conecte-se conosco


Agronegócio

Aprosoja recebe prêmio de empresa socialmente responsável

Publicados

em

Fortalecimento Institucional

Aprosoja recebe prêmio de empresa socialmente responsável

Prêmio Brotar é concedido às empresas que colaboram com Instituto Desportivo da Criança


Instituto Desportivo da Criança

05/12/2018

Thiago tem 10 anos e Mayara, 14 anos. Ambos são alunos do projeto Vôlei Kids há quatro anos e gostam de participar das atividades realizadas no contraturno escolar. “Eu acho muito legal jogar vôlei, acho que vou continuar por muito tempo. É importante fazer esporte”, diz Thiago de Souza Hungria, que já está finalizando o 5º ano do Ensino Fundamental.

A adolescente Mayara de Almeida Pereira, estudante do 8º ano e moradora do bairro Pedra 90, acredita que “não é legal ficar em casa sem fazer nada, o bom é sair e se exercitar”.

O Vôlei Kids é um dos projetos do Instituto Desportivo da Criança, organização que trabalha esporte, educação e musicalização em escolas de Cuiabá, Várzea Grande e Chapada dos Guimarães. Em 2018, foram 650 crianças e adolescentes atendidas no contraturno escolar.

Veja Também:  IPPA/CEPEA: Desvalorizações de grãos e pecuária pressionam IPPA/Cepea no último trimestre de 2021

A Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja) apoia o instituto desde 2012, por meio do programa Agrosolidário, e recebeu nesta terça (04) o Prêmio Brotar de empresa socialmente responsável.

“Por meio destes projetos colaboramos, principalmente, com a inclusão social das crianças. Hoje, neste evento, vemos que muitas crianças são tiradas das ruas, ocupando seu tempo com atividades. Isso as transforma em cidadãos valorizados que darão bons frutos no futuro”, diz Lucas Costa Beber, diretor administrativo da Aprosoja.

O instituto só consegue atender tantas crianças e adolescentes porque conta com a parceria e patrocínio de diversas empresas, entidades e voluntários, como a Aprosoja. “A associação é fundamental para este projeto e temos muita seriedade em relação ao controle e a gestão do instituto para que todos possam apoiar com a certeza de um trabalho bem feito. Se conseguirmos melhorar a condição de vida de uma criança, já terá valido a pena”, afirma José Roberto Schmaltz, presidente do Instituto Desportivo da Criança.

Schmaltz lembra que, em 15 anos, muitas histórias de sucesso podem ser contadas. “Temos ex-alunos que hoje são professores de Educação Física do instituto, outros são bons profissionais, outros conseguiram boas bolsas de estudo. Há pouca evasão, então sabemos que é um trabalho importante”, conta. Há acompanhamento não só no esporte, mas ainda da situação econômico financeira e familiar de cada criança. “E vai além de ter sucesso na vida, queremos ajudar a criar pessoas melhores para o mundo”, finaliza o presidente do IDC.

Veja Também:  Mulheres falam sobre experiência em conhecer pecuária e turismo no Pantanal

 

 

Fonte: Ascom Aprosoja


Assessoria de Comunicação

Contatos: Telefone: 65 3644-4215

Email: [email protected]

Comentários Facebook
Propaganda

Agronegócio

Petrobras anuncia nova redução no preço do diesel

Publicados

em

A Petrobras anunciou nesta quinta-feira (11) uma nova redução no preço do diesel comercializado às distribuidoras. Com isso, a partir desta sexta-feira (12), o litro do diesel vendido passa de R$ 5,41 para R$ 5,19, com redução de R$ 0,22, ou 4,07%. Os preços dos demais combustíveis não foram alterados.

 Essa já é a segunda queda consecutiva anunciada pela estatal no diesel. Na semana passada, o valor do litro foi reduzido em R$ 0,20. No entanto, apesar das duas quedas, o preço do diesel vendido às distribuidoras ainda é 55,39% maior que o praticado no final de 2021. 

Conforme a Petrobras, considerando a mistura obrigatória de 90% de diesel A e 10% de biodiesel para a composição do diesel comercializado nos postos, a parcela da empresa no preço ao consumidor passará de $ 4,87, em média, para R$ 4,67 a cada litro vendido na bomba, de acordo com a estatal.

Em nota, a Petrobras afirmou que a redução acompanha o avanço dos preços de referência, que se estabilizaram em patamar inferior para o diesel, e é coerente com a prática de preços da empresa, que busca o equilíbrio dos seus custos com o mercado global, sem repassar para os preços internos a volatilidade conjuntural das cotações internacionais e da taxa de câmbio. 

Veja Também:  IPPA/CEPEA: Desvalorizações de grãos e pecuária pressionam IPPA/Cepea no último trimestre de 2021

Fonte: AgroPlus

Comentários Facebook
Continue lendo

Agronegócio

Recursos do Pronaf no Plano Safra irão aumentar em 12%

Publicados

em

Devido à forte demanda por financiamentos de custeio no Pronaf, neste início de safra, foi autorizada a destinação de mais de R$ 6,54 bilhões de recursos equalizados pelo Tesouro Nacional para financiar os agricultores familiares. Isso representa um aumento de 12%, fazendo com que o valor passe de R$ 53,6 bilhões para R$ 60,1 bilhões.

Desses recursos, R$ 4,74 bilhões virão a partir da alocação de mais de $ 126,8 milhões de recursos orçamentários em 2022 para o Plano Safra 2022/23. Enquanto a outra parte (R$ 1,8 milhão) virá de remanejamentos no âmbito dos bancos públicos federais (Caixa, BNDES e do Banco do Brasil).

Os recursos serão destinados aos bancos que operam no Pronaf Custeio e que já sinalizaram insuficiência de recursos para atender a demanda dos agricultores. Diante disso, R$ 6,07 bilhões serão encaminhados ao Banco do Brasil e R$ 474 milhões, ao BNDES.

Além disso, o BNDES ainda será contemplado com a ampliação de recursos do Programa Agricultura de Baixo Carbono – ABC (R$ 287,5 milhões) e Programa de Construção e Ampliação de Armazéns – PCA (R$ 438,5 milhões).

Veja Também:  Presidente da Aprosoja-MT se reúne com ministros da Agricultura e do Meio Ambiente

Com isso, a expectativa é que não haja interrupção na concessão de financiamentos, sobretudo de custeio, nesse período em que a safra está começando a ser plantada e no atendimento prioritário aos pequenos agricultores. 

Fonte: AgroPlus

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA A GESTÃO AZENILDA PEREIRA SERÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana