conecte-se conosco


Carros e Motos

BMW anuncia produção dos novos modelos X1 e Série 3 no Brasil

Publicados

em

Nova geração do BMW X1  conta com versão 100% elétrica, que será importada, em vez de produzida no Brasil
Divulgação

Nova geração do BMW X1 conta com versão 100% elétrica, que será importada, em vez de produzida no Brasil

A BMW reforça seu compromisso com sua operação no Brasil e anuncia que irá realizar a produção das novas gerações dos modelos X1 e Série 3 na fábrica de Araquari, em Santa Catarina.

Atualmente a fábrica produz os seguintes modelos: Série 3, X1, X3 e X4 e passou por recebeu investimento de R$500 milhões para a produção das novas gerações dos modelos da Série 3 e X1, que são os que representam mais de 25% de vendas da BMW no Brasil .

“Seguiremos com foco nos clientes a nacionalizar o desenvolvimento mundial e a produção local dos modelos líderes de mercado premium nacional. Com 50% de participação do mercado premium em junho, antecipamos este anúncio de forma a agradecer a preferência dos clientes e a valorizar os cerca de 1.000 colaboradores que temos no país”, afirma Aksel Krieger, CEO e Presidente do BMW Group Brasil.

Veja Também:  VW T-Cross Comfortline 2019: como anda a versão com motor 1.0 turbo?

A nova geração do BMW X1, completamente renovada, foi anunciada oficialmente em junho. Anunciar a produção após quase dois meses é comemorada pela BMW.

Segundo o Diretor Geral da Planta do BMW Group em Araquari, Otávio Rodacoswiski  “confirmar a produção de novos modelos , apenas dois meses após as respectivas apresentações na Europa, reforça a confiança que a matriz tem em nosso time para produzir com tecnologia, qualidade e paixão no Brasil”.

A equipe de engenharia da BMW do Brasil ficou encarregada de apoiar o desenvolvimento do modelo e realizar os testes locais de qualidade, além das adaptações necessárias para se adequar às exigências do PROCONVE L7.

Além da adaptação de componentes mecânicos , a engenharia brasileira também testou e validou todo o sistema de entretenimento das novas gerações dos modelos X1 e Série 3. Em testes, os engenheiros percorreram mais de 45 mil km para adaptar os componentes para a nova geração de modelos.

Veja Também:  Veja uma coletânea de histórias envolvendo o Jeep Grand Cherokee

A planta do Grupo BMW em Araquari (SC) tem área total de 1,5 milhão de metros quadrados, sendo 112.893 metros quadrados de área construída. A infraestrutura local abriga processos completos de produção com áreas de carroceria, soldagem, pintura, montagem e logística, além de laboratórios, prédios administrativos e auxiliares.

A estrutura, que é a maior fábrica de veículos premium do continente, a também é co-sede, juntamente com o escritório da empresa em São Paulo, do único Centro de Engenharia Global do BMW Group na América do Sul.

A fábrica em Araquari (SC) utiliza energia solar como fonte de energia para sua operação. Desde 2020, a planta já deixou de emitir 157,2 toneladas de CO2  e é capaz de gerar 600 MWh de energia por ano. 

Nas estruturas está localizado também um carregador elétrico que utiliza energia solar e as armazena em baterias antigas de BMW i3 , proporcionando carregamento de energia 100% renovável, mesmo sem sol.

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Propaganda

Carros e Motos

Nico Rosberg recebe seu carro elétrico de quase 2000 cv

Publicados

em

Rosberg ao lado do seu Rimac Nevera, capaz  de acelerar de 0 a 100 km/h em 2 s e atingir 412 km/h
Reprodução/Instagram

Rosberg ao lado do seu Rimac Nevera, capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 2 s e atingir 412 km/h

Após sair da Fórmula 1 com o título da temporada 2016, Nico Rosberg se tornou defensor da mobilidade elétrica e investidor no setor, principalmente em competições.

Agora, o ex-campeão de F1 foi até a Croácia onde pôde receber o primeiro Rimac Nevera já produzido, e aproveitou para fazer um test-drive ao lado do fundador da fabricante, Mate Rimac.

O Nevera terá a produção limitada a 150 unidades, e com o preço na casa dos US$ 2.5 milhões (US$ 12,8 milhões), o de Rosberg conta com a assinatura do ex-piloto.

O novo hipercarro de Rosberg é equipado com um pacote de baterias de 120 kWh que entrega energia para quatro motores elétricos, posicionados em cada roda.

Veja Também:  Veja uma coletânea de histórias envolvendo o Jeep Grand Cherokee

Somados, os motores entregam 1913 cv de potência e 240,65 kgfm de torque entregues de forma instantânea. O hipercarro croata é capaz atingir os 100 km/h em cerca de 2 segundos e a velocidade máxima é de 412 km/h.

O primeiro contato de Rosberg com sua nova aquisição foi com Mate Rimac no banco do passageiro, e não exploraram apenas a aceleração do modelo, e foram até estradas sinuosas da Croácia testar as capacidades de direção do carro.

Embora seja um carro pesado, de 2.150 kg, o Nevera impressiona Rosberg com o alto nível de aderência que o modelo apresenta ao fazer curvas.

O ex-campeão ainda aproveitou para brincar com o fundador da empresa, ao acionar o querer fazer drift em uma curva, e o executivo respondeu de forma assustada: “Claro, contanto que eu não esteja no carro. Você tem que se acostumar primeiro”.

Rosberg filmou seu contato com seu novo carro e o vídeo está disponível em inglês no canal do ex-piloto alemão no Youtube.

Veja Também:  Dodge Charger 70 volta à luz do sol depois de 40 anos em garagem

Durante o vídeo, Rimac explica um artifício interessante do sistema de freio do Nevera. Quando o modelo é conduzido no “Modo Pista”, os sistemas do carro monitoram a temperatura dos freios regenerativos e dos freios mecânicos.

Dependendo da temperatura das baterias, o nível de regeneração é ajustado para priorizar o freio mecânico, ou caso os discos e pastilhas de freio esquentem, o freio regenerativo será usado com maior frequência.

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

Carros e Motos

Harley-Davidson lança pintura Apex inspirada em versões de corrida

Publicados

em


Modelos da marca norte-americana podem vir com pintura preta com detalhes laranjas
Divulgação

Modelos da marca norte-americana podem vir com pintura preta com detalhes laranjas

A Harley-Davidson anunciou recentemente uma nova opção de cor para modelos Harley-Davidson Grand American Touring, inspirada na história de corrida da marca, em especial a lendária motocicleta de corrida Harley-Davidson XR750.

Chamada de ‘pintura personalizada Apex’, a opção mescla preto e laranja com um gráfico de tanque de combustível que imita a forma do tanque do XR750.

“A pintura personalizada de fábrica da Apex oferece aos pilotos a oportunidade de expressar a emoção da velocidade e da competição na carroceria de seu bagger”, disse Brad Richards, vice-presidente de design e diretor criativo.

Ainda segundo Richards o esquema de pintura comunica velocidade e impulso com linhas e cores inspiradas nas motocicletas de competição Harley-Davidson .

O trabalho para a nova edição especial será realizado nas unidades Harley-Davidson York Vehicle Assembly e Tomahawk Operations e dispoinibilizado globalmente em tiragem limitada, e algumas serão vendidas no mercado brasileiro.

Veja Também:  Antes de chegar ao Brasil, Honda ZR-V terá motor híbrido na Europa

No Brasil, a série Harley-Davidson Apex será oferecida para os modelos Road King Special , Street Glide Special, Road Glide Special, Road Glide Limited e Ultra Limited, com preços que variam entre R$ 145 mil e R$ 170 mil.

A pintura Apex está disponível nos seguintes modelos:

Modelo especial Road King

Modelo Street Glide Special (versões cromadas e pretas)

Modelo Ultra Limited (versões de acabamento cromado e preto)

Modelo Road Glide Limited (versões cromadas e pretas)

Modelo Road Glide Special (versões cromadas e pretas)

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA A GESTÃO AZENILDA PEREIRA SERÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana