conecte-se conosco


Agronegócio

Aprosoja-MT lança eventos técnicos voltados para a cultura do milho

Publicados

em

Sustentabilidade

Aprosoja-MT lança eventos técnicos voltados para a cultura do milho

Por meio do Circuito Tecnológico e da Rodada Técnica do Milho equipes percorrerão pólos produtores fortalecer e avançar na área de estudos


06/03/2019

Com o objetivo de monitorar as lavouras e buscar assegurar um bom cenário de armazenagem e comercialização, a Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT) lança, na próxima segunda-feira (11.03), o Circuito Tecnológico e a Rodada Técnica do Milho. Ambos serão realizados já a partir do próximo dia 11 de março.

A meta é fortalecer e avançar na área de estudos e garantir melhores condições na produção da cultura, eliminando doenças e pragas. O lançamento dos projetos será realizado no dia 11, na sede da Aprosoja-MT, com a presença de pesquisadores, jornalistas, diretores, delegados e colaboradores da Associação.

Conforme as equipes técnicas das gerências de Sustentabilidade e Defesa Agrícola da Aprosoja-MT, durante o lançamento serão apresentados os resultados das cinco últimas edições do CT Milho, o panorama de expectativas da atual safra, a apresentação institucional do presidente da Associação, dados de pesquisas e ainda será concedida coletiva de imprensa.

Veja Também:  Milho ‘revoluciona’ norte de MT

A Rodada Técnica terá início já no dia 11, começando pelo município de Jaciara. Ainda em março, a equipe deve percorrer Canarana (12), Lucas do Rio Verde (14), Diamantino (14) e Campos de julho (15), com eventos que serão realizados na estrutura dos Sindicatos Rurais espelhados pelo estado.

Neste ano o Circuito Tecnológico do Milho entra na 6ª edição e, tradicionalmente, são realizadas avaliações visuais que indicam a qualidade da lavoura, tais como: incidência de doenças, nível de dano causado por insetos pragas, nível de controle de plantas daninhas, presença de palhada, aspecto geral da lavoura, espaçamento entre linhas e população de plantas. Após as inspeções são emitidos relatórios para os responsáveis pelas lavouras.

PESQUISADORES – Um dos pesquisadores convidados para o evento é o biólogo Sergio Abud da Silva. Ele é graduado em Biologia pela Universidade de Brasília, especializou-se Genética e Biologia Molecular, na área de transformação de planta e expressão de proteínas heterólogas em soja. Participa da equipe de genética e melhoramento de soja na Embrapa Cerrados, onde desenvolveu trabalhos na área de melhoramento genético, participando da criação das cultivares de soja convencionais.

Veja Também:  Petrobras anuncia nova redução no preço do diesel

Também falará sobre suas experiências o Agrônomo Adriano Augusto de Paiva Custódio. Graduado em Agronomia, Mestre e Doutor em Fitopatologia pela Universidade Federal de Lavras. Pesquisador Fitopatologista da Área de Proteção de Plantas do Instituto Agronômico do Paraná, atuando nos Programas de Pesquisa Milho e Cereais de Inverno. Tem experiência em Agronomia, com ênfase em Fitopatologia, desenvolvendo projetos de pesquisa focados em epidemiologia aplicada ao manejo integrado de doenças

 

SERVIÇO:

Evento: Coletiva de imprensa Circuito Tecnológico e Rodada Técnica do Milho

Local: Aprosoja (Rua Engenheiro Edgard Prazo Arze, 1777, 1º andar, Edifício Cloves Vettorato)

Horário: 11h

 

Fonte: Ascom Aprosoja


Assessoria de Comunicação

Contatos: Telefone: 65 3644-4215

Email: [email protected]

Comentários Facebook
Propaganda

Agronegócio

Petrobras anuncia nova redução no preço do diesel

Publicados

em

A Petrobras anunciou nesta quinta-feira (11) uma nova redução no preço do diesel comercializado às distribuidoras. Com isso, a partir desta sexta-feira (12), o litro do diesel vendido passa de R$ 5,41 para R$ 5,19, com redução de R$ 0,22, ou 4,07%. Os preços dos demais combustíveis não foram alterados.

 Essa já é a segunda queda consecutiva anunciada pela estatal no diesel. Na semana passada, o valor do litro foi reduzido em R$ 0,20. No entanto, apesar das duas quedas, o preço do diesel vendido às distribuidoras ainda é 55,39% maior que o praticado no final de 2021. 

Conforme a Petrobras, considerando a mistura obrigatória de 90% de diesel A e 10% de biodiesel para a composição do diesel comercializado nos postos, a parcela da empresa no preço ao consumidor passará de $ 4,87, em média, para R$ 4,67 a cada litro vendido na bomba, de acordo com a estatal.

Em nota, a Petrobras afirmou que a redução acompanha o avanço dos preços de referência, que se estabilizaram em patamar inferior para o diesel, e é coerente com a prática de preços da empresa, que busca o equilíbrio dos seus custos com o mercado global, sem repassar para os preços internos a volatilidade conjuntural das cotações internacionais e da taxa de câmbio. 

Veja Também:  TRIGO/CEPEA: Preço internacional continua em elevação; alta no BR é menos expressiva

Fonte: AgroPlus

Comentários Facebook
Continue lendo

Agronegócio

Recursos do Pronaf no Plano Safra irão aumentar em 12%

Publicados

em

Devido à forte demanda por financiamentos de custeio no Pronaf, neste início de safra, foi autorizada a destinação de mais de R$ 6,54 bilhões de recursos equalizados pelo Tesouro Nacional para financiar os agricultores familiares. Isso representa um aumento de 12%, fazendo com que o valor passe de R$ 53,6 bilhões para R$ 60,1 bilhões.

Desses recursos, R$ 4,74 bilhões virão a partir da alocação de mais de $ 126,8 milhões de recursos orçamentários em 2022 para o Plano Safra 2022/23. Enquanto a outra parte (R$ 1,8 milhão) virá de remanejamentos no âmbito dos bancos públicos federais (Caixa, BNDES e do Banco do Brasil).

Os recursos serão destinados aos bancos que operam no Pronaf Custeio e que já sinalizaram insuficiência de recursos para atender a demanda dos agricultores. Diante disso, R$ 6,07 bilhões serão encaminhados ao Banco do Brasil e R$ 474 milhões, ao BNDES.

Além disso, o BNDES ainda será contemplado com a ampliação de recursos do Programa Agricultura de Baixo Carbono – ABC (R$ 287,5 milhões) e Programa de Construção e Ampliação de Armazéns – PCA (R$ 438,5 milhões).

Veja Também:  ALGODÃO/CEPEA: Em meio à baixa liquidez, Indicador se estabiliza na casa dos R$ 6/lp

Com isso, a expectativa é que não haja interrupção na concessão de financiamentos, sobretudo de custeio, nesse período em que a safra está começando a ser plantada e no atendimento prioritário aos pequenos agricultores. 

Fonte: AgroPlus

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA A GESTÃO AZENILDA PEREIRA SERÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana