conecte-se conosco


Política Nacional

BC bloqueia R$ 8,2 milhões das contas de Temer por determinação de Bretas

Publicados

em


Banco Centro bloqueou R$ 8,2 milhões da conta do ex-presidente Michel Temer
TV Brasil/Reprodução

Banco Centro bloqueou R$ 8,2 milhões da conta do ex-presidente Michel Temer

O Banco Central bloqueou de  R$ 8.239.935,56 das contas bancárias do ex-presidente Michel Temer. A determinação foi feita pelo juiz Marcelo Bretas, da 7.ª Vara Criminal Federal do Rio, o mesmo que mandou prender o emedebista na semana passada. 

Leia também: Ex-presidente Michel Temer deixa a PF após ordem de soltura de desembargador

Temer
é investigado na Operação Descontaminação, desdobramento da Lava Jato que investiga possíveis irregularidades em contratos para a construção da usina nuclear de Angra 3. Ele e os demais acusados de liderarem o esquema conseguiram habeas corpus após decisão do desembargador Antonio Ivan Athié, do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2).

No mesmo despacho em que pediu a prisão do ex-presidente e dos demais acusados, Bretas determinou o bloqueio de R$ 62.595.537,32 das contas do emedebista. No entanto, os três saldos bancários do emedebista somavam pouco mais de 10% do valor.

Leia também: MPF vai recorrer da decisão que mandou soltar Michel Temer

Veja Também:  Definido calendário de debates sobre novo prazo de adesão ao Programa de Regularização Ambiental

Em uma de suas contas, Michel Temer tinha saldo de R$ 8.234.231,17, em outra, R$ 4.905,31 e na última, R$ 799,08. Os valores foram bloqueados pelo Banco Central
. Também foram confiscados R$ 491.889,14 da conta da Tabapuã Investimentos e Participações, empresa controlada pelo ex-presidente.

 Entenda a prisão de Michel Temer


Ex-presidente Michel Temer ficou preso Superintendência Regional da PF no Rio de Janeiro
undefined

Ex-presidente Michel Temer ficou preso Superintendência Regional da PF no Rio de Janeiro

Na manhã da última quinta-feira (21), a força-tarefa da Lava Jato do Rio de Janeiro prendeu o ex-presidente quando ele saia de sua casa . O mandado de prisão foi assinado pelo juiz Marcelo Bretas , da 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro.

Segundo a força-tarefa da Operação Lava Jato
no Rio de Janeiro, ele é o “líder de uma organização criminosa” e que se valeu de duas décadas atuando em cargos públicos para “transformar os mais diversos braços do Estado brasileiro em uma máquina de arrecadação de propinas”. 

Leia também: “Cada um que responda pelos seus atos”, diz Bolsonaro sobre Temer

Veja Também:  Mauro Lopes e Jaqueline Cassol são eleitos vice-presidentes da Comissão de Transporte

As afirmações constam do pedido de prisão preventiva do ex-presidente e de mais sete pessoas (outras duas foram alvos de prisão temporária). A prisão de Michel Temer
tem relação com irregularidades em contratos para a construção da usina nuclear de Angra 3. Segundo as investigações, o esquema criminoso envolvia pagamentos (alguns desviados, outros efetuados, e mais outros prometidos) que superam R$ 1,8 bilhão.

Comentários Facebook
Propaganda

Política Nacional

Cabo Verde quer ampliar relacionamento econômico com o Brasil

Publicados

em


O presidente de Cabo Verde, Jorge Carlos de Almeida Fonseca, disse hoje (30) que o país africano quer ampliar as relações com o Brasil e alcançar uma cooperação econômica e empresarial “mais visível” entre os dois países. Fonseca está em visita ao Brasil e se reuniu na manhã desta sexta-feira, no Palácio do Planalto, com o presidente Jair Bolsonaro.

Em declaração à imprensa, ele explicou que Cabo Verde faz parte da Comunidade Econômica dos Estados da África Ocidental. “Constitui um mercado muito importante e, portanto, os empresários brasileiros podem não só ascender ao pequeno mercado de Cabo Verde, mas ao enorme mercado que Cabo Verde faz parte, onde há países como Nigéria, Senegal e Costa do Marfim. No conjunto são algumas centenas de milhões de consumidores”, disse.

No ano passado, o Brasil exportou US$ 24,8 milhões, em especial produtos agropecuários e derivados do petróleo, a Cabo Verde e importou US$ 20,8 mil, em produtos diversos. Entre janeiro e junho deste ano, o volume de exportações e importações alcançaram a marca dos US$ 11,2 milhões e US$ 18,6 mil, respectivamente.

Veja Também:  Juristas debatem reforma da Previdência na CCJ; acompanhe

Para o presidente Bolsonaro, o país é uma porta de entrada estratégica para a África Ocidental. Ele destacou ainda os acordos já estabelecidos nas áreas de defesa naval e de educação. “Estamos ultimando um acordo de mobilidade que facilitará o trânsito dos nossos povos nesses países-irmãos”, disse Bolsonaro. Neste mês, as relações entre os dois países completaram 46 anos.

O presidente brasileiro disse ainda que aceitou o convite para, oportunamente, visitar o país africano.

Edição: Lílian Beraldo

Comentários Facebook
Continue lendo

Política Nacional

Cabo Verde que ampliar relacionamento econômico com o Brasil

Publicados

em


O presidente de Cabo Verde, Jorge Carlos de Almeida Fonseca, disse hoje (30) que o país africano quer ampliar as relações com o Brasil e alcançar uma cooperação econômica e empresarial “mais visível” entre os dois países. Fonseca está em visita ao Brasil e se reuniu na manhã desta sexta-feira, no Palácio do Planalto, com o presidente Jair Bolsonaro.

Em declaração à imprensa, ele explicou que Cabo Verde faz parte da Comunidade Econômica dos Estados da África Ocidental. “Constitui um mercado muito importante e, portanto, os empresários brasileiros podem não só ascender ao pequeno mercado de Cabo Verde, mas ao enorme mercado que Cabo Verde faz parte, onde há países como Nigéria, Senegal e Costa do Marfim. No conjunto são algumas centenas de milhões de consumidores”, disse.

No ano passado, o Brasil exportou US$ 24,8 milhões, em especial produtos agropecuários e derivados do petróleo, a Cabo Verde e importou US$ 20,8 mil, em produtos diversos. Entre janeiro e junho deste ano, o volume de exportações e importações alcançaram a marca dos US$ 11,2 milhões e US$ 18,6 mil, respectivamente.

Veja Também:  A escola está vulnerável à violência, diz Confúcio

Para o presidente Bolsonaro, o país é uma porta de entrada estratégica para a África Ocidental. Ele destacou ainda os acordos já estabelecidos nas áreas de defesa naval e de educação. “Estamos ultimando um acordo de mobilidade que facilitará o trânsito dos nossos povos nesses países-irmãos”, disse Bolsonaro. Neste mês, as relações entre os dois países completaram 46 anos.

O presidente brasileiro disse ainda que aceitou o convite para, oportunamente, visitar o país africano.

Edição: Lílian Beraldo

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

"2021" QUAIS SÃO AS SUAS EXPECTATIVAS PARA ESTE ANO QUE SE INICIA

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana