conecte-se conosco


Carros e Motos

Caoa Chery confirma que terá o subcompacto elétrico eQ1 no Brasil

Publicados

em

source


Caoa Chery eQ1 vai concorrer com JAC EJ-S1 e Renault Kwid E-Tech entre os mais em conta do segmento
Divulgação

Caoa Chery eQ1 vai concorrer com JAC EJ-S1 e Renault Kwid E-Tech entre os mais em conta do segmento

Após a apresentação oficial para a China em 2020, a Chery, que aqui no Brasil é representada pelo Grupo Caoa Chery confirmou por meio de um teaser, que terá o subcompacto elétrico eQ1 no mercado brasileiro.

De acordo com a fabricante, o subcompacto elétrico é um dos mais acessíveis movidos por baterias vendido no mercado chinês e, no Brasil, a disputa promete ser acirrada com a demanda que o mercado vem tendo, como os subcompactos  Kwid E-Tech  e do  JAC e-JS1.

Pela imagem teaser, tudo leva a crer que o modelo a ser vendido no Brasil deve ser o mesmo lançado na China. O carro é oferecido com duas opções , a primeira com 30 kW e 12,24 kgfm e a segunda tem 55 kWh (75 cv) 15,3 kgfm, sendo que nessa a velocidade final é de 120 km/h, segundo a Chery. O tempo de recarga das baterias de 0 a 80%, que demora cerca de 30 minutos.

Veja Também:  Audi do Brasil anuncia Daniel Rojas como novo CEO

Na primeira opção, o conjunto pode te 30.6 kWh de capacidade e 301 km de autonomia pelo ciclo chinês (NEDC). A segunda tem 40.6 kWh e 408 km de alcance.

Apesar de ainda não confirmar qual dessas opções virá para o mercado brasileiro, todo eles virão com volante multifuncional , central multimídia com tela vertical de 10″, conectividade com celulares e comandos de voz, inteligência artificial, entre outros.

Logicamente o Caoa Chery eQ1 quando for lançado no Brasil deverá custar, levando em conta os modelos Renault Kwid e JAC e-JS1 , algo em torno de R$ 140 mil e R$ 160 mil.

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Propaganda

Carros e Motos

Testamos o hidratante específico Hidrata Couro da Finisher

Publicados

em

Por


Comercializado por um preço médio de R$ 20, o Hidrata Couro da Finisher hidrata o couro, revelando a cor original
Divulgação

Comercializado por um preço médio de R$ 20, o Hidrata Couro da Finisher hidrata o couro, revelando a cor original

Nem sempre os produtos para hidratar bancos de couro, courvin ou partes plásticas de acabamento dão conta do recado: alguns podem deixar lambuzados podendo manchar roupas, outros dão mais trabalho na hora da aplicação.

Mas um que me chamou a atenção é o da Finisher. Vendido em bisnaga de 150 gramas, seu aspecto é denso em forma de creme e essa consistência garante que não escorra pela esponja aplicadora, que não vem com o produto.

Sua ação desenvolvedora de maciez e flexibilidade hidrata o couro, seja ele sintético ou natural, sem deixar aquele aspecto lambuzado , o que é de vital importância para impedir o surgimento de manchas na roupa, principalmente se estas forem claras.

Veja Também:  Audi do Brasil anuncia Daniel Rojas como novo CEO

Para certificar de sua eficiência, aplicados o Hidrata Couro da Finisher em dois carros com bancos de couro de tonalidades diferentes: preto e cinza. É válido lembrar que é preciso fazer uma limpeza do material que deve estar completamente livre de sujeira e seco.

banco
Divulgação

Hidrata couro deve ser usado pelo menos uma vez a cada seis meses para funcionar com eficiência

Com a ajuda de uma esponja ou mesmo uma flanela , espalhamos cerca de 30 gramas aproximadamente do produto no aplicador em uma pequena área e esperamos alguns minutos para que a cura do composto polímero pudesse agir. Feito isso, demos o acabamento com uma flanela seca e limpa de microfibra.

O acabamento tanto no revestimento de cor preta quanto o cinza é notório, e deixa bem próximo ao original, com pouco brilho e protegido contra a ação do sol que pode até trincar o couro , em alguns casos.

Por isso, nesses casos, recomendo fazer pelo menos, uma aplicação a cada seis meses em todas as forrações de couro, incluindo o da porta e, principalmente em painéis, caso seja forrado com este material.

Veja Também:  VW T-Cross tira nota máxima em teste de colisão. Yaris fica próximo. Veja vídeos

Uma dica para os bancos em couro com acabamento enrugado é aplicar o hidratante em um pincel para poder alcançar os cantinhos mais apertados, lembrando que essa regra vale também para as demais áreas de difícil acesso.

Comercializado por um preço médio de R$ 20 , o Hidrata Couro da Finisher hidrata o couro, revelando a cor original, elevando a maciez e evitando rachaduras no material, tal como as promessas na embalagem citam.

Hidrata Couro da Finisher

Valor médio: R$ 20

Mais informações: www.finisher.com.br


Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

Carros e Motos

Max Verstappen é garoto propaganda de carro elétrico da Honda

Publicados

em

Por

Montadora oficialmente está fora da F1, mas mantém relacionamento com Verstappen e Red Bull
Divulgação

Montadora oficialmente está fora da F1, mas mantém relacionamento com Verstappen e Red Bull

O elétrico compacto da Honda, o E, ganhou uma versão limitada, e contou com o atual campeão de Fórmula 1, o holandês Max Verstappen, como garoto propaganda.

O Honda E é atuamente o único veículo 100% elétrico vendido pela marca japonesa na Europa e no Japão. Agora, oferece uma série limitada, baseada na versão Advance, a topo de linha, e será vendido por £38,120 (R$ 245.555,81).

Os consumidores que optarem pela edição limitada irão pagar £600 (R$ 3.864,99) a mais que na versão topo de linha , e terão direito a uma pintura exclusiva na cor “Vermelho Cristalizado”, rodas exclusivas de 17 polegadas.

O modelo elétrico foi fotografado nas ruas de Dozza, na Itália, antes do Grande Prêmio da Emilia-Romagna, que aconteceu em Ímola e foi vencido justamente por Verstappen.

Veja Também:  VW T-Cross tira nota máxima em teste de colisão. Yaris fica próximo. Veja vídeos

O Honda E é um sucesso desde seu lançamento em 2020, por conta de seu design moderno e inovador e sua tecnologia, e já venceu o prêmio de carro urbano do ano e Red Dot Design Awards, entre outros.

Apesar da propaganda com Verstappen , o desempenho do Honda E se mantém o mesmo e o compacto, que oferece 154 cv e 31,5 kgfm de torque, vai de 0 a 100 em 8,3 segundos e tem autonomia máxima de 137 km.

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA A GESTÃO AZENILDA PEREIRA SERÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana