conecte-se conosco


Agronegócio

Aprosoja recebe prêmio de empresa socialmente responsável

Publicados

em

Fortalecimento Institucional

Aprosoja recebe prêmio de empresa socialmente responsável

Prêmio Brotar é concedido às empresas que colaboram com Instituto Desportivo da Criança


Instituto Desportivo da Criança

05/12/2018

Thiago tem 10 anos e Mayara, 14 anos. Ambos são alunos do projeto Vôlei Kids há quatro anos e gostam de participar das atividades realizadas no contraturno escolar. “Eu acho muito legal jogar vôlei, acho que vou continuar por muito tempo. É importante fazer esporte”, diz Thiago de Souza Hungria, que já está finalizando o 5º ano do Ensino Fundamental.

A adolescente Mayara de Almeida Pereira, estudante do 8º ano e moradora do bairro Pedra 90, acredita que “não é legal ficar em casa sem fazer nada, o bom é sair e se exercitar”.

O Vôlei Kids é um dos projetos do Instituto Desportivo da Criança, organização que trabalha esporte, educação e musicalização em escolas de Cuiabá, Várzea Grande e Chapada dos Guimarães. Em 2018, foram 650 crianças e adolescentes atendidas no contraturno escolar.

Veja Também:  OVOS/CEPEA: Vendas aquecidas sustentam preços

A Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja) apoia o instituto desde 2012, por meio do programa Agrosolidário, e recebeu nesta terça (04) o Prêmio Brotar de empresa socialmente responsável.

“Por meio destes projetos colaboramos, principalmente, com a inclusão social das crianças. Hoje, neste evento, vemos que muitas crianças são tiradas das ruas, ocupando seu tempo com atividades. Isso as transforma em cidadãos valorizados que darão bons frutos no futuro”, diz Lucas Costa Beber, diretor administrativo da Aprosoja.

O instituto só consegue atender tantas crianças e adolescentes porque conta com a parceria e patrocínio de diversas empresas, entidades e voluntários, como a Aprosoja. “A associação é fundamental para este projeto e temos muita seriedade em relação ao controle e a gestão do instituto para que todos possam apoiar com a certeza de um trabalho bem feito. Se conseguirmos melhorar a condição de vida de uma criança, já terá valido a pena”, afirma José Roberto Schmaltz, presidente do Instituto Desportivo da Criança.

Schmaltz lembra que, em 15 anos, muitas histórias de sucesso podem ser contadas. “Temos ex-alunos que hoje são professores de Educação Física do instituto, outros são bons profissionais, outros conseguiram boas bolsas de estudo. Há pouca evasão, então sabemos que é um trabalho importante”, conta. Há acompanhamento não só no esporte, mas ainda da situação econômico financeira e familiar de cada criança. “E vai além de ter sucesso na vida, queremos ajudar a criar pessoas melhores para o mundo”, finaliza o presidente do IDC.

Veja Também:  Exportação de carne suína começa março em ritmo acelerado

 

 

Fonte: Ascom Aprosoja


Assessoria de Comunicação

Contatos: Telefone: 65 3644-4215

Email: [email protected]

Comentários Facebook
Propaganda

Agronegócio

CITROS/CEPEA: Geada atinge pomares de SP e aumenta preocupação de agentes

Publicados

em


Cepea, 23/7/2021 – O frio intenso observado no estado de São Paulo no início desta semana atingiu os pomares do cinturão citrícola, com registros de geadas em algumas áreas. Segundo colaboradores do Cepea, este cenário aumentou as preocupações de agentes quanto à produção de laranjas na temporada atual e ao vigor das plantas para a próxima safra, visto que as árvores estão próximas do período de indução floral e já debilitadas por conta do menor regime hídrico dos últimos dois anos. Considerando-se a safra atual (2021/22), a qualidade das laranjas que estão nos pés deve diminuir – algumas das frutas que foram afetadas pelas geadas do fim de junho/início de julho já apresentam o interior seco e cristalizado. Além disso, algumas áreas tiveram quedas de frutos. Para a próxima temporada (2022/23), as árvores mais novas (em fase de brotação) devem ser as mais afetadas, assim como aquelas com maior incidência de greening. Quanto à tangerina poncã, não há previsão de impactos significativos no volume do estado de SP, já que a colheita está praticamente finalizada. Por outro lado, em Minas Gerais, onde ainda há maiores volumes para serem colhidos, pode haver impacto negativo na qualidade das frutas. No caso da lima ácida tahiti, as preocupações são ainda maiores, visto que a fruta é bastante sensível a oscilações climáticas. Além disso, há áreas de lima ácida tahiti em diferentes estágios de desenvolvimento, inclusive com pomares em flor. Segundo colaboradores do Cepea, o frio intenso derrubou alguns frutos pequenos, brotamentos e flores. Fonte: Cepea (www.cepea.esalq.usp.br)

Veja Também:  OVOS/CEPEA: Vendas aquecidas sustentam preços
Fonte: CEPEA

Comentários Facebook
Continue lendo

Agronegócio

FRANGO/CEPEA: Consecutivas valorizações reduzem competitividade da carne em julho

Publicados

em


Cepea, 23/7/2021 – As consecutivas elevações nos preços da carne de frango estão na contramão do movimento observado para as duas principais proteínas concorrentes, bovina e suína, que têm se desvalorizado em julho, reduzindo a competitividade da carne de frango na parcial do mês. Segundo pesquisadores do Cepea, a boa liquidez do frango no mercado doméstico tem se dado justamente pela competitividade da proteína, a mais em conta das três alternativas, se favorecendo, portanto, do poder de compra reduzido da população brasileira nos últimos meses. Mesmo com o recuo das vendas na comparação com as concorrentes, agentes do setor da avicultura de corte indicam que os negócios ainda estão aquecidos, apesar do período de segunda quinzena do mês. Fonte: Cepea (www.cepea.esalq.usp.br)

Fonte: CEPEA

Comentários Facebook
Veja Também:  Rentabilidade da 2ª safra de milho pode ser elevada
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

"2021" QUAIS SÃO AS SUAS EXPECTATIVAS PARA ESTE ANO QUE SE INICIA

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana