conecte-se conosco


Carros e Motos

Audi RS4 Avant: foguete para a família

Publicados

em


Audi RS4 Avant vem com novo V6 biturbo, capaz de levá-la de 0 a 100 km/h em 4,1 segundos,com máxima de 280 km/h
Divulgação

Audi RS4 Avant vem com novo V6 biturbo, capaz de levá-la de 0 a 100 km/h em 4,1 segundos,com máxima de 280 km/h

A forte chuva que permeia o interior de São Paulo costuma atrapalhar algumas atividades no Autódromo Velo Città, mas dessa vez não havia motivos para preocupação. Por mais que os operadores da marca das quatro argolas tivessem que interromper a pista nos momentos em que o pé d’água se intensificava, a bela Audi RS4 Avant tem absolutamente todos os atributos que um piloto precisa na chuva.

LEIA MAIS: Volvo V60 reafirma motivos para salvarem as peruas no Brasil

Não é possível falar da Audi RS4 Avant
sem colocar uma luz sobre o seu legado e, principalmente, a tração Quattro. Desenvolvida na Finlândia pelo engenheiro Jorg Bensinger em meados dos anos 70, a marca logo entendeu que o novo sistema seria muito útil para garantir mais aderência em pisos cobertos de água, lama ou neve. Não demorou para o recurso aparecer no Audi 80 de rua e, consequentemente, no modelo Quattro que foi vitorioso nos ralis da década seguinte.


Audi RS4 Avant vem com duas largas saídas de escape na traseira, mas o ronco ficou um pouco mais discreto
Divulgação

Audi RS4 Avant vem com duas largas saídas de escape na traseira, mas o ronco ficou um pouco mais discreto

Em meados de 1993, a marca optou por navegar em mares ainda inexplorados: as super-peruas. Tomar o carro familiar como base para um esportivo pode ter soado estranho, mas a Audi entregou toda a parte chata do projeto para a Porsche
e isso acrescentou um status diferenciado
. Eis que nascia a RS2 Avant
que você pode conferir no vídeo abaixo, com preparação da marca de Stuttgart e elementos de iluminação do 911
.

LEIA MAIS: Audi Q5 Security, SUV blindado de fábrica, é lançado no Brasil

Enfim, nem a Audi sabe ao certo quantas RS2 foram trazidas ao Brasil entre 1994 e 1995. Os fãs estimam que aproximadamente 84 unidades vieram para cá, sendo que 20 delas foram devolvidas à matriz na Alemanha. Eram tempos menos informatizados…

Veja Também:  Novas vans chegam ao mercado em versões compactas e até elétricas

Ainda fiquei um tempo apreciando cada detalhe da RS2 que a marca levou ao Autódromo. Quando fizemos uma lista sobre os carros dos sonhos da redação do iG, coloquei a sport-wagon como meu objeto de desejo. Mal sabia que a nova Audi RS4 Avant também ocuparia um lugar especial no meu coração.

LEIA MAIS: Audi deixa de fabricar o Q3 no Brasil. Próxima geração será importada

A apresentação é realmente digna de aplausos. A bela perua tem body-kit exclusivo, com para-choques avantajados e grandes entradas de ar, rodas aro 20 e freios de carbono-cerâmica. Na traseira, quatro saídas de escape e o emblema da subdivisão Audi Sport
. Brincadeira de gente grande.

Os segredos da Audi RS4 Avant


O interior do Audi RS4 Avant mantém o alto nível de acabamento da linha RS, com tecido Alcantara e alumínio
Divulgação

O interior do Audi RS4 Avant mantém o alto nível de acabamento da linha RS, com tecido Alcantara e alumínio

Sob o capô, a mais recente prática de downsizing. A RS4 trocou o antigo 4.2 V8 aspirado que girava até 8.250 rpm por uma nova unidade 2.9 V6 turbo. O câmbio de sete velocidades também virou uma nova transmissão esportiva de oito marchas. Talvez estes detalhes tenham transformado a RS4 em um modelo menos “brucutu”, algo mais sóbrio, alinhado à dinâmica de condução. De balaclava e capacete, chega a hora da comprovação.

Logo na saída dos boxes rumo à encharcada pista do Velo Città, percebo que o modelo anterior era bem mais barulhento. O mesmo aconteceu com o Porsche 718, ao abandonar seu motor antigo pelo novo 2.5 de cinco cilindros. Bom é que a perua ficou 80 kg mais leve com a nova geração, melhorando os números de desempenho. Mas ainda assim, a RS4 Avant parece mais “simpática”, reservando o status de super-perua para a maldosa RS6.

Entro rápido na primeira curva à esquerda, apontando a dianteira da RS4 para a zebra. A RS4 praticamente ignora a camada de água, com seu corpanzil de 4,78 metros bem ajeitado no chão. Na retomada, as costas grudam nos largos bancos com apoios laterais até mesmo para os ombros com a força de seus 450 cv e 60 kgfm. É uma descarga progressiva de energia, porém, com direção precisa e muita aderência.

Veja Também:  Chevrolet Prisma: nova geração é revelada no mercado chinês

Lei do equilíbrio


As rodas da Audi RS4 são se aro 20, montadas em pneus 235/30, de perfil baixo.  Repare na entrada de ar ao lado do farol
Divulgação

As rodas da Audi RS4 são se aro 20, montadas em pneus 235/30, de perfil baixo. Repare na entrada de ar ao lado do farol

Na famosa curva três do Velo CIttà, é possível aferir como a tração Quattro faz diferença no piso molhado. Se as rodas de um dos eixos perderem aderência e patinarem, a força motriz é direcionada para o lado oposto de forma progressiva através do diferencial auto-blocante. De acordo com a Audi, 60% do torque vai para o eixo traseiro enquanto os outros 40% são direcionados para as rodas dianteiras. Além da agilidade e precisão nas curvas, o sistema Quattro também permite retomadas exageradas. É a mais pura lei do equilíbrio.

LEIA MAIS: SUV de luxo ou esportivo? O Audi SQ5 é os dois

Tive que me conter para evitar o ” four-wheel drifting
” – derrapagem com as quatro rodas – que costuma acontecer em piso molhado com tração integral nas próximas curvas. Na reta principal, a sola do meu tênis vai de encontro ao acelerador com veemência. Vejo a velocidade no head-up display
saltar dos 140 para 170 km/h antes de uma freada abrupta.

Para contornar novamente a primeira curva em alta velocidade sem agredir os discos de carbono-cerâmica, dois toques nas aletas para trocas de marcha atrás do volante em uma redução. A Avant puxa o punta-tacco
, mantém o rumo e deixa a curva com motor cheio.

LEIA MAIS: udi A4 Avant x Mercedes C300 Estate: uma dupla contra os SUVs

O brinquedo custa R$ 546.990. Com seletor de vários modos de condução (aceleramos no modo dynamic), a Avant também pode ser simpática para uma família apressada. Diferentemente do RS3 Sedan que me fez trocar as obturações com pancadas secas na suspensão, a Audi RS4 Avant
é um foguete para a família.

Ficha técnica 
Preço: R$ 246.990 
Motor: 2.9, turbo, gasolina 
Potência: 450 cv a 5.700 rpm 
Torque: 61,2 kgfm a 1.900 
Transmissão: automática, oito marchas
Suspensão: Double Wishbone (dianteira), multibraço (traseira) 
Freios: discos ventilados (dianteira), sólidos (traseira) 
Porta-malas: 505 litros 
Tanque: 58 litros 
Consumo: 7,1 km/l (cidade), 9,2 km/l (estrada) 
0 a 100 km/h: 4,1 segundos 
Vel. Máx: 280 km/h

Siga o perfil do  iG Carros
no Instagram

Comentários Facebook
Propaganda

Carros e Motos

Usuários podem realizar diversos serviços do Detran-MT pela internet

Publicados

em

A opção de realizar serviços online é uma forma de evitar o deslocamento desnecessário do cidadão a qualquer unidade da autarquia, especialmente no atual momento de prevenção à propagação do novo coronavírus

Lidiana Cuiabano | Detran-MT

Serviços online no site do Detran-MT – Foto por: Lidiana Cuiabano

Serviços online no site do Detran-MT

Diversos serviços do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT) relacionados a Habilitação e a Veículos podem ser realizados através do site da autarquia (www.detran.mt.gov.br).

A opção de realizar serviços online é uma forma de evitar o deslocamento desnecessário do cidadão a qualquer unidade da autarquia, especialmente no atual momento de prevenção à propagação do novo coronavírus.

Ao entrar no site do Detran-MT, já na página principal, estão disponíveis dois menus: “Consulte Sua Habilitação” e “Consulte Seu Veículo” os quais os cidadãos têm acesso a informações sobre habilitação e o veículo consultado, como infrações em autuação, multa, débito em aberto, além da opção de emissão do licenciamento e Seguro DPVAT.

Ainda na página principal do site, também está disponível o menu “Consulte Sua Infração”, pelo qual é possível consultar a infração, o recurso de infração, recurso de defesa de autuação e demais informações sobre penalidades.

Outro menu disponível no site é o de “Serviços Online”. Ao clicar nele, o usuário consegue ter acesso rápido a serviços de Habilitação como: solicitação de segunda via de CNH, consulta de condutor e pontuação, validação de documento, consulta de turmas de exame teórico, solicitação de CNH definitiva, consulta de taxas de habilitação e recursos de infração, consulta da Permissão Internacional para Dirigir (PID).

Veja Também:  Chevrolet Prisma: nova geração é revelada no mercado chinês

Todos os serviços relacionados acima podem ser feitos 24 horas por dia.

Atendimento presencial

O atendimento presencial está sendo realizado exclusivamente para os serviços que não estão disponíveis online. Para tanto, é necessário que o usuário faça o agendamento do seu atendimento através do site do Detran-MT (www.detran.mt.gov.br). O horário para atendimento com agendamento é das 8h às 16h, de forma ininterrupta.

Para agendar, basta acessar o endereço eletrônico do Detran-MT e clicar na mensagem de tela (pop up), que irá direcionar à página de agendamento.

Ao entrar na página, deve preencher o formulário com os seus dados pessoais, escolher a unidade a qual deseja ser atendido e agendar a data e o horário para o atendimento presencial.

São realizados o atendimento presencial por agendamento dos seguintes serviços na área de Veículos: transferência de propriedade, emplacamento, emissão de CRV, segunda via de CRV, mudança de característica de veículo, vistoria, mudança de categoria do veículo, inclusão e baixa de financiamento, substituição, gravação e regravação de motor; gravação e regravação de chassi, comunicação de venda, baixa definitiva, troca de placa para Mercosul, serviços de controle veicular (recebimento e liberação de veículos no pátio), auditoria dos processos, serviços de infrações (recurso de defesa e Jari).

Veja Também:  Xiaomi, marca de celular, lança SUV médio que custa o equivalente a R$ 52mil

Já na área de Habilitação podem ser agendados os serviços de: coleta de imagem, primeira habilitação, mudança e adição de categoria, renovação de CNH, alteração de dados, registro de estrangeiro, transferência de UF/Ciretran, retirada de CNH, indicação de real condutor, exames teóricos digitais (com agendamento próprio).

O Detran-MT reforça que, no atendimento presencial, é permitida a entrada somente do usuário com atendimento agendado, utilizando máscara, sendo vedada a entrada de acompanhantes.

Para garantir a segurança dos usuários e servidores, o Detran-MT disponibilizou kit contendo máscara, luva e álcool em gel para todos os servidores, bem como álcool 70% na entrada da unidade de atendimento para os usuários com atendimento agendado. Também está sendo respeitado o distanciamento mínimo para contato entre usuários e servidores.

Fonte Assessoria

 

Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Carros e Motos

Dicas sobre o compressor do sistema de ar-condicionado automotivo

Publicados

em

Categoria: Dicas/Auto

Um dos sistemas mais requisitados por clientes, quando vão adquirir um automóvel, é que este possua um sistema de climatização. Porém, são poucos motoristas que podem afirmar que possuem conhecimento sobre seu funcionamento. Quando compreendemos as etapas de funcionamento do sistema, temos habilidade para identificar quando este não está em seu melhor desempenho. Este sistema cuida da climatização do automóvel, tornando o ambiente agradável, em dias de muito calor. Mas atua também em outros dias, como em períodos de chuva intensa, pois impede que os vidros e painel fiquem embaçados, além de proibir que poeira e outros componentes presentes no ar.

O ar condicionado pode se apresentar de duas formas: manual ou analógico e digital. Em ambos é possível regular a temperatura em que o ar deve estar quando sair dos tubos de circulação. Os principais componentes deste sistema são: compressor, condensador, mangueiras e tubos. O compressor é responsável por comprimir o que foi retirado do evaporador e enviá-lo para o condensador. O condensador cuida de uma importante mudança, que é referente ao estado físico, pois o gás líquido do sistema se condensa, passando para o estado gasoso e elimina o calor do ar, através dos tubos. As mangueiras permitem que todo o sistema esteja interligado.

Veja Também:  Chevrolet Prisma: nova geração é revelada no mercado chinês

Como garantir maior tempo de vida útil para o sistema de climatização do automóvel?

Todos os componentes do sistema possuem uma vida útil, ou seja, a partir de um certo momento estes irão apresentar defeitos. Os carros que foram fabricados recentemente, não sofrem com o problema relacionado a idade. Para que se possa aumentar o tempo de vida útil, principalmente dos sistemas mais antigos, é necessário, em um primeiro momento, observar como está o funcionamento do ar condicionado e seu resfriamento.

1) Cheque todos os componentes, um a um. É comum que o automóvel apresente defeitos como: ventoinha do condensador, vazamento do gás refrigerante e fusíveis queimados, que impedem a circulação do ar. É importante conferir todas as peças pois, em muitos casos, pode-se descobrir fios em má conservação e outros itens que, com uma troca rápida, permitem que o sistema funcione com total eficiência.

2) Realizar manutenção periódica. Toda a tecnologia necessita de manutenção para que continue executando sua função corretamente e a deste sistema deve ser feita a cada seis meses ou a cada 30 mil quilômetros rodados.

3) Higienização. Por estar em constante troca de ar entre os meios, ou seja, do ambiente para o carro e vice-versa, o sistema tem filtros que purificam este ar, retendo poeira, ácaros, fungos e entre outros seres. É necessário higienizá-lo uma vez por ano, podendo trocar o filtro de retenção e realizar limpeza dos tubos.

Veja Também:  VW Gol volta a ser o Volkswagen mais vendido do mês. Confira o ranking de março

4) Dar partida no automóvel com o sistema desligado. Discute-se que isto não é um problema, porém, carros mais novos possuem um sistema elétrico de proteção que automóveis com mais de dez anos de fabricação não possuem. Iniciando a partida com o sistema em funcionamento, induzirá uma pausa e após algum tempo, voltará a funcionar. Desta forma, exige que o compressor trabalhe mais, o que gera um desgaste em todo o sistema, diminuindo sua vida útil.

Caso apareça algum problema no sistema do ar-condicionado do seu veículo, procure um centro automotivo de confiança, com mecânicos capacitados para identificar qualquer problema que seu carro possa apresentar. Lá, o mecânico pode fazer a substituição do compressor do ar-condicionado com peças que podem ser adquiridas na Loja Online autopecas24.pt ou lojas físicas. Outro ponto importante: a não ser que você possua os conhecimentos necessários para realizar reparos e substituições, não mexa em nada do seu veículo por conta própria.

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

"2021" QUAIS SÃO AS SUAS EXPECTATIVAS PARA ESTE ANO QUE SE INICIA

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana