conecte-se conosco


Tecnologia

Após prisão de Jefferson, canais bolsonaristas excluem vídeos atacando o STF

Publicados

em


source
Vídeos são excluídos do YouTube
Unsplash

Vídeos são excluídos do YouTube

Cinco canais brasileiros de extrema-direita no YouTube excluíram, ao todo, 24 vídeos que continham ataques ao Supremo Tribunal Federal (STF), ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ou aos ministros Luís Roberto Barroso e Alexandre de Moraes após a  prisão de Roberto Jefferson . Ele foi detido por ter atuado em uma espécie de milícia digital que tem feito ataques aos ministros do Supremo e às instituições.

De acordo com o jornalista Guilherme Felitti, fundador do estúdio de análise de dados Novelo Data, os canais que excluíram vídeos após a prisão de Jefferson foram os bolsonaristas Notícias News N.N, José Marcio Opinião, José Marcio Artigo142, ROTA DA NOTICIA e Mauro Fagundes. Juntos, eles acumulam cerca de 1,7 milhão de seguidores.

Segundo o levantamento, os dois canais de José Marcio foram os que mais excluíram conteúdos que atacam os ministros ou as instituições. Sete dos vídeos excluídos por esses dois canais citavam nominalmente Jefferson, como por exemplo um intitulado “Com Ramagem na PF, Sergio Moro e alguns ministros do STF sucumbiriam, diz Jefferson”.

Ao invés de excluir vídeos, o canal de Mauro Fagundes optou por torná-los “não-listados”, ferramenta do YouTube que faz com que um vídeo só abra para quem possui o link do mesmo.

Apenas no sábado (14), o canal Notícias News N.N excluiu 5 vídeos que citavam o ex-presidente Lula. “Não é comum nos monitoramentos da Novelo Data vídeos escondidos atacando Lula”, escreveu Felitti.

Comentários Facebook
Propaganda

Tecnologia

Xbox Series X de Halo será lançado no Brasil R$ 1 mil mais caro

Publicados

em


source
Versão de Halo Infinite do console
Divulgação

Versão de Halo Infinite do console

O Xbox Series X Edição Especial de Halo Infinite será lançado no Brasil em 8 de dezembro. A pré-venda inicia a partir desta quarta-feira (23), pelo preço sugerido de R$ 5.699 – pouco mais de R$ 1 mil acima do valor do modelo padrão do Xbox Series X. O console, porém, é uma edição limitada para colecionadores.

O design foi inspirado no icônico universo da franquia de jogos Halo, como visto na imagem acima. O console é envolto por painéis metálicos escuros acentuados por ouro irídio. Acima da carcaça, há uma estampa personalizada de estrelas, como visto da superfície do Zeta Halo, que se estende até a ventoinha. Abaixo das estrelas, a abertura superior é acentuada por um brilho azul da cor da Cortana, uma personagem marcante da franquia. Para finalizar, o console liga e desliga com sons personalizados com o tema Halo.

O controle incluso no pacote apresenta um design correspondente na frente, uma marca de ouro irídio de 20 anos da franquia na parte traseira, e também superfície lateral e traseira texturizadas, de forma a acomodar todos os estilos de jogo.

Veja Também:  LoL vai suspender jogadores que ficam ausentes em partidas por até 14 dias

O pacote acompanha ainda uma cópia de Halo Infinite, em formato digital, para download disponível assim que lançado. O jogo chega ao mundo todo também em 8 de dezembro, inclusive para assinantes do Game Pass, disponível também no PC com Windows 10.

Corte de preço do Xbox

Vale lembrar que o Xbox Series X, recentemente,  recebeu corte de preço no Brasil e está bem mais barato. O valor foi de de R$ 4.599 para R$ 4.349 e a redução foi feita após a também redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), anunciada pelo governo em agosto.

O problema é que o estoque do Xbox Series X não anda fácil de encontrar em várias lojas, o que deve ser corrigido com esta nova edição.

Veja Também:  iPhone 13 terá acesso à internet de Elon Musk? Entenda a ligação via satélite

Comentários Facebook
Continue lendo

Tecnologia

Em e-mail vazado, Tim Cook diz que está atrás de quem vaza informações da Apple

Publicados

em


source
Tim Cook envia e-mail a funcionários da Apple
Unsplash/Mihai Moisa

Tim Cook envia e-mail a funcionários da Apple

Tim Cook, CEO da Apple, disse aos funcionários da empresa que está fazendo “tudo ao nosso alcance” para identificar quem são os trabalhadores que vazam informações da companhia. O e-mail com o conteúdo foi enviado na terça-feira (21) e divulgado pelo The Verge nesta quarta-feira (22). “Pessoas que vazam informações confidenciais não pertencem” à Apple, disse o executivo.

Na sexta-feira (17), Tim Cook havia dito, em reunião interna com toda a empresa, que a Apple exigiria testes frequentes de Covid-19 para funcionários não vacinados. Ele também afirmou que “ansioso para seguir em frente” após a batalha judicial contra a Epic Games.

Ambas as informações vazaram para o The Verge, o que fez com que o CEO da Apple enviasse um e-mail a todos os colaboradores sobre o assunto. Este e-mail, porém, também vazou para o The Verge. Confira a mensagem na íntegra:

Veja Também:  Japão cria internet mais rápida do mundo, capaz de baixar 200 GB em 1 segundo

“Querida equipe,

Foi ótimo entrar em contato com vocês na reunião global de funcionários na sexta-feira. Havia muito o que comemorar, desde nossa notável linha de novos produtos até nosso trabalho baseado em valores em torno das mudanças climáticas, igualdade racial e privacidade. Foi uma boa oportunidade para refletir sobre nossas muitas realizações e conversar sobre o que você tem em mente.

Estou escrevendo hoje porque ouvi que muitos de vocês ficaram incrivelmente frustrados ao ver o conteúdo da reunião vazar para os repórteres. Isso ocorre após o lançamento de um produto no qual a maioria dos detalhes de nossos anúncios também vazou para a imprensa.

Quero que saiba que compartilho da sua frustração. Essas oportunidades de se conectar como uma equipe são muito importantes. Mas eles só funcionam se pudermos confiar que o conteúdo permanecerá dentro da Apple. Quero reafirmar que estamos fazendo tudo ao nosso alcance para identificar aqueles que vazaram. Como você sabe, não toleramos divulgação de informações confidenciais, seja o IP do produto ou os detalhes de uma reunião confidencial. Sabemos que os vazamentos constituem um pequeno número de pessoas. Também sabemos que as pessoas que vazam informações confidenciais não pertencem a este lugar.

Enquanto olhamos para o futuro, quero agradecer por tudo que você fez para tornar nossos produtos uma realidade e tudo que você fará para colocá-los nas mãos dos clientes. Ontem lançamos iOS 15, iPadOS 15 e watchOS 8, e sexta-feira marca o momento em que compartilhamos alguns de nossos novos produtos incríveis com o mundo. Não há nada melhor do que isso. Continuaremos medindo nossas contribuições nas vidas que mudamos, nas conexões que promovemos e no trabalho que fazemos para deixar o mundo um lugar melhor.

Obrigado,

Tim”.

Veja Também:  Mercado Livre pode ser multado pela Anatel por vender celular sem homologação

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA ATÉ O MOMENTO A GESTÃO DR. DIVINO PREFEITO DE BARRA DO BUGRES ESTÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana