de samba no Brasil, foi encontrada por acaso em um acervo em São Paulo.

+ Entre no canal do  iG Gente no Telegram e fique por dentro de todas as notícias sobre celebridades, reality shows e muito mais!

“Esse era um disco procurado não só pelos membros do Glória ao Samba, mas também por grande parte dos estudiosos, historiadores, pesquisadores e colecionadores de discos ligados ao universo do samba. A fita foi localizada por membros do IGS no ano de 2017, por acaso, no acervo do Selo Festa. Era o famoso disco que todos já tinham ouvido falar, mas nunca escutaram”, explicou. 


Paulo conta que os administradores do acervo não tinham conhecimento da fita e que o material achado só possuía o nome das músicas e a data de gravação. Assim, pela surpresa de todos, o conteúdo foi descoberto e o IGS teve a iniciativa de lançar o material. “Houve um acordo de licenciamento junto ao Selo Festa para poder realizar o lançamento do material em vinil. Ou seja, formato em que ele deveria ter sido feito em 1959, mas não se sabe por qual motivo acabou não sendo prensado”, contou o jornalista. 

O disco foi encontrado sem especificações além do nome das músicas e ano de gravação
Reprodução/Divulgação

O disco foi encontrado sem especificações além do nome das músicas e ano de gravação


O disco, então, que será lançado em São Paulo neste sábado e, no segundo semestre, no Rio de Janeiro, foi idealizado preservando o áudio captado na época e a capa faz menção aos grandes álbuns de samba lançados no mesmo período. O material é composto por 7 composições históricas. Entre elas, o samba-enredo inédito com o qual a Portela foi campeã no ano de 1958. Este é o segundo registro em LP na história da Portela, que completa 100 anos de fundação em 2023. 

Veja Também:  Eliezer revela perrengue para trocar de telefone e diverte internautas

O jornalista conta que além desse achado, o Glória ao Samba, composto por 22 pesquisadores, coleciona um acervo de conteúdos históricos. “Hoje, o Glória ao Samba conta com um inestimável acervo de sambas inéditos das mais tradicionais escolas de samba cariocas. Esse material reúne além dos sambas: fotografias, documentação escrita, livros, long plays (lp’s), discos de 78 rpm, partituras, fitas cassetes e depoimentos de antigos sambistas”, detalha. 

Serviço – Lançamento: Escola de Samba Portela 1959

  • Sábado (18), às 19h
  • Na Sala Adoniran Barbosa – Centro Cultural São Paulo: Rua Vergueiro, 1000 – SP
  • Classificação Indicativa: livre
  • Ingressos: R$15,00
  • Os ingressos estarão disponíveis na bilheteria duas horas antes da apresentação. Para retirá-los, será necessário apresentar o comprovante de vacinação da Covid-19 (físico ou digital), com no mínimo duas doses. Haverá a venda de discos no local.

+ Saiba mais no canal do  iG Gente no Telegram !

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Propaganda

Entretenimento

Hospital abre sindicância e apura crime cometido contra Klara Castanho

Publicados

em

Por

source
Klara Castanho teve sua intimidade exposta pela equipe médica que a atendeu
Reprodução/Instagram

Klara Castanho teve sua intimidade exposta pela equipe médica que a atendeu


Após o vazamento de dados sigilosos de Klara Castanho , o hospital que atendeu a atriz para a realização do parto abriu uma sindicância interna para apurar os fatos e identificar quais funcionários se envolveram na divulgação de informações que nunca deveriam ter sido retiradas dos prontuários.


Em nota enviada a este colunista que vos fala, a Rede D’Or lamentou o vazamento dos dados e afirmou que iniciará a investigação na unidade de saúde que atendeu a atriz.

“A Rede D’Or tem como princípio preservar a privacidade de seus pacientes bem como o sigilo das informações do prontuário médico. O hospital se solidariza com a paciente e familiares e informa que abriu uma sindicância interna para a apuração desse fato”, disse a rede em nota.

A profissional de saúde que vazou as informações à imprensa, quando identificada, infringiu o artigo 154 do Código Penal, que fala sobre a revelação de informações sigilosas e que possam trazer prejuízos ou danos a outrem. Caso venha a ser julgada e culpabilizada, ela poderá ser presa e pegar até um ano de detenção.

Veja Também:  Romário se declara para filha: "Colocou papai marrento nos eixos"
Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Entretenimento

Atriz de ‘Três é Demais’ é atacada por policiais em protesto nos EUA

Publicados

em

Por

source
Jodie Sweetin foi derrubada por policiais durante manifestação contra decisão da Suprema Corte
Reprodução/Twitter/Instagram

Jodie Sweetin foi derrubada por policiais durante manifestação contra decisão da Suprema Corte

Jodie Sweetin, atriz conhecida por interpretar a personagem Stephanie Tanner na série Três é Demais/Full House, foi atacada por policiais durante protesto a favor dos direitos das mulheres, nos Estados Unidos.

Em vídeo que viralizou nas redes sociais neste domingo (26), é possível ver o momento em que Jodie é empurrada pelos agentes e vai parar no chão, sendo ajudada por outros manifestantes.

Os protestos se devem à decisão da Suprema Corte dos Estados Unidos em suspender a lei conhecida como “Roe vs Wade”, que dava às mulheres direito constitucional ao aborto de forma legal em todo o país, deixando a cargo dos estados a decisão.

O vídeo do momento do ataque pode ser visto abaixo:

Em entrevista ao TMZ, a atriz afirmou estar bem e que se sente orgulhosa das centenas de pessoas que compareceram aos protestos.

Veja Também:  Do bloco à avenida: Veja como os brothers do "BBB 22" pulam Carnaval

“Estou extremamente orgulhoso das centenas de pessoas que apareceram ontem para exercer seus direitos da Primeira Emenda e tomar medidas imediatas para protestar pacificamente contra as gigantescas injustiças que foram entregues pela nossa Suprema Corte”, disse.

“Nosso ativismo continuará até que nossas vozes sejam ouvidas e ações sejam tomadas. Isso não vai nos deter, continuaremos lutando por nossos direitos. Não somos livres até que todos sejamos livres”, completou.

Entre no canal do  iG Gente no Telegram e fique por dentro de todas as notícias sobre celebridades, reality shows e muito mais!

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA A GESTÃO AZENILDA PEREIRA SERÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana