conecte-se conosco


Mulher

Bubble Hair: saiba como bolhas de ar podem danificar seu cabelo

Publicados

em


source
Bubble Hair: saiba como bolhas de ar podem danificar seu cabelo
Reprodução: Alto Astral

Bubble Hair: saiba como bolhas de ar podem danificar seu cabelo

Quem é apaixonada por haircare, geralmente usa muitas ferramentas para manter o cabelo em ordem, principalmente equipamentos que emitem calor, como secador, chapinha ou até mesmo babyliss. Porém, quando não se é usado um protetor térmico, as madeixas ficam expostas a altas temperaturas durante o uso desses equipamentos, surgindo assim o ” bubble hair “.

Esse termo pouco conhecido é dado para bolhas de ar que se formam nas hastes dos cabelos por danos térmicos. Para entender um pouco mais sobre, Viviane Coutinho, tricologista, explica que as fibras do cabelo contém espaços cheios de ar, chamados vacúolos, e quando as madeixas são lavadas e ficam molhadas, esses espaços normalmente acabam se enchendo de água, por exemplo.


“Se secarmos os fios encharcados e sem proteção térmica, isso faz com que a água vaporize e expanda esses vacúolos, formando uma estrutura semelhante a uma esponja”, explica Coutinho.

Dessa forma, os fios acabam se tornando mais frágeis, favorecendo a quebra capilar, deixando as madeixas até mesmo mais ásperas e ressecadas. Ademais, a longo prazo, a saúde do cabelo vai sofrendo com muita intensidade.

Além disso, de acordo com Coutinho, nenhum tipo de cabelo escapa dos danos causados pelo calor, apenas são diminuídos através de protetores térmicos. “Cabelos danificados, quebradiços, com frizz, sem brilho e sem maciez podem ter sido agredidos pelo ‘bubble hair’ sem a pessoa nem ter noção disso”, afirma.

Afinal, há tratamento?

Você viu?

Segundo Coutinho, se o ‘bubble hair’ se forma no fio, não há tratamento. Ou seja, ele é irreversível. Dessa forma, as madeixas irão quebrar sempre que as bolhas se formarem. “Através de uma avaliação capilar, identificamos essa disfunção e montamos um cronograma de mudança de hábitos de cuidados capilares que podem ajudar”, aponta.

Veja Também:  Horóscopo do dia: previsões para 1 de setembro de 2021

E como prevenir o “bubble hair”?

Não precisa se desesperar: existem formas eficazes de se prevenir o problema antes que ele faça um estrago considerável nos fios. De acordo com Coutinho, o ideal é sempre optar pela prevenção. “Quando for usar secador, por exemplo, mantenha-o a uma distância razoável do couro cabeludo e comprimento dos fios com uma temperatura não tão elevada”, explica a tricologista.

E se você é uma usuária assídua da chapinha e babyliss, a tricologista recomenda não utilizar de forma alguma no cabelo ainda úmido. “Ainda é essencial investir em protetores térmicos, pois eles formam uma barreira ao redor do fio, permitindo uma secagem externa e protegendo a estrutura interna dos fios”, destaca Viviane.

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Propaganda

Mulher

Primeiro time feminino de futebol de amputados do país

Publicados

em


source
Equipe feminina de futebol de amputados de Sorocaba. No destaque, a atleta Vivi Antunes
Divulgação

Equipe feminina de futebol de amputados de Sorocaba. No destaque, a atleta Vivi Antunes

O primeiro time de  futebol feminino de amputadas é de Sorocaba, interior de São Paulo. Segundo as paratletas , o anúncio é para destacar a importância do esporte na vida de esportistas com deficiência , especialmente com a aproximação do Dia Nacional da Luta da Pessoa com Deficiência (21). Elas falam que um exemplo disso sao os Jogos Paralímpicos, onde as deficiências se tornam coadjuvantes.

A equipe existe há menos de dois meses. Algumas das atletas já praticavam a modalidade, mas em times masculinos, como Vivi Antunes, a primeira do time. Vivi perdeu a perna esquerda após sofrer um acidente e encontrou no esporte uma ‘salvação’, como ela mesma afirma: “O futebol hoje em dia é essencial na minha vida!”. A atleta, que tem uma rotina intensa de treinos, é também a primeira mulher no Brasil a fazer um gol na modalidade, marcado enquanto ainda jogava entre os homens.

Por incentivo de Paulo Vasconcelos, técnico do time masculino e idealizador do projeto, elas aceitaram o desafio de formar uma equipe de mulheres. “Por termos a concepção de que o futebol é um esporte quase que exclusivamente masculino, foi desafiador incentivá-las a aderirem ao esporte como ferramenta de inclusão e trazê-las para dentro do campo. Para deixá-las mais à vontade, foi inclusive criada uma comissão técnica somente feminina”, comenta Paulo.

A técnica da equipe é Beatriz Ramos, que nunca tinha vivenciado uma experiência como esta, e afirma: “Trabalhar com o time feminino de futebol de amputados ampliou minha mente e me faz, a cada dia, evoluir como profissional e como pessoa”.

A equipe feminina conta com 11 atletas (pouco mais de um time completo, já que no futebol de amputados, são sete jogadores de cada lado). Além de Vivi Antunes, a equipe é formada por Hetieli, Viviane Aguera, Selma, Letícia Adum, Letícia, Jussara, Amália, Katiane, Rafaela e Eliana.

Veja Também:  Ritual: transforme crenças limitantes em fortalecedoras

Os treinos são realizados uma vez por semana e elas sonham com o surgimento de novas equipes, além da criação de uma liga profissional. O objetivo é que mais mulheres pelo Brasil se inspirem e formem novos times femininos. Assim, elas podem disputar campeonatos e representar sua cidade.

A modalidade

O futebol de amputados é uma variação do futebol convencional e conta com a participação de jogadores com amputação de membros inferiores e goleiro com amputação de membros superiores. A modalidade chegou no Brasil em 1986, ano em que também aconteceu a primeira competição brasileira, na cidade de Linhares-ES. Atualmente, o Brasil é o único país tetracampeão de Futebol de Amputados.

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

Maquiadora das famosas ensina truques para realçar a make

Publicados

em


source
Candice Swanepoel, Edna Rocha Zvang e Rosie Huntington-Whiteley
Reprodução/Instagram

Candice Swanepoel, Edna Rocha Zvang e Rosie Huntington-Whiteley

Uma boa maquiagem é composta por uma ótima preparação de pele e técnicas que prometem facilitar e dar um glow ainda mais bonito para o rosto. Acertar em como passar o bom e clássico batom vermelho pode ser mais difícil do que se imagina. Para deixar a boca traçada e bem vermelhinha , a makeup artist de famosas como Kendall Jenner e Dua Lipa, ensinou o passo a passo perfeito, sem perigo de errar.

Para o primeiro passo, tem quem prefira usar pincel, cotonete ou qualquer outro objeto que auxilia a marcação do contorno dos lábios para deixar o bocão vermelho lindo, mas a maquiadora se joga direto na bala do batom. Ela dá a dica de deixar o contorno para depois, espalhando com um pincel pequeno e desenhando um V no arco do cupido. 

Arrase na pele 

As esponjinhas dominaram as necessaires, mas para Nikki é o pincel língua de gato que deve começar a preparação de pele. Espalhe a base pela pele com o pincel e sele com pó translúcido na zona T (testa, nariz, queixo e também abaixo dos olhos, evitando que acumule). Para o contorno ficar bem natural, é importante usar um pincel angulado e traçar uma linha leve que começa na orelha e termina no canto da boca. 

Técnica de blush

Nas redes sociais, inúmeras técnicas para passar o blush viralizam, sendo a mais recente dela o “lifting”. Se antes a maçã do rosto trazia o ar de sol e saúde, agora as têmporas dominam nas makes. Nikki indica aplicar o blush acima do contorno e ir esfumando até as têmporas, quase perto das sobrancelhas. O glow-up no rosto é certo! 

Acerte no gatinho 

O delineado é parte importante de muitas maquiagens e a dica da maquiadora é encontrar o ângulo de traçar. A dica de Nikki é se basear no fim dos cílios inferiores e seguir a reta. Esse delineado fica perfeito em todos os olhares e para um look mais natural, evite que ele chege até o canto interno, optando por um ponto de luz com iluminador. 

Veja Também:  Hasselmann nega ter sido agredida pelo marido: "Mais fácil eu dar uma sova nele"

Para deixar o “foxy-eye” ainda mais glamuroso, invista na máscara de cílios! A maquiadora conta que não basta pentear os cílios de baixo para cima, e sim, apostar em várias direções que aumentem o volume e comprimento. 

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA ATÉ O MOMENTO A GESTÃO DR. DIVINO PREFEITO DE BARRA DO BUGRES ESTÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana