conecte-se conosco


Agronegócio

CAFÉ/CEPEA: Favorecido pelo clima, preço do arábica sobe com força em julho

Publicados

em


Cepea, 4/8/2021 – Julho foi marcado pelo expressivo avanço dos preços do café arábica. No início do mês, as cotações foram impulsionadas pelas previsões de frio e de seca nas regiões cafeeiras do Brasil. Apesar da menor umidade ser ideal para a colheita, muitos cafeicultores já estavam preocupados com a safra 2022/23 (bienalidade positiva), devido ao clima seco desde o fim de março. Porém, foi no encerramento de julho que as altas nos preços se intensificaram, após a ocorrência de geadas na maior parte das regiões produtoras. Nesse cenário, o Indicador CEPEA/ESALQ do arábica tipo 6, posto na capital paulista, operou acima dos R$ 1.000/saca de 60 kg entre 22 e 30 de julho, atingindo, no dia 26, o maior preço diário real desde janeiro de 2012, ao fechar a R$ 1.067,27/sc (valores deflacionados pelo IGP-DI de junho/21). Entre 30 de junho e 30 de julho, a elevação foi de significativos 170,23 Reais por saca (ou de 20,1%). Para o robusta, as cotações também tiveram forte alta em julho, e o Indicador CEPEA/ESALQ do tipo 6 peneira 13 acima fechou o dia 30 a R$ 580,56/sc, elevação de 80,12 Reais por saca (ou de 16%) em relação ao dia 30 de junho. No dia 28 de julho, especificamente, o Indicador fechou acima de R$ 600/sc, o maior patamar real desde dezembro 2017 (os valores diários foram deflacionados pelo IGP-DI de jun/21). Segundo pesquisadores do Cepea, as cotações da variedade foram impulsionadas por ganhos externos e pela retração de vendedores no spot nacional. Os futuros, por sua vez, foram influenciados por preocupações quanto à oferta global de café em 2022/21, após as geadas no Brasil, ainda que as lavouras de robusta não tenham sido afetadas pelo fenômeno. Fonte: Cepea (www.cepea.esalq.usp.br)

Veja Também:  MELÃO/CEPEA: Preço do orange dispara na Ceagesp
Fonte: CEPEA

Comentários Facebook
Propaganda

Agronegócio

CAFÉ/CEPEA: Preço do robusta segue em alta

Publicados

em


Cepea, 22/09/2021 – As cotações do café robusta continuam em alta nos mercados externo e interno. Os futuros da variedade ainda são impulsionados pelo aumento da demanda, aquecida especialmente pelo alto preço do arábica e pelos entraves logísticos no Vietnã, o maior produtor e exportador mundial de robusta. Além disso, segundo pesquisadores do Cepea, produtores nacionais estão relativamente retraídos, à espera de nova valorização, cenário que tem reforçado o movimento de alta doméstico, mas limitado a liquidez. Nessa terça-feira, 21, o Indicador CEPEA/ESALQ do café robusta tipo 6 peneira 13 acima fechou a R$ 782,11/sc, forte avanço de 4,86% frente ao dia 14 – a retirar no Espírito Santo. Fonte: Cepea (www.cepea.esalq.usp.br)

Fonte: CEPEA

Comentários Facebook
Veja Também:  MT: etanol de milho entra nos estudos para o levantamento sucroalcooleiro
Continue lendo

Agronegócio

ALGODÃO/CEPEA: Preço cai e retoma patamar de meados de agosto

Publicados

em


Cepea, 22/09/2021 – As cotações da pluma estão em queda no mercado brasileiro e retornaram ao patamar observado em meados de agosto deste ano, conforme apontam dados do Cepea. Nessa terça-feira, 21, o Indicador CEPEA/ESALQ, com pagamento em 8 dias, fechou a R$ 5,1864/lp, baixa de 1,96% entre 14 e 21 de setembro. Segundo pesquisadores do Cepea, a pressão vem do aumento na oferta de pluma no spot nacional – devido ao avanço do beneficiamento – e também das desvalorizações externas. Fonte: Cepea (www.cepea.esalq.usp.br)

Fonte: CEPEA

Comentários Facebook
Veja Também:  Mapa suspende venda de 33 marcas de azeite de oliva fraudado
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA ATÉ O MOMENTO A GESTÃO DR. DIVINO PREFEITO DE BARRA DO BUGRES ESTÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana