conecte-se conosco


Mulher

Bárbara Evans fala de engordar por processo de fertilização: “estou maravilhosa”

Publicados

em


source
Monique Evans e Bárbara Evans
Reprodução

Monique Evans e Bárbara Evans

Bárbara Evans  segue compartilhando a rotina de tratamento para engravidar. A modela está em um processo de fertilização in vitro, para engravidar do marido, Gustavo Theodoro, pela primeira vez. No Instagram, Bárbara contou que ganhou peso após o procedimento. 

“Bom dia. Como vocês pediram, aí está o susto. Quando comecei o tratamento, eu pesava 48 kg. Conclusão, agora estou com 13 quilos a mais de pura gostosura e um pouco de inchaço, claro”, disse. “Mas sem neura. É por um motivo maravilhoso e eu estou maravilhosa”, contou a modelo. 

Você viu?

Nesta segunda-feira (12), ela mostrou o processo que gravou após o procedimento, compartilhando detalhes nas redes sociais. No vídeo publicado no Instagram, Bárbara falou do inchaço após a fertilização. 

Veja Também:  ‘Nail art’ que simula depilação íntima causa polêmica nas redes sociais

“Como vocês podem ver, estou muito inchada. Nem meu olhinho está abrindo direito. Tá difícil na respiração, por isso vou falar um pouco mais devagar. Foi o auge do inchaço dessa vez, vai ser difícil de eu falar, mas preciso falar umas coisas importantes para vocês”. A modelo revelou que havia contado cerca de 21 óvulos maduros para o procedimento. 

“Hoje a gente teve a notícia de que um foi descartado, então ficaram 20 óvulos maduros. Desses 20, 11 fertilizados. O que isso quer dizer? Que uniu com o espermatozoide e eles estão em processo de cultivo para virar um embrião. Essa não é a quantidade final, mas é um número bem alto, a gente está muito feliz com isso”, disse. 

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Propaganda

Mulher

Depilação influencia no desempenho dos atletas nas Olimpíadas de Tóquio

Publicados

em


source

Alto Astral

A depilação influencia no desempenho dos atletas?
Reprodução: Alto Astral

A depilação influencia no desempenho dos atletas?

A Olimpíada de Tóquio 2020 começou na semana passada e está dando o que falar entre os brasileiros. A rotina de treinos e preparação dos atletas para o maior evento esportivo do ano é intensa, longa e repleta de tratamentos. E, por incrível que pareça, a depilação está entre os procedimentos indicados para ajudar no desempenho em certas competições.

Dessa forma, atletas de modalidades como ciclismo, atletismo e natação têm apostado na depilação antes das provas para melhorar, na medida do possível, seu desempenho no esporte.

“Algumas modalidades esportivas precisam de menos atrito, como a natação e esportes de alta velocidade, como bicicross. Então os atletas dessas modalidades têm o costume de fazer essa depilação, pois conseguem ter um pouco mais de velocidade”, explica Nemi Sabeh, ortopedista e coordenador médico da Seleção Brasileira de Futebol Feminino.

Para entendermos melhor a influência da remoção dos pelos na prática esportiva, Kessey Lima, fisioterapeuta e sócia-fundadora da Vialaser Depilação, ajudou o Alto Astral a esclarecer alguns fatos sobre a depilação que mostram que o método vai além da aparência. 

Aerodinâmica

A pele depilada oferece menos resistência ao ar e à água. Em diversas modalidades, os atletas relatam sentir as mudanças de desempenho. Na natação, por exemplo, a sensibilidade do corpo em relação à água aumenta quando os pelos são retirados, melhorando a técnica e a velocidade. Assim, muitos relatam sentir-se mais leve e com melhor deslizamento do corpo durante as práticas esportivas.

Veja Também:  Mãe compartilha fotos do corpo pós-parto nas redes sociais para inspirar

“Nas competições em que participo, ouço muito sobre o quanto a depilação é importante para o atleta, principalmente para o ciclismo, natação e corrida. Isso porque, nestes esportes, são usadas roupas mais abertas e mais leves que deixam parte do corpo exposta, como as pernas. Com o movimento, os membros acabam se encostando muito, e a retirada dos pelos ajuda a evitar que esses atritos causem assaduras”, comenta a atleta Karolina Teixeira, competidora de atletismo em Santa Catarina.

Você viu?


Limpeza de ferimentos e massagens

Em qualquer competição esportiva, os atletas estão sujeitos a ferimentos. No entanto, quando a pele está lisinha, é mais fácil enxergar a lesão, o que facilita e torna mais simples e menos dolorosa a limpeza, cuidado e curativo.

Contudo, vale pontuar que tal cenário diz respeito a corpos com um grande volume de pelos. Nemi Sabeh lembra que os pelos fazem parte da pele e são, portanto, uma estrutura natural. Assim, sempre que optar por removê-los, é importante o fazer em um local adequado e com um profissional especializado a fim de evitar infecções ou dermatites.

Outro ponto a ser mencionado são as massagens. Em esportes que exigem muito esforço físico, elas são essenciais para a saúde e o bem-estar do atleta. Às vezes, também, tornam-se necessárias para o tratamento de cãibras durante os exercícios. Com a pele lisa, os deslizamentos e manobras de massagem ficam mais ágeis e eficientes e, ainda, evita-se o desconforto dos pelos sendo puxados, de acordo com Kessey.

Veja Também:  Os looks das famosas mais comentados no tapete vermelho do Oscar 2019

Assaduras e termorregulação

Outro problema que pode acometer os atletas são as assaduras. Pessoas com muitos pelos são mais propensas a assaduras após exercícios longos e extenuantes. Isso porque os pelos provocam mais atrito com a pele, deixando-a vermelha e dolorida, e, por consequência, comprometendo o desempenho do atleta. Afinal, ninguém merece praticar algum esporte com incômodos pelo corpo, não é mesmo?

Além disso, a termorregulação também é favorecida com a retirada dos pelos. É por meio da transpiração que o organismo reage ao aumento da temperatura corporal, sem contar que é por meio do suor que a pele fica mais úmida e fresca, impedindo o mal-estar provocado pela alta temperatura. A pele depilada, contudo, tem mais facilidade em evaporar o suor, o que contribui para que esse processo ocorra com mais rapidez.

“A depilação é uma grande aliada do esporte e sua eficácia tem sido cada vez mais importante, na medida em que a disputa pelo 1º lugar ou um novo recorde mundial passa a ser decidida por uma fração de segundos ou um mínimo movimento”, finaliza Kessey.

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

A depilação influencia no desempenho dos atletas?

Publicados

em


source

Alto Astral

A depilação influencia no desempenho dos atletas?
Reprodução: Alto Astral

A depilação influencia no desempenho dos atletas?

Adiada em um ano por conta da pandemia causada pelo novo coronavírus, a Olimpíada de Tóquio 2020 começou na semana passada e está dando o que falar entre os brasileiros! A rotina de treinos e preparação dos atletas para o maior evento esportivo do ano é intensa, longa e repleta de tratamentos. E, por incrível que pareça, a depilação está entre os procedimentos indicados para ajudar no desempenho em certas competições.

Dessa forma, atletas de modalidades como ciclismo, atletismo e natação têm apostado na depilação antes das provas para melhorar, na medida do possível, seu desempenho no esporte.

“Algumas modalidades esportivas precisam de menos atrito, como a natação e esportes de alta velocidade, como bicicross. Então os atletas dessas modalidades têm o costume de fazer essa depilação, pois conseguem ter um pouco mais de velocidade”, explica Nemi Sabeh, ortopedista e coordenador médico da Seleção Brasileira de Futebol Feminino.

Para entendermos melhor a influência da remoção dos pelos na prática esportiva, Kessey Lima, fisioterapeuta e sócia-fundadora da Vialaser Depilação, ajudou o Alto Astral a esclarecer alguns fatos sobre a depilação que mostram que o método vai além da aparência. Confira:

Aerodinâmica

A pele depilada oferece menos resistência ao ar e à água. Em diversas modalidades, os atletas relatam sentir as mudanças de desempenho. Na natação, por exemplo, a sensibilidade do corpo em relação à água aumenta quando os pelos são retirados, melhorando a técnica e a velocidade. Assim, muitos relatam sentir-se mais leve e com melhor deslizamento do corpo durante as práticas esportivas.

Veja Também:  4 receitas de salmão para uma refeição leve e sofisticada

“Nas competições em que participo, ouço muito sobre o quanto a depilação é importante para o atleta, principalmente para o ciclismo, natação e corrida. Isso porque, nestes esportes, são usadas roupas mais abertas e mais leves que deixam parte do corpo exposta, como as pernas. Com o movimento, os membros acabam se encostando muito, e a retirada dos pelos ajuda a evitar que esses atritos causem assaduras”, comentou a atleta Karolina Teixeira, competidora de atletismo em Santa Catarina.

Limpeza de ferimentos e massagens

Você viu?

Em qualquer competição esportiva, os atletas estão sujeitos a ferimentos. No entanto, quando a pele está lisinha, é mais fácil enxergar a lesão, o que facilita e torna mais simples e menos dolorosa a limpeza, cuidado e curativo.

Contudo, vale pontuar que tal cenário diz respeito a corpos com um grande volume de pelos. Nemi Sabeh lembra que os pelos fazem parte da pele e são, portanto, uma estrutura natural. Assim, sempre que optar por removê-los, é importante o fazer em um local adequado e com um profissional especializado a fim de evitar infecções ou dermatites.

Outro ponto a ser mencionado são as massagens. Em esportes que exigem muito esforço físico, elas são essenciais para a saúde e o bem-estar do atleta. Às vezes, também, tornam-se necessárias para o tratamento de cãibras durante os exercícios. Com a pele lisa, os deslizamentos e manobras de massagem ficam mais ágeis e eficientes e, ainda, evita-se o desconforto dos pelos sendo puxados, de acordo com Kessey.

Veja Também:  Como escolher o nome do bebê? Kim Kardashian revela técnica

Assaduras e termorregulação

Outro problema que pode acometer os atletas são as assaduras. Pessoas com muitos pelos são mais propensas a assaduras após exercícios longos e extenuantes. Isso porque os pelos provocam mais atrito com a pele, deixando-a vermelha e dolorida, e, por consequência, comprometendo o desempenho do atleta. Afinal, ninguém merece praticar algum esporte com incômodos pelo corpo, não é mesmo?

Além disso, a termorregulação também é favorecida com a retirada dos pelos. É por meio da transpiração que o organismo reage ao aumento da temperatura corporal, sem contar que é por meio do suor que a pele fica mais úmida e fresca, impedindo o mal-estar provocado pela alta temperatura. A pele depilada, contudo, tem mais facilidade em evaporar o suor, o que contribui para que esse processo ocorra com mais rapidez.

“A depilação é uma grande aliada do esporte e sua eficácia tem sido cada vez mais importante, na medida em que a disputa pelo 1º lugar ou um novo recorde mundial passa a ser decidida por uma fração de segundos ou um mínimo movimento”, finaliza Kessey.

Fontes : Nemi Sabeh Jr., ortopedista, cirurgião e coordenador médico das Seleções Femininas de Futebol; Kessey Lima, fisioterapeuta e sócia-fundadora da Vialaser Depilação; Karolina Teixeira, competidora de atletismo em Santa Catarina

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

"2021" QUAIS SÃO AS SUAS EXPECTATIVAS PARA ESTE ANO QUE SE INICIA

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana