conecte-se conosco


Mato Grosso

Cejusc de Rondonópolis se mobiliza para Semana Nacional de Conciliação

Publicados

em


O Poder Judiciário de Mato Grosso estará concentrado na resolução consensual de conflitos durante a XVI Semana Nacional de Conciliação. O Cejusc da Comarca de Rondonópolis (a 212 km ao sul de Cuiabá) já recebeu e agendou, até este momento, 159 audiências para os dias 8 a 12 de novembro de 2021, quando ocorre o evento. Nesse período são reunidos processos judiciais que tenham possibilidade de acordo para a designação de audiências de conciliação para que as partes possam negociar diretamente entre si e solucionar o caso.
 
A Semana Nacional de Conciliação é promovida pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) com foco na pacificação social para promover o maior número de acordos possível nos tribunais de todo país.
 
De acordo com o juiz-coordenador do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc) Wanderlei José dos Reis o trabalho na unidade está a todo vapor. Ofício foi enviado a magistrados e magistradas para que selecionassem processos passíveis de conciliação.
 
“Desde o dia 30 de agosto Rondonópolis tem se preparado para esse momento tão oportuno e especial para a política de tratamento de conflitos. O chamado foi acolhido pelos colegas, tal como se vê nos números. Mas estimo que esses números possam ainda ser superados por iniciativa dos juízos ou mesmo a pedido das partes ou através dos advogados e advogadas.”
 
Ainda conforme o magistrado, esse período de mobilização voltado à pacificação social tem grande significado e importância. “Para o jurisdicionado entendo que a Semana Nacional de Conciliação representa mais uma oportunidade para que a controvérsia e a possível demanda que dali poderia nascer seja resolvida antes de se ter um processo judicial. O Cejusc representa um novo paradigma para justiça brasileira e nós temos o privilegio de viver esse momento ímpar em que se busca mudar da cultura do litígio para a cultura da autocomposição”, afirma.
 
Iniciativas para a Semana – O Cejusc de Rondonópolis tem realizado ações simples e práticas utilizando os recursos disponíveis para a divulgação da Semana Nacional da Conciliação, como a publicação diária do banner da campanha no status do WhatsApp Business, um dos canais de acesso direto com a unidade. Dessa forma, segundo o juiz, as pessoas que tenham o telefone do Cejusc agendado em seus aparelhos podem visualizar a arte e se inteirarem da campanha.
 
Outra ação desenvolvida pela equipe do Cejusc é a comunicação voltada para advogados, advogadas, defensores e defensoras por meio do por meio do próprio agendamento na plataforma Teams e do WhatsApp, em reforço e apoio às comunicações feitas pelas Varas.
 
A equipe também anexou na certidão de agendamento um vídeo sobre como acessar a audiência por videoconferência para que advogados e advogadas tenham mais facilidade para ingressarem na sessão no dia designado.
 
A utilização de um QR Code é mais uma inovação que permite maior acesso às partes e operadores e operadoras do Direito e quem explica é o próprio juiz. “Nos casos em que ainda não houve citação, como em alguns processos dos Juizados, a secretaria do Cejusc tem providenciado que as certidões de agendamento também tenham um QR Code, que é replicado nos mandados e cartas, facilitando o acesso na audiência virtual”, diz Wanderlei José dos Reis.
 
A conciliação é uma forma pacífica de resolver conflitos por meio do diálogo, que pode ser realizada antes que o conflito se torne um processo ou mesmo durante uma ação judicial.
 
As solicitações de realização de audiências devem ser feitas no período de 23 de agosto a 17 de outubro. Acesse AQUI para fazer o cadastro na Semana Nacional de Conciliação.
 
 
Cejuscs – As audiências da fase pré-processual serão realizadas sob a coordenação dos Cejuscs localizados em Cuiabá (da capital, da Infância e Juventude, do Juvam, dos Juizados Especiais Cíveis da Capital, Cejusc Virtual Estadual e Cejusc Virtual Empresarial) e também nos 37 Cejusc’s do interior do estado.
 
 
No interior em Água Boa, Alto Araguaia, Alto Garças, Alta Floresta, Arenápolis, Barra do Bugres, Barra do Garças, Cáceres, Campo Novo do Parecis, Campo Verde, Canarana, Chapada dos Guimarães, Colíder, Comodoro, Diamantino, Guarantã do Norte, Jaciara, Juara, Juína, Lucas do Rio Verde, Mirassol D’Oeste, Nova Mutum, Nova Xavantina, Paranatinga, Pontes e Lacerda, Peixoto de Azevedo, Poxoréu, Primavera do Leste, Rondonópolis, São Félix do Araguaia, São José do Rio Claro, Sapezal, Sinop, Sorriso, Tangará da Serra, Várzea Grande e Vila Rica.
 
Clique AQUI para ver o endereço e contato dos Cejuscs da sua cidade.
https://portalnupemec.tjmt.jus.br/pagina/5
 
Leia mais sobre o assunto:
 
 
 
 
 
Dani Cunha
Coordenadoria de Comunicação da Presidência do TJMT
 
 

Veja Também:  Governo e Senai fazem parceria para produção de 5 milhões de máscaras

Comentários Facebook
Propaganda

Mato Grosso

Rapper mato-grossense Pacha Ana lança EP com músicas sobre resgate, ancestralidade e amor

Publicados

em


Rapper, cantora, poeta e compositora, Pacha Ana dá mais um importante passo em sua carreira. O talento da artista mato-grossense pode ser conferido em seu novo projeto, o EP Suor e Melanina, que está disponível no YouTube e em todos os principais serviços de streaming de música.

Contemplado no edital MT Nascentes da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT), o álbum conta com sete faixas de músicas que abordam o amor e o afeto sob perspectiva da comunidade negra, lgbtqi+ e periférica. 

A criação do projeto veio da inspiração da artista para se renovar, para sair da zona de denúncia e afrontamento e partir para novas formas de discutir sobre a comunidade negra e suas subjetividades. Com a ideia de que amor também é uma forma de luta, Pacha Ana acredita que é um tema de suma importância à discussão racial e criação de identidade e comunidade para o povo preto.

“Suor e Melanina é dar continuidade sobre o que a gente já fazia, que eu acho que a gente perdeu no meio do caminho. Quando falo isso, também falo pra mim, não me tiro dessa, eu me coloco nessa também da perda. Falo pra mim, pros meus, pros nossos, para aqueles que ainda não sabem que são dos nossos, e pra quem se permite ouvir, é sobre afeto, resgate, ancestralidade e amor também”.

Veja Também:  Governo cria taxa para serviços prestados pelo Detran/MT

O disco teve sua produção assinada pelo beatmaker e produtor Vibox, de São Paulo, que tem conquistado grande espaço e reconhecimento na cena do rap nacional. A mixagem foi executada pelo produtor Eazy CDA e a masterização por DJ Spider, do studio ProBeats, ambos de Belo Horizonte. O lançamento e distribuição do álbum ficou a cargo da Colmeia 22 – produtora de música afrofuturista e etnopop.

Pacha Ana ainda contou com a parceria dos profissionais de Mato Grosso, Ahgave e Maria Reis, na produção da identidade visual, que inclui a capa do álbum e produção de figurinos e stylist da cantora. Ligado diretamente à intenção de reformulação da artista, o conceito visual do EP traz elementos que remetem ao renascimento.

O EP, que foi lançado nacionalmente no dia 07 de outubro, está disponível nas plataformas digitais Spotify, Deezer e Google Play. O videoclipe de uma das faixas do álbum, o single ‘Orgulho’, pode ser visto no YouTube (link aqui).

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Centro de Triagem encerra atividades com mais de 240 mil atendimentos prestados à população

Publicados

em


O Centro de Triagem Covid-19, instalado na Arena Pantanal, encerrou as atividades na tarde desta sexta-feira (15.10), após prestar mais de 240 mil atendimentos à população de Mato Grosso. A unidade funcionou por mais de um ano – de 22 de julho de 2020 a 15 de outubro de 2021 – e auxiliou a Atenção Básica dos municípios da Baixada Cuiabana.

A desativação ocorreu após a diminuição de casos, hospitalizações e óbitos por coronavírus em Mato Grosso. 

Durante o seu funcionamento, o Centro de Triagem possibilitou a testagem em massa da população, a realização de exames de imagem e o fornecimento de medicamentos após prescrição médica.

A partir de agora, a testagem e o atendimento primário da população voltam a ser integralmente prestados pela Atenção Primária municipal, que é responsável pela execução destes serviços no Sistema Único de Saúde (SUS).

Durante a solenidade de encerramento dos atendimentos, centenas de balões brancos foram soltos do gramado da Arena Pantanal em homenagem às vidas perdidas pela Covid-19 e em agradecimento aos profissionais da saúde. Também foram entregues certificados de reconhecimento aos trabalhadores do Centro e oferecida uma missa em ação de graças pela conclusão do trabalho.

Veja Também:  Secel-MT vai investir R$ 3 milhões no patrimônio histórico e na reparação de pontos destinados à prática esportiva em Cáceres

Na ocasião, o secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, enfatizou a excelência do serviço prestado pelo Centro de Triagem e parabenizou o empenho dos profissionais que atuaram na unidade. 

“O Centro de Triagem tinha previsão de durar 60 dias e ultrapassou mais de um ano. Isso porque o trabalho realizado pela equipe foi de excelência. Agora nós vamos continuar vigilantes em relação à pandemia e focaremos na assistência daqueles que precisarem do atendimento hospitalar. É momento do Estado focar na realização das cirurgias eletivas. Vamos priorizar aquilo que é, de fato, uma responsabilidade do Governo do Estado”, disse o secretário.

A secretária adjunta de Gestão Hospitalar da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), Caroline Dobes, reforçou que a unidade de triagem ofereceu um atendimento de excelência. “Quem conheceu o Centro de Triagem e usufruiu deste serviço classificou ele como excelente. Então o Centro é um exemplo de política pública efetiva, com recurso público aplicado de forma responsável. A equipe de saúde foi muito bem treinada e não foram poucas as vezes que vimos pessoas dizendo que o Centro de Triagem ofereceu um atendimento de primeiro mundo”, acrescentou.

Veja Também:  Complexos de saúde e rodoviária recebem desinfecção em prevenção ao Coronavírus

Atendimentos realizados

O Centro de Triagem realizou mais de 240 mil atendimentos. Os dados mais recentes mostram que, de 22 de julho de 2020 a 14 de outubro 2021, 40.673 pessoas testaram positivo para o novo coronavírus, 141.163 tiveram o resultado negativo e 59.149 apresentaram quadro suspeito da Covid-19.

No mesmo período, foram realizadas 15.100 tomografias, exame de avaliação dos pulmões que auxilia no diagnóstico e tratamento da doença.

“O sofrimento, as incertezas e angústias foram muitas durante o enfrentamento dessa pandemia. Agora a única certeza que nós temos é de que, de alguma forma, nós vencemos. É momento de recomeçarmos”, concluiu a diretora do Centro de Triagem e do Hospital Estadual Santa Casa, Patrícia Neves.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA ATÉ O MOMENTO A GESTÃO DR. DIVINO PREFEITO DE BARRA DO BUGRES ESTÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana