conecte-se conosco


Policial

Após denúncia, PRF prende dupla acusada de estelionato com veículo roubado na BR-163

Publicados

em

A informação de que o veículo Ford Ka tinha registro de roubo/furto partiu da Polícia Civil de Nova Mutum-MT

Dois homens foram presos pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) nesta quinta (22) suspeitos de estelionato, uso de documento falso e receptação. O veículo que eles ocupavam, um Ford Ka, com placas de Barão de Melgaço-MT, foi abordado na BR-163 após os agentes receberem da Polícia Civil de Nova Mutum denúncia de que o automóvel teria registro de roubo/furto.

Com T.S.N, de 30 anos, e A.A.R, de 49 anos, os PRFs encontraram uma procuração falsa e a CNH do verdadeiro proprietário do veículo. De acordo com os suspeitos, a intenção era retirar junto à Polícia Civil a restrição de roubo/furto do carro e para isso pagaram pela falsificação do documento.

O que a dupla não contava é que os policiais logo perceberiam as divergências nas assinaturas da procuração quando comparada a da CNH apresentada. A suspeita é de que o passageiro, A.A.R., se passaria como proprietário do Ford Ka. Caso a investida desse certo, o veículo seria levado para Várzea Grande, onde seria adulterado e comercializado, o que configuraria o estelionato.

Veja Também:  Polícia Civil participa de ações preventivas voltadas para a segurança no trânsito de Água Boa

Ainda de acordo informações repassadas à PRF, o condutor já seria conhecido da polícia. Ele teria envolvimento no furto de um outro veículo alugado e não devolvido a empresa locadora no início deste ano. Sobre o assunto, o suspeito disse que apenas acompanhou o condutor de Rondonópolis até Cuiabá, mas que não teria participação no golpe. O veículo Sandero teria sido vendido pelo valor de 7 mil reais.

A dupla recebeu voz de prisão, o veículo foi recuperado e a ocorrência foi encaminhada para a Polícia Civil em Nova Mutum.

SISTEMA SINAL – O cidadão que tiver seu veículo roubado, furtado, com perda de sinal, em sequestro ou clonado, poderá fazer um cadastro do referido veículo no sistema “SINAL”, uma ferramenta que facilita a localização e recuperação desses veículos.

O sistema é acessado no Portal da PRF (https://www.prf.gov.br/sinal) Ao concluir o preenchimento do formulário o registro automaticamente será reportado aos policias nas consultas dos sistemas da PRF. Além disso, mensagem do tipo “pop-up” será encaminhada para os telefones funcionais de todos os policiais que estejam em serviço operacional próximos ao local da ocorrência.

Veja Também:  Com CNH suspensa, motorista é detido após apresentar documento falso em fiscalização

Só este ano, a PRF em Mato Grosso recuperou 42 veículos que foram roubados ou furtados e que circulavam em nossas rodovias federais. A PRF ressalta que o registro no SINAL não substitui a necessidade de lavratura de boletim de ocorrência na Polícia Civil, parceira em muitas dessas ocorrências. O registro também pode ser feito por meio do telefone 191.

Texto: PRF Bruna de Lima

Imagens: Nucom PRF MT

(Reprodução autorizada mediante citação da Agência PRF)

Comentários Facebook
Propaganda

Policial

Tio de 62 anos é preso pela Polícia Civil por estupro de vulnerável contra sobrinha

Publicados

em

Por

Um homem investigado pela Polícia Civil pelo estupro de vulnerável contra a própria sobrinha foi preso nesta sexta-feira (01.07). O crime ocorreu na cidade de Denise e é investigado pela Delegacia de Barra do Bugres.

A Polícia Civil apurou que o investigado de 62 anos cometeu os abusos sexuais contra a vítima que atualmente está com 13 anos. Os abusos teriam iniciado quando ela tinha 10 anos.

A vítima procurou ajuda do Conselho Tutelar após assistir a uma palestra na escola sobre violência sexual, na cidade de Denise.

O fato foi registrado na Polícia Civil que deu início à investigação e apurou que, além do suspeito de 62 anos, outro tio da vítima também é investigado por cometer abusos contra a adolescente.

A partir das informações coletadas na investigação, a delegada Renata Evangelista representou pela prisão dos dois envolvidos. As buscas seguem para localizar o segundo envolvido.

O homem preso nesta sexta-feira respondeu anteriormente por outro crime de estupro.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Veja Também:  PRF em Barra do Garças apreende arma, munições e maconha na BR-158
Continue lendo

Policial

Polícia Civil cumpre prisão preventiva de trio envolvido em diversos roubos em Várzea Grande

Publicados

em

Por

Três criminosos envolvidos em diversos roubos em Várzea Grande tiveram mandados de prisão preventiva cumpridos pela Polícia Civil, nesta sexta-feira (01.07), dentro do trabalho investigativo realizado pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos do município (Derf-VG).

Os suspeitos foram identificados como autores de um roubo a residência em que uma família foi feita refém no bairro Nova Várzea Grande. O crime ocorreu no dia 22 de fevereiro, quando os criminosos invadiram a casa, rendendo o casal e as duas filhas de 03 e 07 anos, fazendo ameaças e subtraindo diversos bens.

Durante o roubo, enquanto um dos suspeitos ficou com as vítimas, as ameaçando e exigindo que fizessem transferências bancárias, os outros dois vasculhavam a casa subtraindo bens de valor, que foram colocados no veículo da vítima que também foi utilizado na fuga.

No dia 1º de março, o trio praticou um roubo a um hotel em Várzea Grande, ocasião em que foram presos em flagrante pelo crime. Na ocasião, um dos assaltantes estava em posse do celular roubado da vítima do roubo a residência.

Veja Também:  Polícia Civil fecha fábrica de panelas em Várzea Grande suspeita de poluir meio ambiente

Além dos dois roubos, os suspeitos possuem diversas passagens anteriores por crimes de roubos, furtos, associação criminosa e tráfico de drogas. Dois deles também foram identificados como autores de outro roubo a residência ocorrido no mês de janeiro em Várzea Grande.

Diante dos fatos, o delegado da Derf-VG, Maurício Maciel Pereira Junior, representou pela prisão preventiva dos suspeitos, em decorrência do envolvimento do roubo a residência em que a família foi feita refém. Os mandados foram expedidos pela Justiça e cumpridos pela equipe da Derf no presídio onde cumprem pena em decorrência dos outros crimes.

“Em virtude das investigações que apontaram o envolvimento dos investigados no roubo e de todo histórico dos suspeitos, foi representado por nova prisão preventiva, garantindo que eles permaneçam presos pela prática dos crimes”, concluiu o delegado.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA A GESTÃO AZENILDA PEREIRA SERÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana