conecte-se conosco


Mato Grosso

Balanço aponta mais de 300 kg de drogas e 28 veículos apreendidos

Publicados

em

Os três primeiros meses de 2019 já mostram que o enfrentamento ao tráfico de droga na região metropolitana é constante e diário. Neste período, foram apreendidos mais de 310 quilos de entorpecentes, além de drogas sintéticas. Foram 50 kg de pasta base de cocaína, 260 kg de maconha e 270 comprimidos de ecstasy.

As ações da Polícia Judiciária Civil, por meio de trabalhos investigativos e operacionais desenvolvidos pela Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE), resultaram na prisão de 80 pessoas em atividades delituosas do tráfico de drogas, sejam com carregamentos de grandes proporções ou no comércio varejista de entorpecentes nas chamadas bocas de fumos.

Os números tanto de prisões quanto de apreensões derivam das atividades realizadas diariamente pela equipe policial da DRE, composta por pouco mais de 30 investigadores e escrivães, coordenados por três delegados de polícia.

“Atuamos combatendo todas as modalidades de tráfico de drogas em Mato Grosso, desde grandes fornecedores até pequenas ‘bocas de fumo’ (tráfico formiguinha). Com atuação em todas as classes sociais, desde a periferia aos bairros nobres da região metropolitana”, explicou o delegado titular, Vitor Hugo Bruzulato Teixeira.

A Delegacia atua também em parceria com outras instituições, dentre elas a Polícia Rodoviária Federal (PRF), Polícia Militar (PM), Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), Sistema Penitenciário, Prefeitura de Cuiabá (Vigilância Sanitária Municipal, Semob e Secretaria de Ordem Pública),  e também Delegacias da PJC como a Delegacia de Fronteira (Defron Cáceres), Delegacia do Consumidor (Decon) e Gerência de Operações Especiais (GOE).

Veja Também:  Assembleia aprova em 1ª votação projeto de Lúdio Cabral que acaba com confisco de aposentadorias e pensões

Aumento das prisões

As prisões aumentaram mais de 53%, de 52 presos no mesmo período de 2018 subiu para 80 –  sendo 75 em flagrante e 5 por mandado de prisão preventiva. Também foram cumpridos 51 mandados de busca e apreensão, muitos deles expedidos diante de  denúncias recebidas na DRE pelo Whatsapp (65) 9 9989-0071 ou [email protected], averiguadas e procedentes.  

Com base nas prisões, apreensões e denúncias foram instaurados 198 inquéritos policiais e concluídos, nesses três meses, 231 inquéritos (alguns procedentes do ano de 2018). Também foram instaurados 12 termos circunstanciados de ocorrência (TCO) de uso de drogas.

“Desde 2018 a delegacia vem concluindo mais inquéritos do que são instaurados, diminuindo o passivo e, consequentemente, diminuindo a sensação de impunidade. Isso com apenas 2 delegados de polícias, pois um está fazendo curso fora do estado”, pontuou Teixeira.

Conforme o delegado, neste ano, a Delegacia passou a fazer frente também ao tráfico de anabolizantes comercializados nas academias de ginásticas, numa parceria com a Delegacia do Consumidor, que realiza fiscalizações nos estabelecimentos identificando nesses trabalhos aquelas unidades que vendem os produtos também considerados pela Vigilância Sanitária como drogas, que para fins estéticos ou aumentar o rendimento esportivo são proibidos, além de acarretarem riscos à saúde.

Quanto à origem das drogas apreendidas, o delegado informa que a maconha que chega na Capital vem do Paraguai e a cocaína da Bolívia. Já a droga sintética vem de grandes centros para distribuição em festas rave.

Veja Também:  PM desarticula organização criminosa em Barra do Bugres

Número de apreensões

Em muitas das situações de apreensões de drogas, seja em residências ou em veículos, outros objetos ou produtos vinculados à atividade criminosa são encontrados. Os locais geralmente guardam armas e produtos de crimes patrimoniais, já que o tráfico de drogas está vinculado aos roubos, furtos, receptações e também a homicídios.

No trimestre, além dos 310 quilos de entorpecentes, foram apreendidos 6 armas de fogo, 28 veículos, sendo três oriundos de roubos/furtos, e R$ 40 mil em espécie. Essas apreensões são frutos do fortalecimento da atividade de inteligência, que por sua vez está ligada a integração da DRE com outros órgãos e unidades policiais.

 “Temos o objetivo de aumentar o número de operações/prisões, bem como apreender mais drogas ainda em 2019. Agradecemos o apoio do Poder Judiciário e do Ministério Público do Estado de Mato Grosso que têm sido grandes parceiros na repressão ao tráfico de drogas, com agilidade na manifestação e expedição de mandados de busca e de prisão”, finalizou o delegado Vitor Hugo Teixeira Bruzulato Teixeira.

Serviço

A Delegacia de Entorpecentes da Polícia Judiciária Civil está localizada na Rua Havana, no bairro Jardim das Américas, em Cuiabá. Sua atribuição é de âmbito estadual. A unidade está vinculada à Diretoria de Atividades Especiais (DAE).

Comentários Facebook
Propaganda

Mato Grosso

MTI passa por desinfecção biológica nesta sexta-feira (23.07)

Publicados

em


A Empresa Mato-grossense de Tecnologia da Informação (MTI) receberá os serviços de sanitização e desinfecção, na tarde desta sexta-feira (23.07). Por conta disso, no período vespertino a unidade não contará com atividades presenciais e o expediente será realizado por meio de teletrabalho.

A sanitização e desinfecção será realizada em todos os setores da empresa, excetuando o Data Center que conta com uma escala de serviço diferenciada. O serviço já foi realizado em outras ocasiões e faz parte de uma série de medidas preventivas em virtude da pandemia do coronavírus (Covid-19).

Os colaboradores da empresa deverão deixar a sede até as 14h para evitar qualquer tipo de risco de contaminação. As atividades do período vespertino deverão ser realizadas por meio de teletrabalho e reportadas diretamente aos gestores de cada Unidade.

A medida visa garantir a manutenção das medidas sanitárias preventivas à disseminação da Covid-19, protegendo os empregados públicos que estão atuando em escala de revezamento e, consequentemente, a população que frequenta a empresa.

O serviço tem sido realizado por meio de técnicas de nebulização, atomização ou termonebulização e inclui paredes, tetos, pisos e mobiliários, conforme orientações do Ministério da Saúde.

Veja Também:  Entenda por que cartórios pedem atualização de certidões de casamento e nascimento
Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

TCE-MT lança oficialmente Busca Ativa Escolar em live

Publicados

em


Combater a evasão escolar e traçar um panorama do abandono das salas de aula. Esta é a função da Busca Ativa Escolar. Por meio da plataforma, criada pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), o Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE-MT) criou uma nota técnica que norteará as estratégias de resgate e inclusão de milhares de estudantes no estado. A iniciativa será oficialmente lançada às 9h desta quarta-feira (21).

Em evento online, promovido pela Escola Superior de Contas, serão apresentadas medidas para estimular ações para melhoria dos indicadores de acesso e de permanência de crianças e adolescentes nas salas de aula. A proposta é que, até setembro, todos os municípios de Mato Grosso estejam inscritos na Busca Ativa Escolar. Hoje, a adesão não chega a 20%.

Além de representantes do TCE-MT e da Unicef, participarão da live membros do Instituto Rui Barbosa (IRB), da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), da Associação Mato-Grossense dos Municípios (AMM) e da Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon). O encontro, em formato híbrido, será transmitido pelo Canal do TCE-MT no YouTube.

Veja Também:  PM desarticula organização criminosa em Barra do Bugres
Divulgação TCE-MT

A ação conta com o suporte do conselheiro Antonio Joaquim, relator das contas anuais de gestão da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), e é coordenada pela Secretaria de Controle Externo (Secex) de Educação e Segurança, com apoio Secretaria de Articulação Institucional e Desenvolvimento da Cidadania (SAI) e da Escola Superior de Contas.

Vale destacar que, a informação técnica que serviu como subsídio para ação, tem como base as boas práticas adotadas no desenvolvimento da proposta no Tribunal de Contas de Rondônia (TCE-RO) e no Ministério Público Estadual de Rondônia (MPE-RO).

Com a aprovação da nota, na última semana, iniciam-se três frentes de ação: a primeira contempla ações de mobilização inicial e de engajamento; a segunda incluiu ações de controle para monitorar as estratégias e a terceira frente diz respeito à realização contínua de capacitações, visando direcionar a administração pública à melhora de sua capacidade técnica e financeira em prol da busca ativa escolar.

Busca Ativa Escolar

A Busca Ativa Escolar disponibiliza dados sobre a exclusão e o abandono escolares no Brasil, nas cinco regiões, nos estados e nos municípios. Fornece, ainda, dados sobre situação de adesão e de implementação da estratégia em todo o país. A intenção é apoiar os governos na identificação, registro, controle e acompanhamento de crianças e adolescentes que estão fora da escola ou em risco de evasão.

Veja Também:  TCE-MT lança oficialmente Busca Ativa Escolar em live nesta quarta-feira

Nesta cadeia, cada secretaria e profissional tem um papel específico e todo o processo é acompanhado pela ferramenta tecnológica, que funciona como um grande banco de dados que facilita a comunicação entre as áreas, armazena dados importantes sobre cada caso acompanhado e apoia na gestão das informações sobre a situação da criança e do adolescente no município e/ou estado.

A ferramenta foi desenvolvida pelo Unicef, em parceria com a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) e com apoio do Colegiado Nacional de Gestores Municipais de Assistência Social (Congemas) e do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems).

André Garcia Santana
Secretaria de Comunicação/TCE-MT
E-mail: [email protected]
Flickr: clique aqui

Fonte: TCE MT

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

"2021" QUAIS SÃO AS SUAS EXPECTATIVAS PARA ESTE ANO QUE SE INICIA

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana